Trabalhar com horário, local e rotina fixos pode parecer entediante para algumas pessoas, principalmente quando você sonha em expandir os horizontes. Para a maioria das pessoas, viajar é sinônimo de férias e, por conta disso, acabam deixando seus planos focados para esse período do ano. 

Porém, está cada vez mais fácil trabalhar viajando o mundo. Em vez de ter uma rotina em um emprego que só permite viajar uma ou duas vezes por ano, é possível mudar de área e conseguir um emprego que inclua viagens nas suas funções. Ou então continuar na mesma área, mas executando o seu trabalho de forma remota.

Como faço para trabalhar viajando pelo brasil?

O cenário de pandemia acabou nos mostrando que muitas pessoas não precisam de um escritório para executar bem a sua função. Diversas empresas aderiram ao trabalho remoto para propiciar segurança às pessoas colaboradoras, e a tendência é que continuem aumentando as oportunidades de trabalhos home office.

Para trabalhar viajando pelo Brasil, basta que o seu trabalho possa ser feito a partir de um computador ou um notebook. Temos os exemplos de nômades digitais trabalhando com profissões como:

Pessoa Redatora

Também chamado de copywriter, é a pessoa que escreve textos publicitários de qualquer assunto, desde culinária até viagens. Atualmente, essa profissão está voltada para a internet, então um bom redator precisa dominar conceitos de SEO, além das regras básicas de gramática e ortografia.

Analista de social media

É a pessoa responsável por produzir conteúdo e gerenciar páginas de redes sociais para empresas ou clientes individuais. É preciso entender as particularidades, linguagem e formatos de cada rede social, para produzir conteúdo que gere engajamento e conquiste quem estiver utilizando.

Designer e Web Designer

Geralmente trabalha em conjunto com o social media. A pessoa designer desenvolve imagens, infográficos, projetos e outros produtos que atendam necessidades funcionais e também visuais de clientes. Quem é  designer precisa ter conhecimento técnico das ferramentas do setor, além de uma mente criativa e inovadora. Outras profissões que se inserem nesse universo são UI e UX, que tratam de como melhorar a interação e experiência dos usuários e usuárias com aplicativos ou softwares.

Pessoa Programadora

Também chamada de desenvolvedora, codificadora ou engenheira de software, essa pessoa é alguém que escreve, desenvolve ou faz manutenção de softwares com finalidades diversas para empresas ou clientes individuais. É uma área muito boa para quem quer trabalhar viajando o mundo, com grande oferta de vagas na América do Norte e Europa.

Business intelligence (BI)

Essa função também pode ser chamada de inteligência empresarial ou inteligência de negócios, mas é popularmente conhecida pela sigla BI. Essa pessoa coleta, analisa e constantemente monitora dados de redes sociais e mecanismos de busca para orientar ações de empresas de acordo com a análise estatística destes dados. É uma área em amplo crescimento com potencial para trabalhar viajando pelo mundo, ainda mais por existirem cursos disponíveis online para quem quer começar do zero.

Pessoa fotógrafa e Videomaker

Muitos brasileiros e brasileiras que moram no exterior fornecem serviços de fotografia  e videomaker para turistas que estão conhecendo um novo país. Para este tipo de profissional, é muito importante ter equipamentos bons e um portfólio online – que pode ser simplesmente um perfil no instagram — em que coloca amostras do seu trabalho.

Pessoa Tradutora

Se você fala um segundo ou terceiro idioma, pode se aventurar no mundo da tradução. É preciso gostar de gramática, ortografia e também conhecer os softwares especializados, chamados de CAT Tools (Computer-Assisted Translation Tools). Algumas plataformas para trabalhar viajando com tradução são o Proz.com e o Translatorscafe.com.

Professor ou professora de inglês

Nos países que têm o inglês como idioma oficial, esse trabalho é um pouco mais competitivo. Porém, se deseja viajar para países como Japão, Coréia do Sul, China, Vietnã, Rússia e alguns países do Leste da Europa, a menor oferta de professores possibilita conseguir muitos clientes em pouco tempo.

Também não é preciso estar no país para dar aulas, afinal as plataformas de aula online são variadas. Como exemplo podemos citar o Italki e o Cambly.

Professor ou professora em plataformas de ensino online

Além de ensinar idiomas, é possível compartilhar seu conhecimento de qualquer área montando cursos online em plataformas como Udemy ou Coursera. Aulas fornecidas em inglês tem chance de alcançar audiências ainda maiores, visto que esse  é um idioma universal.

Uma pessoa que ensina online precisa valorizar a interação na sala de aula virtual e conquistar estudantes com aulas dinâmicas e direto ao ponto, já que esta área é competitiva. Fazer cursos e aprender como organizar seus conteúdos de forma didática pode ser um começo.

Trabalhar viajando pelo mundo: carreiras “tradicionais”

Todas as profissões acima são largamente conhecidas por quem busca trabalhar viajando o mundo. Mas existem outras profissões consideradas tradicionais e que também podem ser feitas da estrada, como:

Médico ou médica praticante de telemedicina

Medicina é uma das carreiras mais tradicionais da nossa sociedade mas, neste período de pandemia, tem sido reinventada. A telemedicina, basicamente, é o atendimento médico de forma remota. A pessoa  pode avaliar exames, conversar com pacientes e receitar medicamentos sem, necessariamente, estar presente.

Essa modalidade foi até reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina na Resolução CFM nº 1.643/2002. Desde a década de 90, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a importância dessa área médica, em especial para zonas de guerra e locais muito remotos. Você pode encontrar ofertas de empregos em sites como o Soliant.com.

Pessoa Contadora

Nos últimos anos surgiram muitas empresas de contabilidade online para quem estava cansado dos escritórios tradicionais cheios de papelada. Com a pandemia e a grande quantidade de pessoas buscando empreender online de forma segura, abriu-se um novo mercado para pessoas contadoras que querem trabalhar viajando.

Personal trainer, pessoa instrutora de yoga e esportes em geral

Durante a quarentena, quem nunca viu uma live de celebridade fazendo exercícios no instagram? O serviço de personal trainer ou de tutoria de esportes por meio de vídeo-chamada se popularizou nos últimos tempos e veio pra ficar.

É importante que você já tenha alguma formação na área para poder fazer esse trabalho da forma correta, ou o seu cliente pode acabar com uma lesão!

Pessoa Psicóloga

É comum que as pessoas precisem de atendimento psicológico, afinal, todos enfrentamos desafios no trabalho, nos estudos ou na vida pessoal. O psicólogo ou psicóloga trabalha para entender os comportamentos e as funções mentais do ser humano e ajudar o paciente a levar a vida de uma forma mais consciente.

Depois de concluir uma faculdade de psicologia, você pode trabalhar viajando e atender os seus pacientes de qualquer lugar do mundo por meio de chamadas de vídeo.

Assistente virtual

Com os avanços tecnológicos e o desejo de reduzir custos com funcionários, empresas estão buscando assistentes virtuais em vez de contratar alguém que precise ir ao escritório todos os dias. Uma pessoa assistente virtual pode fazer praticamente tudo que uma secretária ou secretário faria, mas de forma remota, usando ferramentas de organização como GSuite ou Trello.

Como faço para trabalhar viajando pelo mundo?

Na verdade, todos os trabalhos listados aqui podem ser feitos viajando pelo Brasil, ou qualquer outro paísviajando pelo mundo. Porém, se você decidir trabalhar viajando o mundo, é bom prestar atenção em alguns detalhes:

Passaporte

Para trabalhar viajando pela América Latina, em alguns países você só precisará do RG, mas para América do Norte, Europa, Oceania, Ásia e basicamente todos os outros lugares fora do nosso continente, você precisa ter um passaporte válido.

Tipos de visto

Verifique as regras de visto dos países onde você deseja ficar, afinal ninguém quer ter a viagem interrompida por estar trabalhando com um visto errado. A questão do visto é relevante, principalmente, se você quiser complementar a sua renda com trabalhos sazonais no país onde estiver.

Por exemplo, caso os freelas estejam em baixa e você precise de uma grana extra, poderá conseguir trabalhos como garçom ou garçonete, pintor ou pintora, balconista, bartender, babá, dog walker,  e outros trabalhos informais.

Outro exemplo são trabalhos que dependem da alta temporada em cada país, como pessoa instrutora de mergulho ou de esqui. Mesmo que você não tenha formação específica, pode trabalhar de assistente ou recepcionista, aproveitando as altas temporadas em resorts e clubes em qualquer lugar do mundo.

Seguro saúde / Seguro viagem

Existem diversos tipos de seguro de saúde para quem quer trabalhar viajando. Dependendo do país, você vai precisar de coberturas específicas. Por exemplo, na União Europeia, um turista precisa ter um seguro com 30 mil euros de cobertura. Um bom exemplo de seguro-viagem para nômades digitais é o SafetyWing.

Diferenças cambiais

Se você fala um segundo ou terceiro idioma, pode conseguir clientes de qualquer lugar do mundo e ganhar em dólar, euro ou outra moeda. Por isso, é importante que conheça ferramentas para converter os seus ganhos para moedas locais e tenha uma conta multimoeda. Uma das mais populares atualmente é a Transferwise.

Trabalhar viajando o mundo não é tão difícil quanto parece, mas exige um planejamento detalhado, principalmente para quem vai mudar de área. É fundamental ter a mente aberta para novas culturas e aproveitar ao máximo as possibilidades que a vida nômade pode trazer.

Por: Ju, da Worldpackers 

0 Shares:
Você também pode gostar