O que é um bom emprego para você? 

Muitos diriam que isso tem relação com salário ou posição, outros já enxergam vantagens na flexibilidade e autonomia.

Esse tipo de trabalho permite que profissionais se dediquem aos estudos e a outras prioridades em sua vida, tendo maior controle sobre sua carreira. É preciso, então, entender as características e as modalidades que se encaixam nessa definição de flexibilidade.

Se quiser saber mais e dar um passo rumo a uma carreira movimentada, agradável e flexível, não deixe de acompanhar os tópicos deste texto:

Boa leitura!

O que é o trabalho flexível?

Por mais que seja uma definição ampla, pode-se compreender trabalho flexível como uma modalidade que possibilita maior autonomia para os profissionais. Ou seja, o funcionário pode decidir como vai trabalhar, escolhendo seus próprios horários, locais, dias e até mesmo o salário em alguns casos. 

O fator a ser flexibilizado depende da modalidade, como veremos no tópico “quais os principais tipos de trabalho flexível?” .

Graças a avanços como mobilidade e a computação remota, é possível conquistar essa liberdade. As novas ferramentas tecnológicas quebram barreiras de comunicação e viabilizam o trabalho que se adapta às preferências de cada pessoa. 

Mudança na cultura

Com o avanço da tecnologia, veio também uma mudança cultural nas empresas. Os gestores passaram a valorizar muito mais a qualidade de vida de seus colaboradores, pois sabem que esse fator impacta na criatividade e na produção. 

Como a era da informação é baseada em trabalho em equipe e tem uma grande necessidade por agilidade na produção, flexibilizar as regras de horários e ambientes pode ser útil para aproveitar o melhor de cada colaborador. 

Geralmente, esse é o estilo favorito de startups e empresas de tecnologia mais novas. Ainda assim, as companhias tradicionais também passaram a investir em flexibilidade e em um ambiente mais divertido e saudável para “correr atrás” e se adaptar a este cenário.

Ou seja, a flexibilidade consiste em parcerias entre empregador e a pessoa empregada, que podem incluir relações de trabalho formais ou não. Desse modo, é possível estimular individualmente cada profissional. Várias possibilidades são criadas e os benefícios, como veremos, são inúmeros. 

Quais os principais tipos de trabalho flexível?

Existem três principais formatos de trabalho flexível: o modelo fixo-variável, o variável e o livre

No fixo-variável, os horários são apresentados como opções predefinidas para colaboradores, sendo que eles têm o poder de escolher quais preferem. 

No modelo variável, por sua vez, cabe ao profissional escolher o seu horário de preferência e cumpri-lo.

Já no modelo livre, o trabalhador escolhe totalmente o seu horário e somente deve respeitar o mínimo de carga horária semanal, estabelecido pela relação de trabalho. 

Além desses tipos, existe também o trabalho remoto e o distribuído. O primeiro dá a opção do profissional trabalhar de qualquer ambiente, mesmo que não seja em algum espaço físico da empresa. Já o segundo, é pensado para dar a mesma experiência aos colaboradores que trabalham em diferentes localidades, independente do ambiente em que se encontra. Diferente do trabalho remoto, o distribuído foi criado para funcionar de forma efetiva essencialmente através do meio digital. 

Assim, algumas organizações montam times distribuídos, com profissionais em distintos locais que se comunicam via internet. Isso permite que as empresas encontrem talentos com mais facilidade, já que não há restrição geográfica. Já que Os talentos estão distribuídos, mas as oportunidades não. 

Quais as vantagens do trabalho flexível?

Equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Uma das vantagens é justamente um maior equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Com uma melhor administração do tempo, profissionais conseguem tirar projetos pessoais do papel e se dedicar a outras tarefas, principalmente especializações e estudos. Ideal para quem quer traçar novos desafios. 

Organização e autonomia

A flexibilização do trabalho também implica em maior autonomia para colaboradores. Afinal, eles são capazes de decidir como vão trabalhar e como vão se organizar para entregar os resultados. Essa abordagem permite um controle maior da rotina, adequado às condições de vida de cada um. 

Isso naturalmente exige uma postura mais ativa de cada pessoa. Nesse sentido, é fundamental entender a autonomia, curiosidade e disciplina como requisitos para conseguir vagas flexíveis. 

Redução de custos com transporte

No caso dos modelos que garantem trabalho remoto, uma vantagem clara é a redução de custos e de tempo com deslocando. Seja utilizando um meio de transporte público ou veículos pessoais, já que a mobilidade é um fator que implica em gastos. 

Com essa flexibilização, é possível reduzir as despesas e garantir mais tempo para o exercício da função, além de atividades relacionadas à vida pessoal de cada um. 

Em casos de flexibilidade nas jornadas de trabalho, em que a ida à empresa ainda é importante, o profissional consegue, ao menos, desviar dos horários de pico, que costumam ser estressantes. Ao escolher um período diferente, é possível se deslocar com mais conforto e sem tantos transtornos.

Mais oportunidades de trabalho

Se um profissional consegue entregar serviços de maneira remota, ele evidentemente está apto a conquistar mais oportunidades de trabalho. 

Com a flexibilidade típica dos últimos anos, alcançar diferentes oportunidades em grandes empresas no Brasil e até em outros países é comum e extremamente viável.

Maior produtividade 

Todos os benefícios do trabalho flexível que citamos ao longo do texto, tendem a gerar mais engajamento e motivação nos funcionários, o que na maioria das vezes é convertido em produtividade.

Ou seja, se fatores externos relacionados a estresse e perda de tempo são eliminados ou reduzidos, o colaborador consegue entregar o melhor e trabalhar com foco apenas nas necessidades da sua tarefa.

Como vimos, o trabalho flexível é uma modalidade de emprego que está crescendo, principalmente com o avanço tecnológico. Para se preparar para essas oportunidades, é fundamental ter disciplina, estudar bastante e estimular sua autonomia e curiosidade.

Gostou do artigo? Acompanhe as nossas novidades nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Twitter e no Instagram

0 Shares:
Você também pode gostar