Datas estão presentes na nossa vida desde que nascemos. Como isso é algo muito presente no cotidiano das pessoas, com toda certeza isso será utilizado em códigos, portanto, é fundamental que um desenvolvedor ou desenvolvedora saiba formatar datas em diferentes padrões.

No Brasil, utilizamos o padrão DD/MM/AAAA, em que D representa dia, M representa mês e A, ano, com a repetição do caractere indicando quantos algarismos devem ser utilizados. 

Porém, às vezes, o formato não é tão simples quanto parece, e a pessoa precisa pesquisar como formatar datas para poder utilizar dentro de seu código da maneira correta.

Então vamos ajudar você a aprender a formatar datas em algumas linguagens diferentes, para que quando chegue sua vez, você não tenha tanta dificuldade. Vamos lá:

Confira alguns formatos de datas em línguas diferentes!

Os formatos de data podem sofrer alterações dependendo do país. Com isso, separamos para você alguns países e seus formatos de data.

Alemanhadd/mm/aaaa
BrasilDD/MM/AAAA
Chinaaaaa/mm/dd
Françadd/mm/aaaa
Inglêsmm/dd/aaaa
Espanhadd/mm/aaaa

A repetição da letra significa a quantidade de algarismos utilizados no setor indicado. A letra D representa o dia, a letra M representa o mês e a letra A representa o ano. 

Como formatar dd/mm/aaaa em Python?

Para formatar data em Python, o primeiro passo é importar a classe date através do módulo datetime. Feito isso, basta criar uma variável e chamar o método today(), como mostra o código abaixo: 

 from datetime import date
 data_python = date.today()
 print(data_python) 

O retorno será esse: 

Retorno DD/MM/AAAA em Python

Porém, esse retorno ainda não está da forma que as pessoas no Brasil estão acostumadas, não é mesmo? Portanto, precisamos agora realizar a conversão.

Para isso, vamos converter a data para String e depois utilizaremos o método strftime() que a própria classe date disponibiliza.

 from datetime import date
 data_python = date.today()
 formata_data = data_python.strftime( '%d/%m/%Y' )
 print(formata_data) 

E o resultado será esse: 

Forma convertida para o padrão Brasil

Como formatar dd/mm/aaaa em Javascript?

Para formatarmos data em JavaScript, utilizaremos uma função chamada FormataData(). Dentro dela, utilizaremos o objeto Date() do próprio JS que já nos traz o padrão pt-br.

Feito isso, basta chamarmos os métodos referentes a dia, mês e ano, como mostra o exemplo abaixo.

function formataData(){
    let data = new Date(),
    dia = data.getDate().toString().padStart(2, '0'),
    mes = (data.getMonth()+1).toString().padStart(2, '0'),
    ano = data.getFullYear();
return `${dia}/${mes}/${ano}`;
}

console.log(formataData());

Para testar, basta criar uma index.html e importar a página do JS que você criou.

Criando uma index DD/MM/AAAA

Após criar a index.html, vá até o navegador e aperte a tecla F12, e aparecerá o retorno para você!

Retorno em JavaScript DD/MM/AAAA

Como formatar dd/mm/aaaa em PHP?

O PHP fornece uma função simples para formatar data e, nela, você passa como parâmetro o formato da data:

<? php
   echo date("d/m/Y");

Como formatar dd/mm/aaaa em JQuery?

Para formatar data com JQuery, vamos utilizar um exemplo convertendo direto uma String, como mostra o exemplo abaixo:

var data = '2021/09/01 00:00:00.0';
var formataData = data.replace(/(\d*)-(\d*).*/, '$3-$2-$1');
console.log(formataData);

E o retorno no console será esse: 

Retorno do Console JQuery DD/MM/AAAA

Como formatar dd/mm/aaaa em ASP?

Para formatar data no ASP, utilizaremos a função formatDateTime(date, format). Nos parâmetros, você pode passar um Date e, no format, um valor, como 1,2,3,4.

<%= FormatDateTime(Date, 1) %>

Chegamos ao fim deste artigo mas é só o começo para você! Existem diversas maneiras diferentes de se formatar Datas, independentemente da linguagem de programação. O que mais importa é entendermos a importância de aprender a formatar datas corretamente, porque com certeza em algum momento da sua carreira, você vai precisar formatar alguma data em um sistema.

Não deixe de conferir o nosso artigo sobre Que invenção tecnológica surgiu no ano que você nasceu

Deixe um comentário
Você também pode gostar