A ONG americana Girls Who Code (Meninas que Codificam, em tradução livre) se uniu à cantora pop Doja Cat para criar o primeiro clipe musical interativo à base de códigos: o DojaCode.

O site especial tem como objetivo principal apresentar jovens para linguagens de programação de uma maneira divertida, tal qual é a missão da Girls Who Code, que introduz mulheres ao campo da ciência da computação.

Como funciona o DojaCode?

O DojaCode permite que fãs desbloqueiem conteúdos especiais ao decorrer do aprendizado, tendo como base a canção Woman, lançada pela cantora em 2021. É como se você pudesse dirigir cada elemento, indo do figurino ao ambiente que rodeia Doja Cat.

Você pode escolher entre o trio CSS, JavaScript e Python. Ao entrar, você vê uma imagem futurista de Doja Cat, com partículas guiadas pelo movimento do mouse. Na tela seguinte, há três estrelas com cores diferentes, representando as três linguagens. Com a reprodução do vídeo, clicando em “Play”, você assiste o clipe rodando ao fundo e inicia a experiência. 

Pagina principal da DojaCode.
O DojaCode permite que fãs desbloqueiem conteúdos especiais ao decorrer do aprendizado, tendo como base a canção Woman, lançada pela cantora em 2021.

Cada vez que a linha do tempo coincide com uma das estrelas, você tem um momento de interação com a linguagem em questão, podendo escolher parâmetros e digitar cores diferentes para itens cosméticos, por exemplo. Há inclusive uma interação que se baseia no fuso-horário para ditar a iluminação do ambiente. No final da experiência, você pode conferir novamente cada um dos seus códigos inseridos e pode baixar/compartilhar como quiser.

Desde os primeiros segundos, fica evidente que o DojaCode deve ser levado exclusivamente como uma forma de entretenimento, ainda que possa mostrar os efeitos dos códigos do que qualquer “Hello, World!” de iniciados nas linguagens. 

Mulheres e o clipe Woman

“Fãs do mundo todo poderão inserir o código por meio de um microsite e desbloquear alguns recursos especiais muito legais. Será incrível”, disse a cantora, como informa o Yahoo.

“No Girls Who Code, sabemos (…) que as meninas e mulheres jovens são algumas das criadoras e transformadoras mais poderosas da atualidade”, diz Tarika Barrett, CEO da Girls Who Code. “No entanto, poucos sabem que podem ter uma carreira em ciência da computação (…). Aprender a codificar permite que você mude o mundo ao seu redor. Estamos entusiasmados com parceria com a superestrela global Doja Cat, amada por jovens de todo o mundo”.

Já child, a diretora do clipe, afirma: “ver mais inclusão nos campos criativos é algo que realmente apaixona, então fazer parte de um projeto que dá às meninas exposição a uma indústria totalmente nova, enquanto atua como diretores criativos (…) usando códigos, isso realmente significa bastante”.

Doja Cat lançou seu segundo álbum em novembro de 2019, que foi aclamado pela crítica e teve mais de 14,5 bilhões de plays ao redor do mundo. Ela também foi indicada ao Grammy, o Oscar da música, nada menos que 11 vezes.

Deixe um comentário
Você também pode gostar