O AWS, abreviação para Amazon Web Services, é um dos maiores servidores da atualidade. Até o começo de 2021, mais de 30% de todo o mercado de computação em nuvem (avaliado em R$230 bilhões) depende dele para funcionar. Por conta disso, caso uma falha aconteça, dezenas de serviços são prejudicados. Hoje foi um destes infelizes momentos – para a nossa sorte, foi pior fora do Brasil.

Jogos offline

Como o PC Gamer informa, sete grandes jogos foram impactados:

  • League of Legends
  • League of Legends Wild Rift
  • Valorant
  • PlayerUnknown’s Battlegrounds
  • Dead by Daylight
  • Clash of Clans
  • Destiny 2

Além destes, as plataformas/lojas da UPlay (da desenvolvedora Ubisoft) e a Epic Games Store (responsável pelo Fortnite e outros sucessos) também encontraram instabilidade. Como resultado, muitos gamers tiveram problemas em iniciar seus jogos. 

Os três primeiros games curiosamente foram há poucas semanas abrigados pela Epic Store, originalmente exclusivos da Riot Games e seu launcher próprio. No momento da redação deste texto, LoL batia a marca de 900 mil jogadores simultâneos, estimados pelo site Active Player. Valorant, por outro lado, contava com nada menos que 160 mil.

Serviços offline

Desde as 13h, houve o registro de instabilidade em servidores norte-americanos, em especial dos hospedados na região “US-EAST-1 AWS” no estado da Virgínia.  O comunicado da Amazon diz que, “mesmo se você for afetado, pode se manifestar um carregamento ligeiramente mais lento enquanto a rede redireciona seu pedidos em outro lugar”. 

Sala de trabalho com pessoas programando.
Desde as 13h, houve o registro de instabilidade em servidores norte-americanos, em especial dos hospedados na região “US-EAST-1 AWS” no estado da Virgínia.

Como é de se esperar, as conexões com serviços Amazon foram os mais delicados: o site Amazon.com, a assistente de voz Alexa, o serviço de streaming Prime Video, os e-books Kindle ebooks e até mesmo câmeras de segurança Ring foram alvo, devido às instabilidades de conexão.

Dentre os mais populares de outras empresas, temos:

  • Disney Plus
  • Tinder
  • Roku
  • iFood
  • IMDb
  • Coinbase
  • Cash App
  • Venmo

Em uma abordagem feita pelo The Verge, a Amazon disse que a empresa está “trabalhando ativamente para a recuperação”. Segundo a página de status do AWS, os serviços haviam voltado ao normal já por volta das 15h.

Queda similar de plataformas baseadas no cloud do AWS foram prejudicadas há pouco mais de um ano, em novembro de 2020. Na época, ainda mais serviços foram impactados, como a plataforma de podcasts Anchor, a companhia de softwares Autodesk, Flickr, iRobot e o jornal The Washington Post.

Uma das primeiras a informar a normalização das atividades foi a Adobe. Vale lembrar que somente foi afetada uma das “23 regiões geográficas” da atuação do AWS, como diz a Amazon, na tentativa de tirar o peso das costas.

Deixe um comentário
Você também pode gostar