A Trybe, escola de tecnologia referência na formação de profissionais em programação, anuncia a sexta edição do curso Primeiros Passos na Programação.

Os encontros são gratuitos, ministrados por pessoas instrutoras e especialistas da Trybe, e estarão disponíveis ao vivo pelo canal da escola no YouTube, entre os dias 20 a 23 de setembro. 

O evento oferece 15 mil vagas e as inscrições podem ser realizadas até o dia 23 de setembro na página do curso. Após garantir a participação, o estudante receberá todas as orientações por e-mail, para o melhor aproveitamento das aulas.

A edtech tem como objetivo nos quatro dias de encontro, ensinar os conceitos fundamentais a pessoas interessadas. Não é necessário conhecimento prévio em programação. Os conteúdos das aulas serão de introdução e lógica de programação, além de teorias sobre JavaScript: inclusão de operadores e estruturas condicionais -, além de arrays, strings, estruturas de repetição e funções. No último dia do curso, há um desafio prático da Trybe em Javascript.

“O Primeiros Passos na Programação é um curso extremamente importante, porque permite que potenciais pessoas estudantes vejam na prática um pouco da nossa formação. Além disso, o conteúdo oferecido nos quatro dias é o material de estudo para o processo seletivo da Trybe”, diz João Duarte, CTO da Trybe.

As pessoas que se inscreverem no PPP passarão a fazer parte de uma comunidade exclusiva da Trybe para interação e resolução de dúvidas durante a aula. Os participantes que concluírem as oito horas de curso receberão o certificado de conclusão. 

 

Cronograma do curso:

20/09 Introdução à Lógica de Programação e ao JavaScript.

21/09 Operadores e estruturas condicionais no JavaScript 

22/09 Arrays, Strings, Estruturas de repetição e funções 

23/09 Mão na massa: Resolvendo o Desafio Prático da Trybe em Javascript + Bate-papo com estudantes da Trybe.

Sobre a Trybe

Fundada em agosto de 2019 por Claudio Lensing, João Daniel Duarte, Marcos Moura, Matheus Goyas e Rafael Torres, a Trybe é uma escola de tecnologia que oferece formação de alta qualidade em programação e totalmente focada no sucesso profissional de estudantes. Mas, detalhe importante, a pessoa estudante  da Trybe pode só pagar pelo seu curso quando estiver empregada.

Até julho deste ano, 94% das pessoas  formadas pela Trybe estavam trabalhando em até 3 meses após a conclusão do curso. Mais de 160 mil pessoas já se inscreveram para estudar na Trybe.

A Trybe já recebeu US$ 21 milhões em duas rodadas de captação – seed e Série A – que contou com a participação de investidores de peso como Atlantico, Canary, Igah, Global Founders Capital, Maya Capital e Norte Ventures, além de profissionais renomados como José Galló, Nizan Guanaes e Arminio Fraga. Com mais de 220 pessoas colaboradoras  e uma rede de mais de 100 empresas parceiras, como XP Inc., Ambev, Arco Educação, Localiza, Méliuz e Uber, a Trybe registra cerca de 2 mil pessoas estudantes de seu curso e pretende chegar a 3 mil ainda em 2021.

Anteriormente, os sócios fundadores da edtech criaram o AppProva, ferramenta gratuita que já ajudou milhões de estudantes na preparação de exames como Enem e OAB, vendida para a Somos Educação em 2017. Para mais informações, acesse www.betrybe.com.

0 Shares:
Você também pode gostar