Toda empresa que está presente na internet precisa desenvolver um marketing de conteúdo, se quiser conquistar melhores resultados.

Sendo tão importante garantir que todo o tempo investido seja aproveitado pelos usuários que encontram esse material à disposição.

É preciso empregar estratégias que demonstrem o diferencial presente nos textos, artigos, blogs, redes sociais e em todas as ferramentas que estão ao alcance a partir de alguns poucos cliques. 

Essa distribuição é importante, pois faz parte de uma campanha de marketing que tem como objetivo atrair e converter os leads em potenciais clientes, e na expansão natural, em um divulgador da marca. 

Por isso, é preciso utilizar a rede de maneira ampla e acessível, como deve ser, utilizando as diferentes plataformas e canais de comunicação para que as conexões tenham sentido no mundo corporativo. 

Afinal de contas, tudo centraliza para a forma como uma empresa se apresenta, o posicionamento diante de assuntos diversos, e como ela pode ser a solução dos problemas apresentados pelos usuários. 

A seguir saiba o que é, na verdade, o marketing de conteúdo, como ele funciona em relação às empresas que investem no mercado digital e por que ele precisa estar presente dentro de uma campanha de comunicação completa.

Estratégia permite segmentação por interesse

O marketing de conteúdo nada mais é que produzir um material que seja interessante para o público consumidor, como uma ferramenta de atração que pode se tornar lead e na sequência um cliente e divulgador. 

Porém, as empresas precisam produzir materiais que contenham informações reais, como fonte confiável, que sejam validadas por especialistas e consistentes nas justificativas apresentadas. 

Empregado de maneira correta o marketing de conteúdo pode passar orientações adequadas aos internautas, atraindo e convertendo o lead em cliente em potencial.

Pode ser empregado um funil de compra, em que é dividido em três partes distintas. 

No nível superior, os internautas estão procurando informações sobre assuntos diversos, encontrando em sites de pesquisas links que podem direcionar ou apontar uma solução primária.

Nessa parte, o marketing de conteúdo precisa ser voltado para a parte educacional, mesmo que seja de forma lúdica, porém, atrativa.

A seguir os usuários podem se aprofundar no assunto ou comparar os problemas com as soluções apresentadas pela empresa. 

Nesse caso, os conteúdos produzidos podem ser demandados por diferentes canais de comunicação, entre os quais:

  • Blog educativo;
  • E-mail marketing;
  • Fóruns de discussão;
  • Redes sociais.

O internauta que chega à parte inferior, propriamente no afunilamento, está qualificado para tomar as decisões sobre todas as informações captadas e a possibilidade de compra. 

Nesse caso, é possível estabelecer um contato direto, esclarecendo todas as dúvidas, e se possível, apresentando soluções que podem ser pontuais, como oferta de cupons de desconto, frete grátis ou até mesmo garantir uma próxima compra complementar.

Durante toda a aplicação da estratégia, é importante garantir conteúdos que possam passar segurança, seja de modo envolvente e divertido. 

É importante ressaltar que o marketing de conteúdo ajuda na construção de relacionamento entre a empresa e os clientes em potencial.

Distribuição de conteúdo agrega valor à marca

Quando uma empresa se mostra solícita e possui argumentos sólidos em assuntos específicos, é preciso passar a mensagem de forma responsável e evitar ao máximo, qualquer tipo de interpretação que não seja o que é preciso ser passado.

O marketing de conteúdo não pode colocar a empresa em uma situação que causa mal-entendido, nem mesmo que possibilita comentários maldosos ou que possam desacreditar os valores e a visão corporativa sobre os mais diversos assuntos.

De fato, é importante focar na distribuição de conteúdo que ajuda a agregar mais valor à marca, abraçando causas sociais e que estejam em acordo com o público-alvo. 

Isso pode ser trabalhado com estratégias relacionadas ao inbound marketing, em que pode ser feito um conteúdo que se torna um convite para que as pessoas possam conhecer as empresas e detalhes específicos de uma marca ou um produto.

Esse método deve ser feito com certa estabilidade periódica, fazendo com que entre nas 4 etapas do inbound marketing, que são:

  • Atrair
  • Converter;
  • Finalizar;
  • Encantar.

Preparar textos, artigos, podcasts e vídeos, cada qual em plataformas específicas, para o alcance ser mais abrangente, com assuntos tratados por especialistas, em que a comunicação transmita confiança e todo senso de profissionalismo.

Conforme os conteúdos são produzidos, é possível colocar em prática SEO (Search Engine Optimization), tornando assuntos relevantes para ajudar na criação e aumento de tráfego entre as plataformas corporativas. 

A continuidade desse processo permite a construção de uma comunidade que pode ser aplicada em redes sociais diversas, focando na distribuição orgânica que o próprio marketing de conteúdo proporciona. 

Engajamento em redes sociais é parte da estratégia

Tendo em vista que o público-alvo está interagindo e integrado ao marketing de conteúdo, inclusive compartilhando links com todos os produtos produzidos, é preciso investir um capital em determinadas redes sociais. 

Esse é um apelo para aqueles que entendem que o algoritmo dessas plataformas digitais podem reduzir o alcance quando percebem o aumento de interesse em determinados assuntos, ou mesmo marcas que ficam em evidência.

Cada rede social possui um público específico, determinado pelos objetivos propostos e as finalidades às quais se destinam. 

Portanto, quando se trata de assuntos rápidos e textos curtos, o investimento pode ser direcionado para o Twitter Ads, seguindo as normas do aplicativo que aposta em poucas palavras para passar a mensagem.

No caso da plataforma de vídeos, é possível estabelecer uma comunicação em que o visual e a apresentação de soluções na prática podem ser apresentadas de forma direta. 

Assim, vídeos em que são apresentados equipamentos em pleno funcionamento ou como é o caimento de uma roupa, e as possíveis combinações, pode ser bastante útil para quem trabalha com marketing de conteúdo de forma direta com o público.

As estratégias do marketing de conteúdo também podem apelar para os influenciadores digitais, um novo modelo de divulgação em que pessoas com grande visibilidade compartilham as experiências com determinados produtos e serviços. 

É um modelo de marketing de conteúdo que pode ser muito positivo, desde que a escolha do influenciador digital esteja de acordo, mais uma vez, com a visão e os valores pregados pela marca em questão.

Comunicação interna ajusta linha de pensamento

As empresas precisam lembrar que há um grande potencial ao alcance e que muitas vezes é esquecido em uma campanha de marketing. Trata-se da equipe interna do ambiente de trabalho.

Eles podem ser grandes motivadores, ou mesmo influenciadores digitais, demonstrando que é possível estar em constante atualização quando se informa por meio dos textos e artigos publicados.

Até mesmo a participação em vídeos institucionais e podcasts produzidos podem contar não só com os funcionários, mas também com outros colaboradores, como fornecedores e representantes comerciais. 

Essa interação é muito importante, pois demonstra a confiança no produto desde a base de criação, e como ela pode envolver diversos elementos dentro do aspecto virtual. 

A setorização implementada dentro de uma empresa é algo que ocorre de forma natural.

Portanto, o marketing de conteúdo pode apresentar como cada ponto influencia dentro de todo o processo de preparação desde a chegada da matéria-prima ou do bem de consumo que será disponibilizado.

A promoção dos conteúdos de maneira interna é uma forma de garantir que a mensagem está sendo passada de maneira correta.

Os ajustes podem ser aplicados de maneira pontual em cada um dos elementos que são disparados pela estratégia de inbound marketing, por exemplo.

É importante reforçar que todos os setores estão envolvidos de alguma forma, e as pessoas precisam conhecer todo o conteúdo.

Por isso, o ato de fazer uso de maneira adequada e divulgar por meio de compartilhamento por meio das redes sociais. 

A distribuição de marketing de conteúdo precisa ser ativa, promovendo a empresa, a marca, os produtos e serviços de maneira contínua e sempre buscando novos leads

O alcance às pessoas certas ocorre de maneira orgânica e natural, mesmo que em intervalos seja necessário o  investimento em mídias pagas que estejam relacionadas a SEO e métricas apontadas em diferentes redes sociais. 

É preciso empregar as táticas corretas de alcance do público-alvo. Isso vai fazer toda a diferença para que o marketing de conteúdo seja cada vez mais valorizado e buscado pelos consumidores, e também compartilhado nos meios de comunicação digitais.

Por fim, vale reforçar que as estratégias relacionadas ao marketing de conteúdo são simples, porém, demonstram eficácia sem igual quando a criatividade está incorporada.

Criando impacto de maneira certa, é possível se destacar ante o público-alvo e até mesmo se tornar uma referência para os concorrentes.

44 Shares:
Você também pode gostar