Seja pelo sucesso ou pelo fracasso, Axie Infinity deu o que falar desde o ano passado, com a enorme quantia de dinheiro movimentada no mercado de NFTs. Agora, o grupo Sky Mavis (que cuida da marca) anunciou que os jogadores poderão voltar a usar a plataforma dedicada para realizar depósitos e saques.

A “ponte” que permite a transferência de fundos é a Ronin Bridge, reaberta pouco mais de três meses após o roubo de US$ 625 milhões (cerca de R$3,3 bilhões) em março. O nome se dá por conta de Ronin ser a blockchain que alimenta Axie, como conta a publicação do The Verge.

Desde o fechamento temporário da Bridge, a Sky Mavis continuou a trabalhar no reforço de seus protocolos de segurança, enquanto tentavam recuperar também os fundos dos jogadores. O game, que contribuiu para a ruína do jogos NFT, teve um ataque repentino, percebido somente na semana seguinte – quando um usuário tentou sacar fundos, sem sucesso.

Ilustração do jogo NFT Axie Infinity
Agora, o grupo Sky Mavis (Axie Infinity) anunciou que os jogadores poderão voltar a usar a plataforma dedicada para realizar depósitos e saques

O InfoMoney informa que a quantia extraída pelos hackers está em torno de 173,6 Ethereum (ETH) e US$ 25,5 milhões da USD Coin (USDC). Porém, a queda do ETH implica que o valor total devolvido aos usuários estaria na casa dos 200 milhões de dólares – ou seja, um terço do valor. Em conversão para o Real, os 173,6 seriam mais ou menos 1,1 milhões hoje (28) e o triplo na época do roubo.

De acordo com a empresa, trata-se de um ataque spear phishing a um de seus funcionários. A pessoa não demorou a ser desligada da empresa e, por consequência, foi implementado um sistema de rastreamento para monitorar grandes fluxos de entrada/saída.

O Departamento do Tesouro dos EUA atribuiu o hack ao grupo Lazarus (da Coreia do Norte). A Sky Mavis inicialmente planejava colocar a Ronin em funcionamento até o final de abril, mas adiou a reabertura e disse que “não é um processo que podemos apressar”.

Após juntar dinheiro dos fundadores da Sky Mavis e receber US$ 150 milhões em financiamento de várias empresas (como a Binance), o grupo diz que a Ronin está atualmente com queda de 71.600 ETH e 25,5 milhões de USDC

Contudo, o cálculo atual não leva em conta os 56 mil wETH que se foram do Tesouro Axie DAO. Atualmente, eles dizem trabalhar com a polícia para recuperar os fundos. Caso não consigam até 2024, o conselho da DAO “votará nos próximos passos”.

Para ajudar a evitar roubos no futuro, a Ronin Bridge passou por uma auditoria interna e duas externas, pelas empresas Verichains e Certik (de segurança de blockchain). De acordo com o comunicado oficial, a Bridge também conta com um “novo sistema de disjuntor” projetado para impedir grandes saques de usuários suspeitos. 

Você também pode gostar