Como forma de comemorar o “mês” de Matrix, semanas antes do lançamento do próximo filme, a Warner Bros resolveu investir de maneira bastante inusitada. A partir do dia 30 de novembro, haverá 100 mil NFTs de avatares disponíveis para compra na plataforma Nifty’s.

Cada um custará nada menos que 50 dólares, ou aproximadamente R$280 em conversão direta – logo, a Warner pode lucrar até R$27 milhões com venda de NFTs. Companhias como a Warner, Fox e a Lionsgate já perceberam que o NFT é um modelo de negócios altamente rentável, com uma nova maneira de misturar engajamento do público com potenciais lucros.

Entrando na Matrix

Site da Nifty’s, que criou os 100 mil avatares hiperrealistas de Matrix que serão vendidos na plataforma.
Site da Nifty’s, que criou os 100 mil avatares hiperrealistas de Matrix que serão vendidos na plataforma.

Quem assistiu à trilogia Matrix dos anos 2000 sabe muito bem o que fantasiar com a existência de outra realidade (e, pior, questionar se vivemos em uma simulação). Quem não assistiu, soube “de tabela” o impacto que Matrix causou nas últimas duas décadas.

Transportando esta ideia para o mundo virtual dos dias atuais, nada impressiona vermos inspirações monetizadas: CryptoPunks e Bored Ape Yacht Club são “universos” de NFTs que convencem os compradores com esse poder de imersão. Afinal, se você for o dono de um avatar, lá estará uma impressão da sua realidade, certo?

Com Matrix não foi diferente. Utilizando o aplicativo MetaHuman Creator, desenvolvido pela Epic Games, a Nifty’s criou os 100 mil avatares hiperrealistas que serão vendidos na plataforma.

MetaHuman Creator Early Access Out Now: Meet the Team | Unreal Engine

Em 16 de dezembro, os compradores poderão escolher entre “tomar” a pílula azul (permanecer na Matrix) ou a vermelha (transformando o avatar em um lutador da resistência). As escolhas simulam o que vemos no filme, com ambas as pílulas surtindo os respectivos efeitos.

A interação não irá parar por aí, como informa o The Hollywood Reporter. Nos meses seguintes, já em 2022, haverá “outros desafios” e opções, permitindo os usuários que “atualizem seus avatares” ou que ganhem novos NFTs.

Warner e os NFTs

Em entrevista ao mesmo site, Jeff Marsilio (CEO da Nifty’s) comenta que a identidade digital e as escolhas ressoam com os temas vistos na franquia Matrix, sendo esta uma “oportunidade de pegar o que já era um movimento popular com avatares NFT e levá-los ainda mais longe”. 

Vimos que, desde o começo do ano, a Warner voltou sua atenção aos NFTs, criando (também na Nifty’s) os colecionáveis de Space Jam. De acordo com Marsilio, as companhias de entretenimento possuem diferentes necessidades ao explorar este setor, se comparados a artistas digitais.

A estratégia de vendas de NFTs se mistura com o impacto em ambiente virtual que aquela propriedade intelectual causará. “1 milhão de fãs vale mais que 1 milhão de dólares; esse engajamento guia nossas atividades, nossa renda e nossos objetivos de negócios, completa o CEO.

The Matrix: Resurrections será lançado em 22 de dezembro nos cinemas, indo para o serviço de streaming HBO Max cerca de 5 semanas depois.

0 Shares:
Você também pode gostar