O que deve colocar nas informações complementares na hora de fazer um currículo?

Um dos primeiros pensamentos que surgem após a necessidade de construir uma apresentação pessoal envolvendo experiências, disponibilidade e estudos, é a de que ela precisa ser perfeita para conseguir, por exemplo, uma entrevista de emprego.

Você já se deparou com algum momento em que informações importantes não tinham espaço dentro do seu currículo? Esse é um dos motivos para a existência de informações complementares em um currículo. 

Leia esse texto para entender como aproveitar esse campo tão importante e ganhar notoriedade nas futuras candidaturas e apresentação de currículos.

Boa Leitura!

O que é e para que serve o campo de informações complementares no currículo?

No currículo, o campo de informações complementares existe com a intenção e possibilidade de expor, de maneira assertiva, as realizações profissionais que ficaram de fora dos campos iniciais, como os cursos complementares, voluntariados, intercâmbios, entre outros.

Importante se atentar nesse campo para o formato. É necessário que as informações complementares estejam colocadas corretamente e de maneira atrativa. Aliás, seu currículo precisa estar em destaque para que seja possível alcançar aquela vaga tão esperada. Continue acompanhando esse texto porque explicaremos passo a passo como aproveitar da melhor forma esse campo tão importante e diferenciado.  

Antes de prosseguir, aproveite e faça o download do checklist de currículo para aprender o passo a passo para fazer um currículo completo e atraente para as empresas.

banner para download de checklist. imagem como botão escrito "baixar"

O que pode ser incluído nas informações complementares no currículo?

A seguir, veja alguns exemplos mais comuns do que acrescentar no campo de informações complementares no seu currículo:

1 – Disponibilidade

Você pode trabalhar aos finais de semana? Estuda em algum período e necessita de flexibilidade?

Essas informações são extremamente importantes para conhecimento de uma pessoa candidata.

2 – Palestras

Nesse campo você poderá listar quais foram as principais e mais importantes palestras que você participou e/ou ministrou. 

3 – Intercâmbio 

Se a vaga for voltada a flexibilidade de idiomas, listar intercâmbios pode ser um diferencial extremamente importante e atrativo. 

Nesse campo você deverá listar quais foram seus principais estudos e como foi a sua experiência morando fora do seu país de origem.

4 – Trabalho voluntário

As empresas a cada dia que passa dão mais importância a pessoas candidatas que já tenham feito algum tipo de trabalho voluntário.

Esse campo vem ganhando cada vez mais notoriedade, por isso, se você ainda não teve essa experiência, nossa dica é que busque o quanto antes uma instituição onde possa realizar trabalhos voluntários. 

5 – Prêmios

Caso você tenha prêmios acadêmicos, profissionais ou até mesmo voltado a esportes, é sempre interessante apresentar esses feitos para que existe a possibilidade da pessoa que vai avaliar seu currículo conheça você melhor.

O que não incluir nas informações complementares no currículo?

Infelizmente, é bastante comum erros quando o quesito é incluir informações assertivas e estratégicas no currículo. Por mais que possa parecer apenas um detalhe, isso faz total diferença para a pessoa que recebe e avalia o conteúdo. Para auxiliar a não cometer erros na hora de montar o currículo, a seguir listamos o que não incluir nas informações complementares:

  • Informações pessoais
  • Depoimento de amigos e/o familiares
  • Muitas informações complementares
  • Informações não verdadeiras
  • Experiência e relação com colegas

Como preencher corretamente a seção de informações complementares? 10 dicas com exemplos!

O campo de informações complementares se encontra sempre ao final do currículo. A seguir listamos 10 dicas e exemplos de como preencher corretamente essas informações. 

1 – Posições de liderança

Caso você tenha ocupado alguma posição de liderança que esteja fora de sua área normal de atuação você pode acrescentar no seu currículo como informação adicional. Porém, faça isso apenas se a vaga estiver pedindo por esse tipo de experiência e competência.

2 – Habilidades com informática

Em vagas que não estão diretamente relacionadas à tecnologia, é bastante comum utilizar o campo de informações adicionais para indicar quais são os softwares principais que a pessoa candidata tem bastante desenvoltura. 

3 – Associações

Esse campo servirá para listagem de associações nas quais você está filiado ou filiada. Importante se atentar ao indicar somente as que tenham alguma ligação com o cargo no qual você está se candidatando. 

4 – Trabalhos voluntários

É importante avaliar nesse campo quais são as competências que você foi capaz de desenvolver por meio de trabalhos voluntários. Procure resumir em um contexto voltado a vaga na qual está como pessoa candidata. 

5 – Capacidade comunicativa

Você consegue falar em público? Já participou de alguma palestra ou capacitação voltada a métodos de aprimoramento comunicativo? Esse é um tópico bastante importante de ser citado porque grande parte das vagas pedem que a comunicação em público seja algo fluido. 

6 – Acrescente disponibilidade de mudança

Deixe em evidência sua disponibilidade para viagens e mudanças. Esse tópico pode ser muito relevante para a vaga e empresa na qual está se qualificando.

7 – Carteira de habilitação

É importante mencionar a carteira de habilitação (CNH) se for relevante para a vaga que você pretende ocupar. 

8 – Vivência no exterior

Se você já morou no exterior, é importante citar neste tópico quais são as habilidades que você foi capaz de desenvolver nesse período e experiência. Como por exemplo, aprender uma nova língua, vivenciar outras culturas, entre outros.

9 – Agregue valor

Antes de qualquer coisa, avalie quais são os tópicos que agregam valor a vaga na qual está se candidatando. Se em algum momento você tiver dúvidas de qual informação adicionar ou não, pergunte-se: qual é o valor que isto está adicionando ao currículo e para a vaga na qual quero ocupar? 

10 – Prêmios e reconhecimento

Se você já recebeu algum prêmio ou até mesmo reconhecimento por alguma ação e realização, você poderá listar também. 

3 modelos de informações complementares para currículos!

Modelo 1

Certificado em Adobe Photoshop (2013)
Capacitação da Adobe em Nova York (2014)
Intercâmbio em Londres (2015)
Disponibilidade para viajar a trabalho
Trabalho comunitário em Obra Social

Modelo 2

Maio/2011 – 1° lugar em concurso de Japonês
Jul/2012 a Out/2012 – Intercâmbio no Japão
Fev/2014 a Fev/2015 – Curso de inglês avançado
Ago/2017 a Set/2018 – Voluntariado em ONG para ensino de línguas

Modelo 3

Melhor profissional de vendas – 2012
AR: Workshop de vendas – 2013
Casa de repouso: Trabalho voluntário
Capacitação em comunicação – 2014
Disponibilidade de mudanças

As informações complementares é um dos campos que mais causa confusão nas pessoas na hora de criar um currículo. Logo, seguindo nossas dicas você será capaz de melhorar ainda mais seu currículo e deixá-lo preparado para conquistar a vaga de emprego dos seus sonhos

Agora que você já sabe como preencher corretamente o campo de informações complementares, saiba mais como adicionar um objetivo profissional ao seu currículo!

Você também pode gostar