O Whatsapp está testando novas funcionalidades para sua versão para computadores, informa o site especializado Wabetainfo, ao mesmo tempo em que abandona aparelhos celulares antigos.

A versão desktop do aplicativo vem ganhando cada vez mais independência em relação ao app para celulares. 

Desta vez, a inovação é nas configurações de privacidade. De acordo com o Wabetainfo, os desenvolvedores do aplicativo lançaram uma versão beta do WhatsApp Desktop que permite que os usuários façam a configuração de privacidade direto no computador, quando antes era necessário usar o celular.

Uma imagem do beta obtida pelo site mostra que será possível ajustar quem pode ver suas fotos de perfil e recado e informações de sua conta. Também será possível configurar a notificação de “visto por último”, a confirmação de leitura e os contatos bloqueados.

Ainda não há expectativa de quando a nova função será lançada, pois ainda está em testes. 

Mas se seguir o padrão de outras atualizações, não deve demorar muito. 

Pessoa com a mão no teclado de um notebook.
A versão desktop do aplicativo vem ganhando cada vez mais independência em relação ao app para celulares. 

No mês passado, foi lançada a conexão simultânea a múltiplos dispositivos para uma única conta. A inovação permite ao aplicativo para computador funcionar de forma autônoma, de acordo com o site Canaltech.

Ou seja, ele permite que se envie mensagens pelo computador mesmo que o celular com o aplicativo não tenha acesso à internet – dando um grau a mais de independência para o desktop em relação ao aparelho móvel. Quando o celular voltar a ter internet, há uma sincronização automática entre os dois aparelhos.

Enquanto aumenta funcionalidades na versão desktop, o Whatsapp se despede em breve em novembro de aparelhos antigos. Não haverá mais suporte para celulares com iPhone com sistema operacional iOS 9 (da Apple), lançado em 2015, ou para celulares com Android 4.0.4 (do Google), de 2011. Qualquer versão mais antiga também deixará de funcionar.

Isso significa que o aplicativo de mensagens deixará de funcionar em mais de 40 modelos antigos que rodam iOS e Android.

Qualquer iPhone da linha 4S ou anterior não terá mais o app. No caso de aparelhos que rodem o sistema operacional Android, a situação é um tanto mais complicada, uma vez que a decisão de interromper as atualizações do sistema operacional variam entre fabricantes.

A solução é checar manualmente para verificar qual versão do Android o celular está rodando. Para fazer isto, basta entrar em “Configurações” depois em “Sobre o telefone” e por último em “Informações de Software.”

Deixe um comentário
Você também pode gostar