O lançamento do foguete da Nasa que levaria o telescópio James Webb ao espaço foi adiado por pelo menos mais alguns dias após um “incidente” que pode ter afetado a estrutura do aparelho, informou a BBC.

O foguete deveria ser lançado no dia 18 de dezembro, mas agora não deverá mais sair do planeta antes de 22 de dezembro. A culpa é de um incidente que ocorreu durante o preparo para o lançamento, que causou “vibrações” na estrutura.

Uma data para o lançamento só será confirmada após uma investigação das causas da vibração, informou a Nasa.

“Um conselho de revisão de anomalias liderado pela Nasa foi imediatamente convocado para investigar e instituiu testes adicionais para determinar com certeza que o incidente não danificou nenhum componente. A Nasa e seus parceiros de missão fornecerão uma atualização quando o teste for concluído no final desta semana. “

A expectativa é de que o telescópio não tenha sofrido nenhum dano. O aparelho é robusto, feito para suportar vibrações de alta frequência que ocorrem quando um objeto está deixando a atmosfera.

Foguete da Nasa já em lançamento.
O aparelho é robusto, feito para suportar vibrações de alta frequência que ocorrem quando um objeto está deixando a atmosfera.

Apesar disso, a política da Nasa em casos assim é cautelosa, informou o diretor de Ciência da Nasa Thomas Zurbuchen.

“Quando se está trabalhando com um telescópio de 10 bilhões de dólares, a ordem é ser conservador”, disse ele, de acordo com a BBC.

O Webb é um telescópio de 10 bilhões de dólares que deve substituir o já antigo telescópio Hubble, lançado em órbita em 1990, mas que ainda está operacional.

O Webb, porém, é muito mais poderoso que o Hubble, e poderá recolher imagens muito mais distantes. Com isso, ele vai poder detectar eventos que ocorreram no espaço há até 13,5 bilhões de anos atrás. 

Com a qualidade de imagem melhorada, também é esperado que o Webb seja capaz de detectar a presença de atmosfera em planetas distantes, algo essencial para a contínua busca da Nasa por sinais de vida fora da Terra.

O telescópio Webb é uma parceria entre o governo americano e a agência espacial canadense. De acordo com os órgãos, o telescópio “irá explorar todas as fases da história cósmica – de dentro de nosso sistema solar às galáxias observáveis mais distantes (…) o Webb revelará novas e inesperadas descobertas e ajudará a humanidade a compreender as origens do universo e nosso lugar nele”.

0 Shares:
Você também pode gostar