A empresa de realidade aumentada Nreal anunciou uma nova versão de seus óculos inteligentes. Batizado de Nreal Air, o produto será mais compacto que a primeira versão, além de ser vendido por um preço inferior aos US$ 600 cobrados pelo Nreal Light quando foi lançado no ano passado. 

Ainda não há um preço definido e nem uma data de lançamento, mas a empresa espera começar a vender os óculos Nreal Air ainda em dezembro deste ano em três países — Japão, China e Coreia do Sul. 

A empresa manteve um design similar à versão do ano passado, criando um produto que se parece com óculos de sol comuns. Outra semelhança é o próprio conceito de servir como uma espécie de projetor de cinema.

Tanto o Nreal Light como o Nreal Air contam com telas OLED e utilizam um cabo para se conectar a um celular. Ambos os modelos são focados no consumidor final.

Nreal Air x Nreal Light

mulher usando óculos de realidade aumentada
O produto da Nreal será mais compacto que a primeira versão

Uma das principais diferenças trazidas pelo Nreal Air não é exatamente um recurso adicional, mas algumas limitações em relação ao modelo de 2020. Os óculos Near Light eram capazes de mapear o ambiente ao redor do usuário, de forma similar à tecnologia de realidade aumentada de outros concorrentes, como o Microsoft HoloLens. 

O novo Nreal Air, por outro lado, não conta com esse recurso. Ou seja, os óculos são capazes de exibir vídeos e aplicativos do celular, mas não reconhecem o que está ao redor. 

Isso significa que funções como o controle com o movimento das mãos não estão disponíveis, sendo necessário utilizar um aplicativo próprio — algo que a versão anterior também já oferecia como opção além do controle por gestos. 

Por outro lado, uma vantagem trazida pelo Nreal Air é que ele pesa 77 gramas, enquanto que o Nreal Light, apesar do nome, é um pouco mais pesado, com 106 gramas. O design não mudou muito, mas o novo modelo é visivelmente mais elegante e compacto que a primeira versão. 

Outra adição inclui a possibilidade de um usuário inclinar as lentes em três ângulos, de forma que ele consiga obter uma imagem mais nítida facilmente. 

Em relação à compatibilidade, o Nreal Light foi lançado no ano passado com suporte para aparelhos Android com 5G. Os novos Nreal Air, no entanto, vão funcionar em dispositivos iOS e na maioria dos dispositivos Android

Streaming e realidade aumentada

As mudanças feitas no Nreal Air deixam claro que o foco do produto é entretenimento; mais especificamente, usar a realidade aumentada como um projetor para os usuários assistirem a filmes ou jogarem em uma “tela” maior que a do smartphone. 

A taxa de atualização da tela no novo modelo é de 90Hz e a densidade de pixels é de 49 PPD. Isso se traduz em uma projeção de 130 polegadas a 3 metros de distância ou 201 polegadas a 6 metros. É praticamente uma tela de cinema dentro de óculos de sol. 

Caso um grupo de amigos queira assistir a um filme e todos tenham um Nreal Air, é possível utilizar um recurso para compartilhar a tela, permitindo que todos possam visualizar o mesmo conteúdo. 

A estratégia é uma resposta à demanda de realidade aumentada identificada pela Nreal. Segundo a empresa, cerca de 78% dos usuários na Coreia do Sul utilizavam os óculos para assistir a conteúdos via streaming

A expectativa é que o Nreal Air chegue a outros mercados em 2022. Assim como ocorre com o Nreal Light, a nova versão dos óculos inteligentes será vendida em parceria com operadoras de telefonia.

Deixe um comentário
Você também pode gostar