Um dos grandes pilares da transformação digital é a celeridade nos negócios. No setor de TI, uma das formas de aceleração se dá por meio do desenvolvimento em plataformas low-code. As tecnologias emergentes adentram o mercado com o objetivo de agilizar os processos tanto no quesito de produção quanto no de gestão.

Neste artigo, você entenderá como o low-code funciona e os benefícios que apresenta para as pessoas que desenvolvem software.

  • O que é low-code
  • Como funciona o low-code
  • Comece a programar com o Low-Code

Continue a leitura!

O que é Low-Code? 

O low-code é uma metodologia voltada à criação de softwares e aplicativos, que utiliza pouco código durante o desenvolvimento do projeto. 

Para garantir o aumento da produtividade e consequente celeridade no desenvolvimento de projetos, desenvolver com tecnologias low-code pode ser muito útil. 

O código baixo permite que pessoas usuárias que não tenham um conhecimento técnico e aprofundado de uma linguagem de programação específica consigam criar aplicações com mais praticidade e agilidade, sem perder a qualidade na entrega.

Uma plataforma low-code apresenta diversas soluções e funcionalidades prontas e dispostas em módulos, que são escaladas pela pessoa desenvolvedora e implementadas no produto final, de acordo com a sua criatividade e/ou demanda. 

A empresa de consultoria Gartner define este tipo de ferramenta da seguinte forma:

“Uma plataforma de aplicativos de código baixo (LCAP) suporta o desenvolvimento rápido de aplicativos, implantação, execução e gerenciamento em uma etapa, usando abstrações de programação declarativas e de alto nível, como orientadas a modelo e baseada em metadados”.

De acordo com um relatório publicado pela empresa de pesquisa Forrester, em novembro de 2017, o mercado global de plataformas de desenvolvimento low-code atingirá US$ 21,2 bilhões em 2022, com uma taxa  de crescimento anual de 40%.

Como o Low-Code funciona?

Todos os processos que fazem parte do desenvolvimento de softwares, e que são mecânicos e estritamente técnicos, são automatizados com a utilização de ferramentas low-code.

O primeiro passo para a criação de um projeto nestas plataformas é a utilização de um editor visual, para desenhar as funcionalidades e as telas do aplicativo, utilizando os blocos de programação que já estão prontos e que entregam as soluções necessárias para que o produto final cumpra seu objetivo.

Além de contar com uma interface gráfica, a ferramenta low-code também elimina a necessidade de criação de estruturas, vinculação de diferentes bancos de dados, entre outros processos complexos que o desenvolvimento por meio de métodos tradicionais exige.

Benefícios da tecnologia

Agora que já vimos como o low-code pode acelerar o desenvolvimento de projetos de TI e entendemos o seu funcionamento, vamos a seus benefícios. Confira a seguir!

  • Otimização do tempo: Como as ferramentas utilizam modelos visuais de programação, o tempo de desenvolvimento é otimizado, já que não será necessária a criação de códigos brutos.
  • Flexibilidade: Cada demanda tem a sua particularidade. Por isso, contar com soluções prontas que não possam ser ajustadas não é uma boa ideia. A boa notícia é que o desenvolvimento em plataformas low-code é flexível, permitindo os ajustes para a customização do produto final. 
  • Agilidade: Como a plataforma low-code é modular, fica mais simples remover peças antigas para preenchê-las com outras novas. Também é possível incrementar a aplicação com estruturas e elementos que já estão prontos. Desta forma, o desenvolvedor tem espaço para a criatividade e foco na rapidez das entregas.
  • Metodologia de Desenvolvimento Ágil: Permite que os times sejam mais integrados e capazes de responder a qualquer tipo de demanda. A criação de aplicações tornou-se um processo flexível, com baixos níveis de erros e dotado de mais inovação. As plataformas low-code vão ao encontro do uso de frameworks que agilizam a gestão de projetos em TI.

Aplicações do Low-Code

Com o passar dos anos e o advento das tecnologias emergentes, o desenvolvimento ágil passou a ser fortemente incorporado nos setores de TI das organizações e também utilizado por programadores autônomos.

As empresas passaram a migrar para plataformas low-code devido à análise da existência de gargalos no setor de TI que não conseguiam ser resolvidos rapidamente.

Já os desenvolvedores, escolhem esta tecnologia pela agilidade e facilidade no desenvolvimento dos seus projetos.

Dentre as principais aplicações criadas a partir do low-code, podemos citar:

  • Apps internos: Funcionam no gerenciamento de atividades e microsserviços da empresa, como recursos humanos, vendas, marketing e relatórios financeiros.
  • Apps para o cliente: Soluções sofisticadas para quem consome, com boa experiência do usuário, segurança e funções mobile.
  • Substituição de apps legados: Toda empresa tem uma herança de códigos e programas antigos. O low-code pode ser usado para atualizar estes sistemas com uma abordagem mais ágil.

A adoção de metodologias ágeis a partir da utilização de plataformas lançadas no mercado low-code também permite o empoderamento das pessoas colaboradoras dos diferentes setores de uma organização, não apenas do de TI. profissionais, em geral, podem ter mais autonomia na criação de aplicativos internos, de acordo com as suas necessidades.

Tornam-se, assim, desenvolvedores e desenvolvedoras cidadãos, capazes de criar aplicações robustas em um ambiente seguro, com todas as ferramentas e procedimentos para testes.

Comece a programar com o Low-Code

O Cronapp é uma plataforma de desenvolvimento de software com ambientes na nuvem e on-premise. A ferramenta possibilita a criação de softwares e aplicações tanto em low-code quanto em high-code. Assim, a pessoa usuária pode desenvolver, configurar e publicar os apps de forma rápida e fácil, sem política de tecnologia proprietária.

A interface drag and drop (arraste e solte) e a programação por blocos pré-configurados geram celeridade no desenvolvimento do projeto. Os módulos podem ser arrastados e soltos de acordo com a arquitetura desejada para a aplicação.

Basta acessar o navegador e começar a programar. Para utilizar a versão trial do Cronapp e começar a criar aplicações web e mobile, é só clicar aqui.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para você e lhe instigado a explorar as possibilidades oferecidas pelo desenvolvimento low-code.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Cronapp, plataforma de desenvolvimento que permite a programação nos modos low-code e high-code. Para saber mais, acesse: cronapp.io.

0 Shares:
Você também pode gostar