Enquanto o mercado de tecnologia continua a crescer exponencialmente, não há desenvolvedores o suficiente para preencher as vagas. O problema se torna ainda mais acentuado à medida que as empresas demandam habilidades específicas.

De acordo com um relatório publicado pela Linux Foundation em parceria com a plataforma educativa edX, os requisitos que estão em alta no momento são skills relacionadas à computação em nuvem e código aberto

A conclusão foi feita a partir de uma pesquisa realizada com 750 profissionais de open source e 200 gerentes responsáveis por recrutar talentos. O levantamento ainda revelou que o mercado de trabalho está se recuperando após um período conturbado devido à pandemia de Covid-19. 

Aproximadamente, 50% dos empregadores afirmaram que estão aumentando o número de contratações em 2021. No entanto, 92% dos gerentes têm dificuldades para encontrar novos talentos, ao mesmo tempo em que se esforçam para não perder os funcionários atuais para a concorrência. 

Open source ainda é essencial para a profissão de desenvolvedor

Com a rápida adoção de determinadas soluções, como os softwares de código aberto, a demanda por profissionais também se torna mais específica. Entre as habilidades mais buscadas por recrutadores, aquelas relacionadas à computação em nuvem ocuparam o topo da lista, com 46% dos entrevistados citando-a como prioridade.

O conhecimento em Linux ocupou o segundo lugar, com 32%. Essa é a primeira vez que as tecnologias de cloud ultrapassam o open source. No entanto, o relatório ressalta que os desenvolvedores precisam ter, no mínimo, um conhecimento básico de Linux para implantar e manter uma infraestrutura em nuvem de forma adequada.

Além disso, muitos recrutadores já consideram as habilidades em Linux como um requisito implícito quando buscam profissionais com foco em nuvem. Ainda de acordo com o estudo, 97% dos gerentes afirmam que contratar especialistas em open source é uma prioridade para 2021

Outras habilidades requisitadas pelas empresas incluem tecnologias de rede (31%), segurança (28%), inteligência artificial e machine learning (18%), tecnologias de armazenamento (17%), computação de borda (17%) e tecnologias web (16%).

Muitas das áreas citadas estão interligadas. DevOps e práticas de segurança, por exemplo, são essenciais para o gerenciamento de infraestruturas em nuvem. Segundo o levantamento da Linux Foundation e da edX, 88% dos profissionais utilizam DevOps no trabalho, o que representa um aumento de 50% em relação a 2018.

Profissionais buscam oportunidades de treinamento

Enquanto as empresas relatam dificuldades em encontrar profissionais qualificados, os desenvolvedores também enfrentam desafios para atender os requisitos do mercado de trabalho. De acordo com 41% dos entrevistados, o principal obstáculo é a falta de oportunidades de treinamento. 

Isso demonstra que as próprias empresas podem ajudar a reduzir essa disparidade na relação entre vagas disponíveis e profissionais qualificados. A boa notícia é que algumas companhias já estão de olho nisso, com 58% dos recrutadores afirmando que estão aumentando os treinamentos oferecidos aos funcionários. 
Iniciativas como essa também são uma estratégia para reter talentos. Embora o principal motivo para um profissional buscar oportunidades em outras empresas ainda seja o salário, cerca de 66% dos desenvolvedores citaram as oportunidades de treinamento como o benefício mais desejado para que eles possam obter sucesso em sua função.

0 Shares:
Você também pode gostar