Softwares são uma parte fundamental do dia a dia de quem usa tecnologia. Eles são responsáveis por gerenciar todas as nossas interações com os as peças dos aparelhos e, assim, garantir que as nossas requisições sejam atendidas. Por trás de cada sistema há uma pessoa que lida com todas as etapas de criação de um app, que é o (a) desenvolvedor (a) de software.

Essa pessoa atua em projetos de desenvolvimento, criando todas as funcionalidades que são definidas para um aplicativo. Ela também pode executar testes e validar funcionalidades. Assim, quem for utilizar o sistema pode ter acesso a um software com boa experiência de uso e alta performance.

Quer saber mais sobre essa profissão e por qual motivo ela tem ganhado destaque no mercado? Então confira:

O que um desenvolvedor de software faz?

O desenvolvedor de softwares é a pessoa responsável por criar aplicações para dispositivos computacionais. Quem trabalha nessa carreira pode atuar com projetos complexos, como a criação de sistemas operacionais, ou até mesmo os mais simples, como é o caso dos aplicativos mobile. Caberá a(o) profissional aproveitar as suítes de desenvolvimento da melhor forma possível e, assim, estruturar as funcionalidades de um app considerando os melhores padrões do mercado.

Se os sistemas fossem uma casa, por exemplo, o (a) desenvolvedor (a) de softwares seria uma pessoa que constrói casas e que tem grandes qualificações. Mas enquanto quem trabalha na construção civil apoia-se em materiais e ferramentas como o concreto e pás para executar o seu trabalho, o (a) desenvolvedor (a) utiliza computadores e complexas interfaces de desenvolvimento para executar o seu trabalho. Deste modo, quem desenvolve sistemas será capaz de entregar para o seu público-alvo um aplicativo robusto, confiável e livre de erros de segurança.

Como é a carreira de alguém que trabalha com desenvolvimento?

A carreira de desenvolvedor de software é uma das mais flexíveis do mercado. A depender das habilidades da pessoa, ela pode trabalhar em praticamente qualquer empresa ou ambiente do mercado. Não à toa, essa é uma das áreas de TI mais populares existentes.

Há, por exemplo, muitas pessoas desenvolvedoras que trabalham como freelancers ou como autônomos. Elas auxiliam na criação de sistemas para terceiros, atuam em projetos de TI corporativos de modo temporário ou criam aplicativos mobile, como jogos e pequenas soluções. Assim, podem manter um rotina flexível, em que a hora e o local de trabalho são definidas de modo independente.

Há pessoas desenvolvedoras que também trabalham no setor de tecnologia, tanto em start-ups como em empresas consolidadas, como a Microsoft. Nesse caso, elas participam de diferentes projetos, criando soluções de todos os tipos, como:

  • aplicativos mobile;
  • sistemas operacionais;
  • ferramentas de gestão;
  • softwares de escritório;
  • jogos digitais;
  • aplicativos web.

Como se tornar um desenvolvedor de software?

Para se adequar aos diferentes tipos de trabalho, o desenvolvedor de software precisa focar em uma formação completa e alinhada com os seus objetivos. Ou seja, é necessário otimizar o seu tempo e garantir que as suas habilidades estejam dentro daquilo que o mercado procura. Afinal de contas, o profissional que trabalha precisa ter um elevado nível de conhecimento para ter sucesso na sua carreira.

Em outras palavras, é importante entender que quem trabalha com desenvolvimento de sistemas operacionais terá conhecimentos diferentes de um desenvolvedor mobile focado em aplicativos para iOS. Por isso, quem opta por trabalhar com desenvolvimento de software geralmente toma as seguintes medidas:

  • a definição de uma área de atuação: isso orientará o tipo de formação necessária a médio e longo prazo, assim como o mercado de trabalho disponível;
  • a busca por cursos de capacitação e de formação complementar: este caminho é o mais rápido para entrar na área de TI, além de ter um baixo custo;
  • o investimento em formação complementar: cursos de segurança digital, suporte ao usuário, análise de dados e metodologias de trabalho ampliam as habilidades do profissional em pontos-chave para o seu dia a dia.

Quais são as habilidades importantes na profissão?

Como apontamos brevemente no final do último tópico, o desenvolvedor de softwares é um profissional com múltiplas habilidades. Elas vão muito além do conhecimento das linguagens de programação mais populares do mercado. Afinal de contas, os projetos de TI contam com várias etapas e, para garantir a criação de soluções inteligentes, modernas e robustas, é importante saber como elas são executadas.

Nesse sentido, entre as habilidades que o mercado busca e que vão além do conhecimento das principais linguagens de programação, podemos apontar:

  • um bom conjunto de soft skills: essas habilidades ajudam no relacionamento com outras pessoas e na criação de pontes na hora de definir e planejar projetos ou tomar decisões;
  • conhecimentos sobre segurança da informação: a proteção de dados é uma parte crítica da criação de sistemas modernos e é uma das bases de qualquer programa de sucesso;
  • capacidade de trabalhar com metodologias ágeis: muito utilizadas em projetos de desenvolvimento dentro de start-ups, as metodologias ágeis são capazes de trazer mais flexibilidade e integração para o ambiente corporativo;
  • a habilidade de encontrar soluções inteligentes, inovadoras e de qualidade rapidamente: o mercado muda frequentemente e exige que os profissionais de desenvolvimento saibam encontrar soluções de qualidade em prazos curtos.

Quanto ganha um desenvolvedor de software?

O salário de um desenvolvedor de software parte de um valor acima da média nacional e pode facilmente atingir a casa dos seis dígitos anuais. Segundo o site Glassdoor, por exemplo, o salário de um desenvolvedor de sistemas em São Paulo (SP) atinge um valor mensal próximo de R$ 5 mil. Mas empresas consolidadas, como o Facebook, podem pagar até R$ 8 mil para quem faz um estágio. Tudo depende dos seus conhecimentos, região em que a vaga está localizada, o perfil da empresa e a sua experiência.

Justamente por isso, ser um desenvolvedor de software é algo que atrai tantas pessoas. Essa carreira é muito procurada no mercado e tem vagas em negócios de diferentes perfis e setores. Portanto, se você procura uma carreira na tecnologia para atuar, sempre considere o cargo de pessoa programadora como uma boa alternativa.

Quer saber como virar um desenvolvedor de sistemas? Então confira o nosso post com dicas para quem quer aprender a programar!

0 Shares:
Você também pode gostar