Melhorar os processos internos e garantir maior eficiência é uma das tarefas mais importantes e, ao mesmo tempo, mais delicadas nas empresas de Tecnologia. Afinal, como maximizar a produtividade e não perder qualidade nas entregas, não é mesmo?

Uma das formas mais interessantes e que está cada vez ganhando mais espaço no mercado são as metodologias ágeis(ou métodos ágeis). Saber mais sobre essas questões é fundamental para modernizar sua empresa e potencializar os resultados ao longo do tempo.

Então continue lendo e entenda o que são as metodologias ágeis e conheça as principais delas:

Boa leitura!

O que são metodologias ágeis?

As metodologias ágeis são aquelas implementadas nas organizações de TI, cujo objetivo é propiciar formas mais práticas no planejamento, desenvolvimento e entrega de soluções no setor, sem colocar em risco a qualidade do trabalho.

Criadas a partir do Manifesto Agile, essas metodologias podem — e devem — ser inseridas em qualquer tipo de projeto, inclusive aqueles que estejam sendo realizados e que não estejam relacionados com software, especificamente.

Elas permitem também que as equipes consigam lidar melhor com imprevisibilidades e que possam acometer o projeto e, com isso, reorganizá-lo e conseguir melhores resultados. Sendo assim, são mais adaptáveis a mudanças.

Além disso são uma alternativa interessante para os modelos tradicionais de desenvolvimento, diminuindo possíveis burocracias que atrapalhem os processos internos ou comprometam até mesmo a qualidade do projeto.

Como falamos, elas surgiram do Manifesto Agile, criado em 2001, no estado de Utah, concebendo quatro valores fundamentais:

  • as pessoas e as interações entre elas importam mais do que os processos e ferramentas utilizadas;
  • o software pronto para funcionamento vale mais do que uma documentação abrangente;
  • um processo de colaboração conjunta com o cliente importa mais do que uma negociação de contrato entre as partes;
  • atender a uma necessidade de mudanças importa mais do que seguir o plano inicial.

Diante desses quatro pilares, diversas pessoas especialistas criaram suas metodologias, sendo adotadas, assim, pelas organizações.

Como as metodologias ágeis funcionam?

É fundamental entender que os métodos ágeis são ferramentas, ou seja, cada um deles opera de uma forma. Sendo assim, é importante que uma empresa observe e identifique qual deles pode surtir melhores resultados na rotina interna do negócio.

Independentemente da metodologia adotada, há alguns parâmetros que são bem semelhantes, pois são questões de base do modelo ágil. Por exemplo, via de regra eles operam em ciclos curtos, sendo que, a cada um deles, uma parte do projeto deverá ser entregue.

Normalmente as equipes são integradas, multidisciplinares, geralmente formadas por um número reduzido de pessoas e que seja autogerenciável. O objetivo é conseguir chegar a uma solução de qualidade, entregando algo de alto valor para o cliente.

É necessário deixar claro que nenhum destes aspectos exime sua empresa de implementar a disciplina, documentação e planejamento em todas as etapas existentes.

Os metodos ageis, assim, são indicados para operarem quando não há muitos dados sobre o projeto em si ou quando se está operando com um ambiente em constante transformação. Ou seja, se as pessoas gestoras ainda não sabem muito o que fazer, mas possuem um deadline apertado, pode ser a melhor opção. Não se limitam, porém, apenas a esses casos, podendo ser adaptado em outros contextos.

Quais os benefícios das metodologias ágeis?

A adoção dessas metodologias em seu negócio pode surtir efeitos positivos interessantes para a empresa. Veja alguns deles a seguir:

  • Assertividade, com o foco na entrega para o cliente mais delimitado do que nos métodos tradicionais;
  • flexibilidade, permitindo mudanças durante o projeto, caso seja necessário, sem comprometer a execução daquilo que o cliente necessita;
  • maior colaboração, principalmente entre times e cliente, conseguindo entregar algo que o satisfaça a longo prazo;
  • melhor comunicação entre todos os envolvidos, evitando falhas que possam comprometer o projeto;
  • projetos mais simples, com documentações reduzidas em comparação com os métodos tradicionais.

Quais as principais metodologias ágeis?

Como falamos, há uma série de metodologias ágeis que podem ser implementadas pela sua empresa, sendo necessário identificar quais delas se adequam melhor para o perfil dos projetos do seu negócio. Vamos mostrar os principais a seguir.

Scrum

O Scrum é um dos frameworks agile mais populares. Permite a verificação do desenvolvimento da solução por meio de ciclos de atividades programadas que, no caso, são os Sprints, correspondentes a cada etapa da produção. A duração de cada ciclo dependerá do momento do projeto.

Nele, as pessoas colaboradoras podem ter três funções: product owner, scrum master e development team. Esses três atores constituem, assim, o scrum team. Cada um cumpre uma tarefa, da seguinte forma:

  • product owner: responsável pleo backlog do produto;
  • scrum master: é o responsável por adotar o scrum em toda a empresa, garantindo que seja aplicado corretamente;
  • development team: formado pelos desenvolvedores, responsáveis por entregar as funcionalidades da solução.

Feature Driven-Development (FDD)

A diferença deste para o Scrum está, essencialmente, no fato de que o Feature Driven-Development foca no desenvolvimento do projeto do produto segundo suas funcionalidades, enquanto o Scrum tem base na gestão do projeto. Ele normalmente é dividido em duas etapas:

  • Concepção e planejamento: é construído o modelo, com as principais especificações do projeto. É feito apenas uma vez e dura, em média, entre 1 e 2 semanas.
  • Construção: momento no qual as funcionalidades são, de fato, desenvolvidas em ciclos e também em um momento incremental, no qual se adiciona funcionalidades nas etapas anteriores já realizadas.

Extreme Programming (XP)

O eXtreme Programming tem por base 5 valores fundamentais:

  • comunicação;
  • simplicidade;
  • feedback;
  • coragem;
  • respeito.

Algumas práticas são fundamentais quando falamos na condução dos projetos sob esse tipo de metodologia. São elas:

  • necessidade de fases pequenas, dividindo o projeto em pequenos ciclos rápidos;
  • jogo de planejamento, no qual se define quais serão as prioridades de cada ciclo;
  • metáfora, no qual é o momento de entender como é a realidade do cliente, colocando-se no lugar dele;
  • design simples, no qual os times devem focar no que foi solicitado pelo cliente ao invés de tentar reinventar a roda;
  • testes de aceitação, de forma que cada novidade precisa ser testada e aprovada pelo cliente;
  • semana de 40 horas, na qual os colaboradores precisam ter o tempo de descanso para conseguirem ser produtivos;
  • propriedade coletiva, de forma que a elaboração do código-fonte é colaborativa, ou seja, todos podem modificá-lo, entre outros.

Kanban

O Kanban é um workflow (uma sequência de processos para automatizar uma sequência de ações) no qual torna-se possível visualizar de forma mais eficiente os processos de realização de um projeto, verificando o que foi realizado e o que ainda está pendente. Basicamente ele opera com a elaboração de três colunas:

  • to do, no qual estão presentes todas as tarefas a serem feitas;
  • doing, no qual estão presentes todas as tarefas em fase de desenvolvimento e
  • done, no qual estão presentes todas as tarefas que já foram realizadas pelas equipes.

As metodologias ágeis são cada vez mais implementadas nas organizações de tecnologia como uma forma de conseguir maior eficiência nos processos e garantir entregas mais ágeis e de melhor qualidade para a pessoa contratante. Então, é importante considerar a ideia de implementá-las em seu negócio.

Quiz Metodologias Ágeis

Você aprendeu tudo sobre metodologias ágeis? Teste seus conhecimentos!

  • 1. Sobre métodos ágeis, é correto afirmar que:
    • a) Elas não são recomendadas para todos os tipos de projetos, somente aqueles que não estão envolvidos com software.
    • b) São metodologias divergentes das tradicionais e servem para auxiliar no desenvolvimento de projetos, atenuando burocracias e melhorando a qualidade.
    • c) Foram criadas no Brasil, a partir do manifesto Agile.
    • d) Focam essencialmente na qualidade da execução do projeto, não se importando com maximizar a produtividade. 
    • e) Métodos ágeis dizem respeito à velocidade com que a pessoa colaboradora trabalha em uma empresa.
  • 2. Todas as alternativas abaixo representam um valor fundamental do Manifesto Agile, exceto: 
    • a) Processos e ferramentas não importam tanto quanto pessoas e suas relações.
    • b) Um software preparado para ser utilizado é mais valioso do que um documento extensivo.
    • c) Ter um plano bem estruturado e rígido é essencial para se obter qualidade e produtividade.
    • d) É preferível uma relação de colaboração com clientes do que apenas uma negociação contratual.
    • e) É importante ser flexível e adaptar-se a mudanças, independentemente da proposta inicial.
  • 3. Em relação ao funcionamento dos métodos ágeis, assinale o que for correto:
    • a) Nem todos métodos ágeis são iguais, portanto é necessário analisar quais deles podem ser melhores aplicados a um determinado negócio. 
    • b) É comum que os métodos ágeis trabalhem com equipes que sejam completamente independentes e focadas em uma só disciplina.
    • c) Os métodos ágeis muitas vezes dispensam a disciplina, a documentação e o planejamento em diversas etapas. 
    • d) Não se recomenda os métodos ágeis quando não há muita informação sobre o projeto ou quando há muitas mudanças.
    • e) Os métodos ágeis atuam em ciclos de trabalho mais longos, entregando um único produto final.
  • 4. As metodologias ágeis apresentam uma série de benefícios, dentre os quais NÃO se encontra:
    • a) Assertividade na entrega de um produto final de qualidade para clientes.
    • b) Comunicação mais eficiente entre pessoas colaboradoras, impedindo que erros imprevistos por esse motivo aconteçam. 
    • c) Trabalho em conjunto entre equipe e clientes, fazendo com que a satisfação se dê a longo prazo.
    • d) Projetos simples e com menor burocracia em relação às metodologias tradicionais.
    • e) Maior flexibilidade para alterações no projeto inicial, podendo considerar até mesmo alterar as necessidades de clientes.
  • 5. Dentre as principais metodologias ágeis, uma delas valoriza a comunicação, o feedback, a simplicidade, a coragem e o respeito. Algumas de suas práticas incluem ciclos rápidos e pequenos, semana de 40 horas no máximo, design simples e jogo de planejamento. Estamos falando da:
    • a) Scrum.
    • b) Feature-Driven Development.
    • c) Extreme Programming.
    • d) Kanban.
    • e) Manifesto Agile.

O que achou de aprender mais sobre metodologias ágeis e conhecer suas aplicações? Se você gostou do conteúdo e deseja acompanhar as atualizações, não deixe de conferir nossas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Twitter.

0 Shares:
Você também pode gostar