Games eletrônicos são divertidos, podem servir como meio de aprendizado e ainda são uma opção de carreira para se trabalhar. Basta ver o crescimento dos cursos de formação voltados para quem pretende atuar com o desenvolvimento de jogos.

Se você quer seguir uma carreira na área de tecnologia, nada melhor do que trabalhar com algo que se identifique, não é? Por isso, a carreira de desenvolvimento de jogos pode ser uma ótima alternativa: além de trabalhar com a resolução diária de desafios, você conseguirá impactar um grande número de pessoas caso o seu jogo tenha sucesso.

Nesse texto você aprenderá:

  • Que profissionais forma uma equipe de desenvolvimento de jogos?
  • O que faz um(a) desenvolvedor(a) de jogos?
  • Como começar sua carreira em desenvolvimento de jogos?

Quer saber mais sobre essa carreira e como entrar nela? Então continue a leitura deste texto!

Que profissionais formam uma equipe de desenvolvimento de jogos?

Os projetos de desenvolvimento de jogos digitais são voltados para a criação de games para plataformas mobile, desktop e consoles. Eles reúnem pessoas formadas em diversas áreas focadas em entregar um jogo robusto e encantador. Tudo isso a partir de um conjunto de requisitos básicos e metas claras.

Um jogo pode ser visto como qualquer outro software. Porém, ele faz um uso avançado de recursos audiovisuais para contar histórias. Além disso, tem elementos de Inteligência Artificial para tornar a experiência de jogo mais dinâmica e desafiadora.

Justamente por isso, ao contrário de programas tradicionais, os projetos de desenvolvimento de jogos contam com uma equipe sempre diversificada. Além de pessoas que trabalham com o desenvolvimento direto da aplicação, há também:

  • roteiristas, que são responsáveis por escrever a história;
  • Pessoas editores de som, que trabalham com os efeitos de áudio do jogo, a sua locação e a trilha sonora;
  • líderes de projetos, que organizam as equipes e o seu fluxo de trabalho;
  • analistas de testes, que avaliam se todas as funcionalidades estão rodando corretamente;
  • level designer, que é a pessoa que faz os mapas de cada etapa do jogo.

Cada uma dessas pessoas é responsável por uma parte do processo de desenvolvimento de jogos. Juntas, elas garantem que a aplicação final seja capaz de prender quem está jogando por longos períodos com uma dinâmica visualmente atraente, efeitos sonoros de qualidade e desafios inovadores.

Sabe aquele jogo que você não consegue parar de jogar e que te deixa totalmente imerso? Pois bem, é desse tipo de jogo que estamos falando. Sem uma equipe com tais profissionais, isso não seria possível.

O que faz uma pessoa desenvolvedora de jogos?

Na estrutura de desenvolvimento de um jogo, as pessoas que trabalham diretamente no código-fonte têm um papel muito importante. São elas que transformam os mapas em uma realidade que possa ser interpretada pelo aparelho de quem está jogando. Ou seja, as pessoas que desenvolvem jogos são responsáveis por unir elementos gráficos, de áudio e demais recursos para garantir que o produto possa funcionar corretamente.

Cabe à equipe de programação criar todo o código-fonte do jogo. Isso inclui as funções de Inteligência Artificial, os códigos que gerenciam menus e os recursos utilizados para interpretar os comandos dados aos personagens. Cada detalhe deve ser feito pensando na plataforma em que o jogo será distribuído, o público-alvo do game e as ferramentas de desenvolvimento disponíveis.

Quando o trabalho do time de desenvolvimento é feito, as ações de todos os outros times entrarão em sintonia durante a execução do jogo. Cada ação do jogador ou jogadora será executada conforme o esperado e nenhum bug aparecerá. Assim, o comprador ou usuário poderá focar na sua diversão o tempo todo, sem se preocupar com outros problemas.

Como começar sua carreira em desenvolvimento de jogos?

Para começar a carreira em desenvolvimento de jogos, o principal passo é encontrar um curso de programação alinhado com as suas necessidades e o seu perfil. Há quem prefira aprender online e há quem goste dos ambientes físicos de ensino, como as salas de aula tradicionais. Mas, em todo caso, é importante escolher um bom meio de formação.

Afinal de contas, os seus conhecimentos sobre programação serão fundamentais para ter familiaridade e pouca dificuldade na hora de trabalhar em um projeto de desenvolvimento de jogos. Mas, além disso, algumas habilidades adicionais podem ser importantes. Entre elas, podemos destacar:

  • ter boas soft skills, habilidades comportamentais, que facilitam a relação entre todas as pessoas que estão envolvidas no projeto do jogo;
  • saber criar um networking profissional, ou seja, vínculos com pessoas que são referência no setor e que possam te guiar ao longo da sua carreira;
  • conhecer quais são as principais metodologias de trabalho em projetos de TI, uma vez que elas guiarão o seu planejamento diariamente;
  • ter paixão por jogos, afinal, ninguém quer trabalhar a vida inteira em algo que considera desagradável;
  • estar sempre atento às tendências do mercado, para conseguir aproveitar ao máximo as novas ferramentas e tecnologias disponíveis;
  • sempre participar de cursos de aperfeiçoamento;
  • conhecer as boas práticas para testar e escrever um código com poucos bugs e vulnerabilidades de segurança;
  • não deixar de participar e acompanhar as principais conferências e eventos do setor.

Oportunidades

As oportunidades na área de tecnologia não param de crescer. Trabalhar com TI é um ótimo caminho para pessoas com boas práticas em lógica, resolução de problemas e se imaginam transformando a tecnologia em uma fonte de renda. E se isso for feito com algo divertido, como os jogos, melhor ainda!

Se você gosta de programação e está pensando em qual área seguir, considere o ramo de desenvolvimento de jogos. Esse é um setor dinâmico, em que novos projetos aparecem diariamente, sempre com muitos desafios. Além disso, é possível traçar uma carreira internacional: quem tem uma boa formação pode trabalhar de casa ou de outro país, recebendo em moedas estrangeiras e ainda tendo contato direto com pessoas de todo o planeta.

Por isso, não perca tempo e comece agora mesmo a investir na sua formação e, assim, garantir as melhores oportunidades!

Quer receber outras dicas sobre a área de tecnologia? Então acompanhe os perfis da Trybe nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Twitter e no Instagram!

7 Shares:
Você também pode gostar