A área de desenvolvimento web oferece diversas possibilidades de atuação e conta com diferentes níveis em sua faixa salarial. De acordo com o Guia Salarial 2020, elaborado pela Robert Half, uma das carreiras de destaque em tecnologia é a da pessoa desenvolvedora.

Segundo o levantamento, o valor do salário varia de R$ 3.100,00 — para o cargo de Desenvolvedor Front-End ou Back-End Júnior — à R$ 15.750,00 — para o cargo de Desenvolvedor Front-End Sênior. Portanto, essa é uma carreira promissora e com diferentes alternativas de atuação.

Para que você conheça um pouco mais sobre as oportunidades dessa carreira, fizemos este post em que vamos mostrar:

  • O que é Desenvolvimento Web?
  • Principais linguagens usadas no Desenvolvimento Web;
  • Quais as vantagens dos sistemas web?
  • O que faz uma pessoa Desenvolvedora Web?
  • Como começar sua carreira na área.

Boa leitura!

O que é Desenvolvimento Web?

Basicamente, desenvolvimento web significa codificar páginas para a internet. No entanto, essa tarefa vai além da utilização de HTML e CSS, as ferramentas básicas para a criação de uma página estática — que apresenta informações que só podem ser modificadas com a edição do código fonte.

Ao contrário, as páginas em um site podem ser dinâmicas. Isso significa que o conteúdo exibido pode ser alterado sem a interferência no código fonte. Para que isso seja possível, as partes dinâmicas do site ficam armazenadas em um banco de dados, que é acessado sempre que for necessário recuperar esse conteúdo.

Essa característica permite o desenvolvimento de aplicações complexas, que utilizam regras de negócios, APIsApplication Programming Interface — e muito mais. Portanto, existe uma divisão nas atividades voltadas ao desenvolvimento para web, a codificação do lado cliente (front-end) e a do lado do servidor (back-end).

Principais linguagens usadas no Desenvolvimento Web

Existe uma grande variedade de linguagens de programação e muitas podem ser utilizadas para o desenvolvimento de aplicações web ou para a construção de APIs. Confira algumas delas a seguir.

Java

Java é uma linguagem de programação para o desenvolvimento de aplicações desktop, aplicativos mobile e que também pode ser utilizada em aplicações web.

JavaScript

O JavaScript é uma linguagem de programação interpretada utilizada no front-end da aplicação web. Ele permite a manipulação de diversos elementos da página, o que possibilita torná-la interativa e melhorar a experiência da pessoa usuária do site.

C

A linguagem C oferece inúmeras possibilidades de desenvolvimento, inclusive o de sistemas operacionais. Ela também pode ser utilizada para o desenvolvimento de jogos, sistemas embarcados e equipamentos industriais.

C++

O C++ é uma linguagem voltada para o desenvolvimento de programas para desktop e utiliza o paradigma de programação orientada a objetos.

Python

O Python é uma linguagem multiplataforma e multiparadigma, o que significa que é possível programar com a utilização de diferentes metodologias, como a programação orientada a objetos, funcional, imperativa ou procedural. Ela também pode ser utilizada para diferentes finalidades, entre elas Machine Learning, aplicações web e mobile.

Objective-C

O Objective-C é uma linguagem que permite o desenvolvimento de aplicações para a plataforma iOS, da Apple. Entre as suas possibilidades está a do desenvolvimento de aplicativos mobile web, que utilizam o navegador para exibir a página, mas tem a aparência de um aplicativo mobile.

Vale dizer que ainda existem muitos tipos de linguagens de programação para o desenvolvimento de aplicações web, entre elas PHP, C#, Rubi, além de frameworks que oferecem uma série de funcionalidades que facilitam o desenvolvimento, como o Angular, jQuery, React.js e muito mais.

Quais as vantagens dos sistemas web?

Diversos fatores contribuem para que as empresas prefiram investir em uma aplicação web. Uma delas é a redução no investimento com a infraestrutura necessária para a utilização de aplicações locais, em que há o custo com licenças de softwares, além das despesas com o hardware necessário.

Outro fator é a facilidade de acesso às aplicações web, que podem ser utilizadas em diferentes locais e tipos de dispositivos. Há também a facilidade de integração com outros sistemas, o que permite ampliar as funcionalidades do sistema.

Quando há a necessidade de implementar atualizações na aplicação, elas não precisam ser feitas em cada uma das máquinas que utilizam o programa, pois não há a necessidade de cada pessoa usuária fazer a instalação. Isso porque as atualizações são centralizadas na aplicação e refletem automaticamente para todas as pessoas que a utilizam.

O que faz uma pessoa Desenvolvedora Web?

Como dito anteriormente, o desenvolvimento web pode ser dividido em duas partes principais: o front-end e o back-end. O primeiro é voltado para a construção visual do site, ou a interface que dialoga com a pessoa usuária da aplicação. O foco das aplicações front-end são os elementos das páginas e as melhores formas de interação.

Entretanto, é importante saber que existe também o Web Design, o responsável por definir as telas e fazer com que a aplicação tenha usabilidade, tornando-a simples e intuitiva. O desenvolvedor front-end, por sua vez, é responsável por tratar as informações trazidas do back-end e apresentá-las para quem as utilizam.

Já as aplicações back-end são voltadas às regras de negócio. Elas são responsáveis por executar as operações no banco de dados, ou seja, incluir, excluir e alterar os registros no sistema. As operações back-end também podem ser feitas com o uso de interfaces ou APIs, e a interação com elas fazem parte das tarefas da pessoa desenvolvedora back-end.

Como começar sua carreira na área!

Com tantas opções para escolher, é comum haver dúvidas sobre qual é o melhor caminho a seguir. Por isso, confira a seguir algumas dicas para dar início nessa carreira.

Defina o seu objetivo

Ter o conhecimento em tudo é tentador. Entretanto, é preciso definir um objetivo para criar uma trilha de aprendizado de sucesso. Assim, será possível alcançar o conhecimento necessário com o foco bem definido. Um bom caminho é iniciar os estudos pelo básico, como aprender lógica de programação, um fator essencial para o avanço na jornada!

Não pule etapas

Com tantos frameworks e linguagens de programação existentes, é comum a vontade de aprender várias opções. Entretanto, é preciso ter cuidado para não pular etapas, pois aprender um conteúdo mais avançado antes de adquirir o conhecimento básico dificulta o processo de aprendizado.

Se o objetivo for aprender front-end, por exemplo, é preciso conhecer as linguagens e ferramentas iniciais indicadas para essa finalidade, como HTML, CSS e JavaScript. Conforme a evolução do conhecimento, aumente o nível do aprendizado com a utilização de novas linguagens ou frameworks, como o Bootstrap e Angular.

Estude sempre

A tecnologia está sempre em evolução e isso inclui as ferramentas para o desenvolvimento web. Por isso, é importante pesquisar sobre as novas tendências para conhecer as novidades da área, além de estudar com mais profundidade as que mais fizerem sentido para a sua carreira.

Além disso, quando o assunto é programação, é sempre importante buscar por cursos de qualidade, que possuem conexão com o mercado e também atualizados em relação às novas tecnologias.

O desenvolvimento web é uma profissão promissora e oferece diferentes frentes de atuação, pois além da opção de desenvolver para o front-end ou back-end, há a possibilidade de se especializar em linguagens e ferramentas específicas. Portanto, siga as dicas para iniciar essa carreira e tenha muito sucesso nessa jornada.

Gostou do nosso conteúdo sobre as possibilidades de carreira para desenvolvimento web? Então, veja também o que é Web Design e o que faz esse profissional!

0 Shares:
Você também pode gostar