A programação para iniciantes é um mundo fascinante. Envolve uma certa complexidade característica, mas dominar os assuntos relacionados é possível com o devido esforço e estudo. Além disso, hoje, é uma função com alta demanda no mercado. 

Por essa razão, apesar das dificuldades, se você se interessa pela área é preciso dar o primeiro passo e começar a estudar. Só assim, futuramente você pode se tornar uma pessoa expert no assunto, desenvolver as habilidades necessárias e seguir uma carreira promissora na área da tecnologia.

Neste artigo, veremos os aspectos mais importantes sobre o mundo da programação, como dar os primeiros passos e seguir com os estudos. Confira!

Programação para iniciantes: quais os aspectos mais importantes?

Uma das maneiras de estimular o desejo por aprender a programar é entender a sua importância, estabelecendo isso como uma motivação.

Atualmente, a demanda por produção de software tem aumentado bastante, já que as empresas precisam cada vez mais de soluções tecnológicas para resolver os problemas do dia a dia. Seja para automatizar processos, seja para gerenciar os setores, os sistemas são imprescindíveis.

Por essa razão, as companhias costumam recorrer a fábricas de software ou até mesmo a pessoas programadoras autônomas com requisitos que devem ser transformados em código. Às vezes, ela trabalha sozinho, às vezes, em equipe.

Essas organizações contratantes não são de segmentos específicos: há aplicações para todas as indústrias e campos profissionais. Até mesmo em uma única empresa, diversos sistemas com diferentes finalidades podem ser implementados.

Primeiros passos

Por essa razão, o primeiro passo é estudar um pouco de lógica de programação. Ela te ajudará a construir o raciocínio computacional necessário. Assim, os estudantes terão contato com conceitos importantes dessa atividade, como variáveis e funções

Atrelado a esse estudo, está o aprendizado sobre algoritmos e sobre o fluxo lógico de qualquer programa de computador. Nesse sentido, vale conhecer os fluxogramas e entender como eles são importantes para resumir o funcionamento dos sistemas. 

Em seguida, é importante conhecer um pouco os paradigmas de programação, como o orientado a objetos e funcional.

A pessoa que está estudando deve entender as diferenças e similaridades entre esses padrões de modo a partir para a próxima etapa: escolher uma linguagem.

Para quem atua no ramo da programação, a linguagem é a principal ferramenta para resolver problemas. A lógica quase sempre é a mesma, mas a forma de implementar varia de acordo com a tecnologia escolhida. 

Uma boa opção para começar é a linguagem JavaScript, que se tornou referência por suas vantagens e por ser similar a outras famosas do mercado, como C++, C# e Java, com muitos conceitos e estruturas semelhantes. Por ser semelhante às outras, é interessante buscar um conhecimento sólido em JavaScript de modo a otimizar o aprendizado das demais. 

Desenvolvimento web

Caso você queira começar com aplicações web, pode dar os primeiros passos com HTML, CSS e JavaScript, as três principais para o desenvolvimento front-end (que compreende a parte visual dos sites, ou seja, o que aparece para os usuários). 

Como continuar os estudos na área de programação?

Aqui, você perceberá que já está encaminhado. Contudo, é preciso continuar e reforçar o que foi aprendido. Para isso, o estudante deve praticar bastante e seguir as dicas:

Estudar inglês

O inglês é essencial para estudantes e pessoas que já atuam na área de tecnologia. Afinal, uma imensa quantidade de materiais está disponível no idioma para ajudar no dia a dia. Se o estudante consegue superar essa barreira e ler em inglês, vai conseguir acessar soluções de problemas e tutoriais valiosos sobre as linguagens estudadas, em complemento com o material em português.

Não se limitar ao que é ensinado em livros 

É importante também não se limitar a livros e outros materiais teóricos, mas buscar treinar a parte prática. Ou seja, não vale somente ler sem exercitar. Programação é como um músculo: você precisa de prática para estimular o crescimento e desenvolvimento. 

Conversar com outras pessoas programadoras

Outra dica é fazer networking com outras pessoas da área. Assim, você consegue ajuda para dúvidas e problemas, mas também aprende a debater ideias e se relacionar em equipe. Busque sempre alguém com mais expertise que possa auxiliar o seu aprendizado e evolução.

Dialogando com colegas, é possível obter dicas de aprendizado e melhores práticas para evolução na área. Além disso, conhecer a visão dos outros também é interessante, afinal, a programação não é uma área fechada e existem diversas formas de resolver um único problema. 

O que também ajuda nesse sentido é estar em comunidades de pessoas programadoras e grandes fóruns. Lá, você pode tirar suas dúvidas e promover discussões sobre aspectos específicos das linguagens aprendidas.

Entrar em pequenos projetos 

Para reforçar ainda mais o conhecimento, uma boa dica é se envolver em projetos práticos, com desafios e problemas do mercado, se possível. Essa estratégia ajuda a dar uma visão do que a profissão realmente é e de como a programação é importante para o mundo.

Ou seja, enquanto serve de aprendizado, reforça a motivação e dá às pessoas mais razões para continuar na área. 

Realizar exercícios rápidos

Outro ponto que auxilia bastante nessa etapa inicial é utilizar exercícios rápidos para solidificar o aprendizado. Pequenos desafios, como operações entre números, são bons para treinar e estimular a desenvoltura com as regras da linguagem e experimentar as boas práticas de programação. É interessante tentar se desafiar a buscar formas diferentes de chegar a um mesmo resultado. 

Seguir tutoriais

Outra estratégia é seguir tutoriais prontos na internet sobre como resolver problemas específicos. O bom desses conteúdos é que eles são extremamente didáticos e ajudam a avançar passo a passo na superação de algum desafio.

No início, é difícil pensar em lógicas, estruturas e em suas próprias formas de chegar aos resultados, por isso, os tutoriais são ótimos nesse sentido. Entretanto, vale destacar que aprender de maneira autônoma também é uma ótima estratégia.

A programação para iniciantes pode parecer complexa, mas com as dicas certas, como as que citamos, você consegue aprender e dominar essa área com mais tranquilidade. Dessa forma, vai se preparar para o mercado e se tornar uma pessoa pronta para trabalhar em diferentes segmentos.

O que achou de aprender algumas dicas sobre programação para iniciantes? Se você gostou do conteúdo e deseja acompanhar as atualizações, não deixe de conferir nossas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Twitter.

45 Shares:
Você também pode gostar