Você já ouviu falar em DevOps? Ela é uma cultura organizacional que visa trazer mais agilidade para o desenvolvimento de software e tem se tornado a queridinha das empresas de tecnologia. Caso você almeje uma carreira nessa área, é importante entender esse conceito.

O mercado atual não tem espaço para desacordo ou para processos demorados. Por conta disso, as organizações estão sempre em busca de formas de melhorar suas atividades internas para obter maiores resultados.

Com isso, profissionais DevOps tem um grande espaço de crescimento no mercado, por meio do surgimento de várias oportunidades e possibilidades de trabalho. Confira mais sobre essa metodologia a seguir!

O que é DevOps?

Podemos conceituar DevOps como uma metodologia de desenvolvimento de softwares baseada em comunicação e em integração entre as pessoas desenvolvedoras e profissionais de infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) atuantes na empresa.

À primeira vista, pode parecer algo impossível, já que quem trabalha na área sabe as dificuldades existentes para integrar esses dois setores, contudo, é fundamental para empresas que trabalham com tecnologia.

Com o uso das metodologias ágeis sendo adotado por boa parte das empresas, é necessário manter a agilidade de toda a infraestrutura e das novas funcionalidades em produção. É aqui que entram as orientações DevOps, já que o setor de desenvolvimento deve estar alinhado com o de operações.

Por conta dessa característica de aplicação, o DevOps também é conhecido por entrega contínua ou implementação contínua, pois visa padronizar o ambiente de desenvolvimento para auxiliar as pessoas desenvolvedoras a lançar as novas versões de software.

A principal dificuldade enfrentada pelas organizações para garantir a implementação e o lançamento de novas versões ou funcionalidades vem dos processos, que muitas vezes ainda são realizados de forma manual, afetando a rapidez e aumentando o número de erros do procedimento.

Conheça os principais pilares da cultura DevOps

A cultura DevOps é baseada em três pilares básicos, que apoiam todas as suas ações de integração entre ambos os times, ou seja, de desenvolvimento e de operações. São eles:

  • implantação contínua: liberação rápida e automática de novas funcionalidades e versões de software;
  • integração contínua: transferência de conhecimento entre as áreas e a comunicação livre das equipes;
  • feedback contínuo: busca constante de feedback junto aos membros das equipes em todas as fases do desenvolvimento de software.

Como funciona o DevOps?

Pessoas desenvolvedoras buscam sempre lançar as aplicações de forma rápida, enquanto o time de operações preocupa-se com a administração da infraestrutura de TI, garantindo que a aplicação esteja estável antes do lançamento, evitando problemas ou falhas.

Então, temos uma situação na qual o time de TI foca em métodos ágeis e eficientes para desenvolver softwares, e a equipe de operações está sempre de olho no gerenciamento do ambiente de tecnologia.

Já quando voltamos os esforços para uma estratégia DevOps, temos uma mescla dos dois objetivos, sendo que ambas as pessoas, de desenvolvimento e de operações, devem ter conhecimentos em nas duas áreas.

O time de desenvolvimento deverá conhecer operações, mesmo que de forma básica, e vice-versa. Deve-se garantir que todos se preocupem com os dois focos dentro de suas atividades.

Para isso, podemos contar com ferramentas tecnológicas especializadas que se encaixem em algumas das etapas. Elas vão desde o desenvolvimento até a entrega. São elas:

  • codificação;
  • compilação;
  • teste;
  • release;
  • deploy;
  • monitoramento.

Quais as vantagens de usar a cultura DevOps?

Os benefícios do uso de DevOps são enormes e boa parte das pessoas que trabalham com essa metodologia aprovam a sua utilização. Vamos mostrar algumas dessas vantagens.

Melhoria de deployments

Uma das grandes vantagens da metodologia DevOps é o aumento das entregas de atualizações em um sistema, junto à baixa taxa de falhas que poderiam ocorrer em cada uma dessas entregas.

Ao entregar softwares com mais frequência, as empresas podem estar mais bem alinhadas com as expectativas de clientes e ocupar melhores lugares no mercado em relação aos concorrentes.

Segurança

É preciso ter em mente que velocidade e segurança não caminham necessariamente juntos. Por isso, o DevOps visa operar de forma rápida, mas também com um foco na oferta de uma estrutura estável e segura.

Estamos vivendo uma era na qual a segurança não deve ser apenas uma conveniência, e sim algo fundamental, ainda mais com a promulgação de regulamentações como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que visa sanções para vazamentos de informações.

Simplificação de processos

Uma das premissas do DevOps é ofertar fluxos de trabalho mais simplificados, escutando todos os setores envolvidos e buscando otimização em cada uma das tarefas para a publicação de novas funcionalidades.

Uma dessas estratégias de simplificação é o reúso de módulos de software, agilizando o desenvolvimento, reaproveitando código e minimizando o tempo de entrega.

Modernização da TI da empresa

Dentro da estratégia de DevOps, está intrínseca a utilização da cloud computing. Usa-se a nuvem para melhorar, com baixos investimentos, a infraestrutura de TI da organização.

Além disso, para empresas que atuam com dados sensíveis e que possam trazer problemas se vazados, também é possível utilizar uma nuvem híbrida. Trata-se de uma integração entre servidores privados e públicos visando maior segurança.

Estímulo à colaboração

Por fim, temos a colaboração, uma mudança na cultura da empresa, visando a um melhor diálogo entre todas as áreas e garantindo mais ideias, inovações e resultados. Isso porque temos várias visões diferentes acerca de uma mesma funcionalidade.

No DevOps, a colaboração é estimulada e potencializada, integrando de forma contínua as opiniões de todos os times. A solução final é desenvolvida de forma direta ou indireta por toda a equipe. Isso facilita a identificação de falhas e melhora o produto final.

Como iniciar sua carreira DevOps?

Dentro dessa estratégia, temos o time de desenvolvimento, a equipe de operações e profissionais de DevOps, que é a pessoa responsável pela eficácia de ambos os conjuntos de profissionais. Ela otimiza a produtividade da equipe de desenvolvimento e a confiabilidade de operações.

Ele deve coordenar desde a etapa de idealização de uma determinada funcionalidade ou versão de software até o feedback obtido de clientes, buscando melhorias para o processo na totalidade.

Segundo o Glassdoor, o salário médio de profissionais DevOps fica em torno de R$ 6 mil reais mensais, podendo chegar até R$ 15 mil para quem apresenta maior experiência de mercado. Existem oportunidades em inúmeras empresas, inclusive multinacionais.

Para tornar-se um DevOps, você pode investir em cursos online e presenciais, sendo possível ingressar na carreira já atuando nos setores de desenvolvimento ou de operações.

A metodologia DevOps alinhada ao desenvolvimento ágil é o futuro da criação de software. Assim, é fundamental que profissionais se especializem nesse sentido, sempre em busca de destaque no mercado de trabalho.

Quer conferir mais dicas sobre carreira? Então, não deixe de conferir o guia completo para atingir uma carreira de sucesso.

0 Shares:
Você também pode gostar