O Google anunciou que está realizando testes para implementar inteligência artificial em semáforos com o objetivo de reduzir a poluição nas cidades. O próximo local a receber o projeto será o Rio de Janeiro. A ideia é que a tecnologia aumente a eficiência dos sinalizadores, resultando em tempos de espera menores. 

Essa foi apenas uma das iniciativas apresentadas pela empresa como parte de um conjunto de esforços com foco em sustentabilidade. Segundo o Google, os novos produtos e atualizações visam ajudar as pessoas a tomar decisões mais informadas e conscientes. 

No caso do projeto com semáforos, o problema que a companhia se propõe a solucionar é o fato de que, ao parar em uma interseção, o tempo de espera se traduz em mais combustível sendo consumido, o que consequentemente afeta a poluição do ar.

A proposta do Google é utilizar inteligência artificial para calcular as condições do trânsito e os intervalos de tempo em interseções para tornar os semáforos mais eficientes. De acordo com a empresa, uma de suas equipes de IA já conseguiu realizar os cálculos necessários e coletar dados para otimizar as áreas que atualmente são ineficientes. 

Testes em fase inicial

Por enquanto, o Google já realizou alguns testes piloto em quatro regiões de Israel, em parceria com os municípios de Haifa, Beer-Sheva e a Israel National Roads Company. 

De acordo com a gigante de tecnologia, foi observada uma redução de 10% a 20% em combustível e atrasos em interseções até o momento. 

Em um vídeo apresentado pela empresa durante o evento para anunciar as novidades, é possível ver que os testes foram feitos em uma área movimentada, mas o Google não forneceu detalhes sobre o tráfego médio diário desses locais.

Semáforo fechado para travessia de pedestres.

Outra informação que ainda não foi esclarecida pela empresa é sobre como a tecnologia de inteligência artificial vai funcionar com os sistemas atuais e com outros semáforos ao redor em interseções específicas. 

O Google apenas diz que ainda se trata de um projeto em fase inicial. A expectativa agora é iniciar os testes no Rio de Janeiro nos próximos meses em locais que serão anunciados em breve. Ainda de acordo com a empresa, outras cidades de diferentes países também já estão sendo consideradas. 

Investimentos em sustentabilidade

O projeto de inteligência artificial em semáforos faz parte da lista de iniciativas anunciadas pelo Google para combater as mudanças climáticas. A empresa tem recebido críticas de grupos de ativistas e até mesmo de funcionários, que pedem que a gigante da tecnologia utilize sua influência para ajudar a causa ambiental. 

Algumas das demandas incluem a interrupção do fornecimento de tecnologia para petrolíferas e do financiamento de legisladores que são negacionistas climáticos. No entanto, a empresa optou por um caminho menos conturbado e anunciou produtos e recursos que promovem a sustentabilidade.

Nas próximas semanas, os usuários do termostato Nest, por exemplo, poderão comprar créditos de energia renovável por US$ 10 mensais a fim de reduzir as emissões geradas pelo aquecimento e refrigeração das casas. 

Outra novidade será no mecanismo de buscas do Google, que agora vai priorizar opções sustentáveis ao exibir resultados na seção de compras e viagens. O objetivo é fornecer as informações necessárias para que as pessoas tomem decisões mais conscientes. 
Ao pesquisar por uma máquina de lavar, por exemplo, os produtos em destaque serão aqueles que gastam menos água e energia. Já em relação às viagens, o Google Flights vai mostrar uma estimativa das emissões de CO2 de cada voo.

Deixe um comentário
Você também pode gostar