Bug é um termo muito comum no ramo do desenvolvimento de software. No entanto, para as pessoas iniciantes nessa área, é possível que essa palavra gere algum estranhamento. Nesse momento, surge a dúvida: afinal, o que é bug?

Originada do inglês, a expressão bug significa literalmente “inseto”. Não se sabe ao certo quando ela passou a ser utilizada no universo da tecnologia. Contudo, registros apontam que o termo foi usado pela primeira vez para apontar falhas em um computador quando a programadora Grace Hopper encontrou uma mariposa presa no Mark II — o que explicava o seu mau funcionamento.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste post você vai conferir:

  • O que é bug?
  • Quais são os bugs mais famosos da história?

Continue a leitura e confira!

O que é bug?

Basicamente, podemos dizer que a palavra bug é usada para definir falhas que acontecem durante a execução de um software, mas ela também pode abranger erros de hardware. Esses defeitos muitas vezes são causados por problemas na lógica de programação e podem causar uma série de complicações, como travamentos, comportamentos indesejados e resultados incorretos. 

Em alguns casos, os bugs podem ser graves ao ponto de colocar em risco as pessoas que utilizam um sistema. Bugs que geram falhas de segurança, por exemplo, podem permitir a coleta indevida de dados e facilitar a ocorrência de crimes cibernéticos.

Bugs mais famosos da história?

Bug do Milênio

Certamente, o chamado bug do milênio foi um marco na história da computação, apesar de ter sido praticamente inofensivo. O fato ocorreu em 1999, época em que as equipes de desenvolvimento costumavam representar os anos com dois dígitos. Ou seja, o ano de 1996 era apenas “96”.

Devido a isso, temia-se que, com a virada do milênio, os sistemas confundissem 2000 com 1900. Isso foi o suficiente para instaurar o pânico em muitas pessoas, pois acreditava-se que o bug seria capaz de causar uma desordem econômica a nível mundial. 

No entanto, o episódio não gerou grandes problemas já que a maior parte das aplicações estava preparada para lidar com essa questão, mas causou alguns eventos interessantes, como sites apresentando a data de “1º de janeiro de 1900”.

O bug de 370 milhões de dólares

Outro bug que ficou famoso ocorreu em 4 de junho de 1996. Na época, a França pretendia lançar o Ariane 5, seu novo foguete que havia custado um alto investimento. Contudo, no momento do lançamento, o Ariane desviou da rota e, logo em seguida, acionou a autodestruição, gerando um prejuízo de cerca de 370 milhões de dólares.

O problema foi causado devido ao reaproveitamento do software do Ariane 4. Acontece que uma função do código estava recebendo um valor de 64 bits em ponto flutuante. Porém, ela esperava receber um valor inteiro de apenas 16 bits. Assim, o sistema do Ariane 5 não foi capaz de lidar com um número tão grande, o que gerou esse lançamento desastroso.

Esperamos que nossa explicação sobre o que é bug tenha esclarecido suas dúvidas. Como foi possível perceber, em alguns casos essas falhas podem ser inofensivas, já em outros podem gerar danos catastróficos. Portanto, as pessoas que trabalham com desenvolvimento de software devem estar sempre atentas para evitá-los.

Gostou desse artigo? Então, não deixe de conferir outros conteúdos sobre tecnologia.

0 Shares:
Você também pode gostar