Não é exagero dizer que a transformação digital mudou o mundo. A inserção de tecnologias nos diversos ambientes, tanto organizacionais quanto pessoais, fez com que inúmeras áreas mudassem completamente suas formas de realizar processos, otimizando-os consideravelmente.

As inovações tecnológicas são constantemente aplicadas nos mais diferentes cenários e, por isso, é importante conhecê-las para saber como operar com elas ao longo da sua carreira na área de tecnologia, programação e computação, capacitando-se para o futuro da área.

Vamos mostrar neste artigo 7 inovações que mudaram o mundo e que você precisa conhecer:

  • Internet das Coisas (internet of Things ou IoT)
  • Robotização
  • Inteligência Artificial (IA)
  • Machine Learning
  • Blockchain
  • Drones
  • Reconhecimento facial

Saiba mais sobre o tema!

1. Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT)

A Internet das Coisas é uma das tecnologias mais aplicadas no ambiente profissional e pessoal, como uma forma de conectar objetos à internet. Ela pode ser utilizada no setor industrial, na logística de transporte, e diversos outros lugares.

Por meio de sensores conectados à rede, enviam-se informações para softwares específicos, que poderão oferecer resultados importantes para quem gerencia um negócio. Por exemplo, um sensor instalado em um veículo permite que o setor de logística identifique quantas vezes um motorista parou, a velocidade média de condução, entre outros dados importantes. Assim, é possível analisar os dados e tomar medidas para melhorar a situação e minimizar erros.

2. Robotização

A robotização parecia uma questão muito longínqua, uma tecnologia do futuro, ainda uma questão de filmes e séries. Porém, cada vez mais, temos robôs atuando em nossas rotinas. Os chatbots, por exemplo, não deixam de ser uma das aplicações possíveis.

Até mesmo os robôs inteligentes e interativos estão cada vez mais presentes nas rotinas das pessoas. Um exemplo é a atuação deles no combate à COVID-19. Há aqueles que estão auxiliando na distribuição de remédios, outros estão fazendo a higienização dos ambientes, colaborando para minimizar o risco de contágio das pessoas, além de estarem ajudando a trazer conforto e companhia para pacientes isolados.

3. Inteligência Artificial (IA)

A Inteligência Artificial (IA) é um grande campo, que tem sido cada vez mais utilizada pelos diversos setores atualmente. Diz respeito ao conjunto de metodologias e ferramentas que visam conceder uma inteligência autônoma para as máquinas e soluções, tal como a dos seres humanos. Dessa forma, elas conseguiriam observar problemas, analisar dados e oferecer soluções, tal como nós humanos fazemos no dia a dia.

Os avanços nessa área estão cada vez maiores, principalmente, com a adoção do Machine Learning e Deep Learning.

4. Machine Learning

O Machine Learning (aprendizado de máquina) é uma espécie de “subárea” dentro da Inteligência Artificial. Diz respeito à implementação de algoritmos preditivos capazes de aprender com os inputs gerados por dados, sejam eles internos ou externos à empresa.

Muitos softwares que utilizamos no dia a dia já trabalham com Machine Learning e a tendência é que isso se torne cada vez mais comum no longo prazo. Por exemplo, ele está presente nos chatbots que utilizamos cotidianamente para revolucionar problemas sem precisar ter contato com outra pessoa.

O Machine Learning também auxilia na realização de análise de dados, de forma a permitir a geração de relatórios mais aprofundados sobre as informações da empresa, conseguindo melhorar a gestão interna.

5. Blockchain

O Blockchain é uma inovação tecnológica que tem sido utilizada para a proteção de dados, um tema caro nos tempos atuais. Ele é uma arquitetura de rede descentralizada, cujo foco é conseguir minimizar a duplicidade no registro das informações.

Tornou-se muito conhecido quando ocorreu o boom dos bitcoins, moeda que utiliza o anonimato das transações e criptografia, oferecendo maior segurança entre as partes. O blockchain, assim, funcionava como uma garantia de transações mais confiáveis entre as pessoas.

Mas sua aplicação não se limita às criptomoedas. Profissionais que atuam área de programação devem conhecer a fundo essa tecnologia. Já que ela pode ser utilizada na área da saúde e educação, além de áreas governamentais, entre outros, para minimizar riscos de fraudes.

6. Drones

A computação em nuvem é uma das inovações tecnológicas que causaram uma verdadeira revolução nesse mundo. Para entender a dimensão disso, o Gartner, uma das consultorias com maior autoridade sobre esse universo, em 2020 seria tão raro encontrar empresas que não trabalhassem com cloud computing quanto aquelas que não utilizam internet em suas rotinas.

Ela diz respeito a uma possibilidade de conseguir obter recursos, armazenamento, acesso a bancos de dados, uso de softwares, por meio da conexão de rede, de forma remota, sem o uso de servidores físicos alocados na empresa para esse fim.

Você já tem acesso a ela de forma direta, no seu dia a dia, por exemplo, quando utiliza soluções como o Google Drive para armazenar arquivos importantes seus. As empresas têm trabalhado com cloud em diversas frentes, tais como:

  • uso de Software as a Service;
  • uso dos recursos disponíveis em nuvem para execução de soluções;
  • backup em nuvem, entre outros.

7. Reconhecimento facial

O reconhecimento facial tem sido uma grande discussão no mundo tecnológico e político, ganhando um destaque considerável, principalmente, no contexto da pandemia da COVID-19. Isso porque ela está sendo utilizada, em muitos países, como forma de identificação para os contaminados pelo vírus que estão “furando” o isolamento obrigatório.

Mas antes mesmo disso, era uma tecnologia que já vinha ganhando forma, com ampla aplicação em soluções com as quais temos contato no dia a dia. Por exemplo, ela já é implementada no Facebook para reconhecimento de pessoas comuns em fotos. Sabe quando o site indica quais são os(as) prováveis amigos(as) que estão ali e sugere sua marcação? É essa tecnologia sendo usada.

Outro setor no qual há uma grande incidência no uso de reconhecimento facial é na área governamental. Por exemplo, segundo levantamento do Instituto Igarapé, no Brasil temos 37 iniciativas de reconhecimento facial, no transporte público, segurança pública e também no controle das fronteiras.

Essa é uma tecnologia que ainda suscitará muita discussão por parte de pessoas pesquisadoras, especialistas e responsáveis pelos projetos de lei, pois envolve questões como privacidade da população, segurança de dados e transparência sobre o uso dessas informações.

Estudantes de tecnologia devem acompanhar essas mudanças tecnológicas de perto, pois são ótimas oportunidades para se inserirem no mercado de trabalho. Para isso, é fundamental se especializar nessas diferentes áreas e conquistar o seu espaço como profissional.

Gostou deste conteúdo? Então não deixe de conferir outros textos sobre a área de tecnologia.

7 Shares:
Você também pode gostar