É muito comum que os trabalhos acadêmicos sejam feitos no Word, dependendo da área, o uso do editor da Microsoft pode implicar em limitações. Uma opção que pode ser utilizada para resolver isso é o LaTeX online.

Nunca ouviu falar nesse termo? Não se preocupe. Ao longo deste texto, apresentaremos a você a ideia por trás do LaTeX, assim como sete principais editores.

Essa ferramenta para a confecção de trabalhos acadêmicos despertou o seu interesse? Então, confira:

  • O que é o LaTeX
  • 7 principais editores de LaTex

Boa leitura!

O que é o LaTeX?

LaTeX é um editor de texto que aceita entradas de marcação. Isso significa que a formatação de um determinado conteúdo é feita de forma separada da inserção do texto. Para entender melhor a ideia por trás do editor LaTeX, basta estabelecer um paralelo com a formatação em HTML, uma vez que ambas são bastante parecidas.

Muitas das vezes, o Word não oferece facilidades na hora de inserir equações e símbolos matemáticos, por exemplo. É por isso que, na hora de fazer trabalhos de grande complexidade como um TCC, o LaTeX pode conferir uma redução substancial no tempo de construção do documento, em comparação com o Word.

Vale ressaltar que a dificuldade em inserir equações matemáticas em editores de texto tradicionais contribuiu bastante para a criação do LaTeX. Após a conclusão do conteúdo, ele pode ser exportado para diversos formatos, inclusive para PDF.

Os sete principais editores de LaTeX!

Agora que você entendeu o conceito e o objetivo do LaTeX, acompanhe os subtópicos a seguir e conheça sete dos principais editores!

1. TeXmaker

O TeXmaker é um editor de código aberto. Antes de trabalhar nele, as configurações básicas do documento devem ser feitas. Com ele, é possível inserir fórmulas e tabelas matemáticas de forma fácil.

O TeXmaker também permite que as referências bibliográficas de um trabalho acadêmico sejam formatadas corretamente.

Vale ressaltar, ainda, os atalhos de teclado e a verificação de erros. Editando no TeXmaker, é possível acompanhar e corrigir alguns erros na hora de compilar os comandos de marcação. O editor é compatível com os principais sistemas operacionais.

2. TeXstudio

Sendo bastante similar ao TeXmaker, o TeXstudio se difere por ser dotado de recursos adicionais. Dois exemplos de funcionalidades são a contagem de palavras do documento e a frequência com que elas aparecem no texto.

Outra importante característica do TeXstudio é que ele permite o uso por quem ainda não tem muito domínio do LaTeX. Em outras palavras, o assistente do editor ajuda no tocante à criação de tabelas e blocos de imagens, por exemplo.

Ele conta com uma interface gráfica e intuitiva, de modo que os componentes podem ser arrastados e soltos dentro do editor. Outras características importantes do TeXstudio são:

  • realce de sintaxe;
  • autoconclusão;
  • possibilidade de exportar para o formato HTML;
  • visualizador de PDF.

3. ShareLaTeX

Um diferencial importante do ShareLaTeX é que ele pode ser executado sem necessidade de instalação. Ou seja, suas funcionalidades podem ser acessadas diretamente por um browser.

Além disso, 400 modelos para a criação de documentos já vêm inclusos. Dessa forma, muitos trabalhos acadêmicos podem ser feitos com mais facilidade, uma vez que esses modelos já têm uma formatação definida.

Se você precisar fazer um trabalho em equipe, por exemplo, o ShareLaTeX, como o próprio nome sugere, permite o compartilhamento de arquivos. Dentro da ferramenta, existe a opção de bate-papo e um histórico de edições de um documento.

No entanto, não é possível obter o recurso de compartilhamento na versão gratuita do ShareLaTeX. Para isso, são cobrados mensalmente US$ 15 por dez colaboradores. Por US$ 30 mensais, é possível liberar essa funcionalidade para um número ilimitado de colaboradores.

O ShareLaTeX permite, ainda, a sincronização com Dropbox e GitHub e é suportado pelos principais navegadores web.

4. TeXworks

Feito com base no editor TeXshop, o TeXworks conta com visualizador de PDF e recurso de sincronização automática. Ele ainda dispõe de:

  • correção e preenchimentos automáticos;
  • dobragem de código;
  • suporte a Unicode;
  • inserção de gráficos e tabelas;
  • exportação de documentos em PDF;
  • comunicação com editores externos.

5. Authoria

Dentre as principais funcionalidades do Authoria estão:

  • ferramentas de colaboração;
  • histórico para a revisão de documentos;
  • bate-papo;
  • modelos de documentos predefinidos;
  • inserção de imagens, links e tabelas;
  • criação de referências bibliográficas de forma automática;
  • contagem de palavras;
  • suporte para HTML e Markdown.

Assim como o ShareLaTeX, o Authoria funciona somente pelo navegador, suportando os browsers web mais populares.

6. Folha de rosto

Também conhecido por Overleaf, o editor Folha de rosto é bastante conhecido no meio acadêmico. Conta com cem modelos de documentos predefinidos que incluem, por exemplo, cartas formais e templates de currículo.

Além disso, o Overleaf permite a colaboração em tempo real nos documentos, além do compartilhamento em diversas redes sociais.

Da mesma forma que o Authoria e o ShareLaTeX, o Folha de rosto não precisa de nenhum procedimento de instalação, pois funciona via browser.

Uma vantagem importante é que na versão gratuita do editor já é possível contar com um número ilimitado de colaboradores, além de 1GB de armazenamento. Mas se você quiser 10GB para armazenar documentos, suporte ao Dropbox e 240 arquivos por projeto, basta pagar US$ 8 mensalmente.

Por fim, pagando a cada mês US$ 12, o Overleaf passa a contar com 500 arquivos por projeto e 20GB de armazenamento.

7. Plugin TeXlipse

Para as pessoas usuárias da IDE Eclipse, existe um plugin chamado TeXlipse. Dentre os seus principais recursos, estão:

  • contagem de palavras;
  • dobramento e comentários de código;
  • indicadores de erro;
  • realce e recuo de sintaxe;
  • modelos de documentos pré-formatados;
  • verificação ortográfica, e muito mais.

Dentre as sete ferramentas apresentadas neste texto, existem três que são editores LaTeX online: o ShareLaTeX, o Authoria e o Folha de rosto.

Tanto esses quanto os demais são bastante úteis na hora de confeccionar trabalhos acadêmicos, uma vez que são bem mais poderosos do que o Word, principalmente no tocante à inserção de fórmulas e símbolos matemáticos.

O que você achou do artigo? Então, não deixe de conferir outros conteúdos sobre tecnologia.

3 Shares:
Você também pode gostar