Quem trabalha com tecnologia e desenvolvimento sabe que códigos-fonte podem, em muitos cenários, aumentar rapidamente o seu tamanho. Quanto maior for a sua estrutura, mais complexa é a modificação e a manipulação de elementos. Um dos mecanismos que podem ser empregados para otimizar essa atividade é adotar o uso da expresãoregular.

Expressões regulares ou Regex são formas simples de trocar elementos de um código-fonte. Elas podem ser aplicadas na criação de programas ou mesmo em sistemas e páginas web. Para quem busca ser uma pessoa que trabalha com TI produtiva, esse tipo de ferramenta é fundamental.

Quer saber mais sobre as expressões regulares e a sua importância? Então confira o post que preparamos a seguir:

  • O que é expressão regular?
  • Principais conceitos
  • Como uma expressão regular é utilizada na prática?

Boa leitura!

O que é expressão regular

As expressões regulares são padrões que pessoas que trabalham com desenvolvimento de TI podem adotar para selecionar caracteres (ou combinações de caracteres) em uma string. No caso do JavaScript, aliás, as expressões regulares são, também, objetos. Assim, a gestão do código-fonte de um programa pode ser feita com mais segurança e agilidade.

As expressões regulares, em outras palavras, permitem que profissionais de TI extraiam ou troquem partes do texto do código-fonte. Além disso, podem ser utilizadas para modificar endereços, links de imagens e a formatação de conteúdos em uma página HTML. Se a pessoa desejar, elas podem ser empregadas até para a remoção de caracteres inválidos.

Principais conceitos de expressões regulares

Como apontamos, as expressões regulares são representações que facilitam a busca por padrões no texto da pessoa desenvolvedora. Isso torna a manipulação do código-fonte mais ágil e robusta. Veja a seguir os conceitos que devem sempre fazer parte do seu dia a dia para garantir que elas sejam utilizadas corretamente!

Classes

As classes ajudam a encontrar múltiplos caracteres ao mesmo tempo. As vezes você pode procurar apenas pelas variáveis que tenham a letra A, por exemplo, no seu código-fonte. Mas, se a busca demandar conteúdos com as letras A e J, as classes necessárias.

Uma classe deve ser definida com o apoio de colchetes []. Isso indica ao seu sistema que você busca por um conjunto específico de caracteres. Há algumas configurações que facilitam esse trabalho, aliás, que são as seguintes:

  • [A-z] indica que todas as letras do alfabeto devem ser apontadas;
  • [0-9] indica ao software que todos os números devem ser destacados (pode ser substituído por \d;
  • [a-z0-9] aponta ao sistema que você busca letras e números (pode ser substituído pela expressão \w;
  • [a-z] limita a busca a todas as letras minúsculas;
  • ^ dentro dos colchetes ignora todas as combinações da classe (por exemplo, [^as] ignora todas as combinações que tenham as;
  • [A-Z] limita a sua busca apenas às letras maiúsculas;
  • W reduz a busca apenas a caracteres que não sejam alfanuméricos, como espaços e símbolos.

Âncoras

Âncoras são úteis quando você deseja recuperar as posições que estão entre os caracteres. Porém, esse trabalho será executado sem a exibição dos caracteres indicados. Ou seja, ela aponta o que está próximo do referencial que você indicar, sem apontar esse referencial.

As âncoras podem ser utilizadas de duas formas, que são as seguintes:

  • com um ^, que recupera todos os termos que estiverem no início da linha (por exemplo, ^bolo aponta todas as vezes em que a palavra bolo está no começo da linha;
  • com um $, para apontar as vezes em que a expressão está no fim da linha (por exemplo, bolo$ indica todos os casos em que a palavra bolo está no fim da linha.

Modos

Com o apoio de modos, você consegue ampliar o escopo das suas buscas. Por exemplo, para limitar a sua operação a itens como CaRrO, carro e CARRO, basta digitar (?i)carro. Assim, você não precisa digitar todas as formas de escrever um termo na sua expressão.

Buscas por múltiplos padrões

As vezes você quer empregar expressões regulares para encontrar dois ou mais padrões específicos. Para isso, basta utilizar |, que funciona como o termo OU/OR nas linguagens de programação. Assim, a expressão pode lidar com mais de um padrão facilmente.

Como uma expressão regular é utilizada na prática

Um cenário em que expressões regulares são muito utilizadas é no preenchimento de formulários. Aqui, quem cria o sistema ou página web deve garantir que as pessoas usuárias farão o preenchimento do documento dentro de um certo conjunto de padrões. Os dados de e-mail, por exemplo, precisam ser sempre correspondentes a endereços reais.

Para que isso seja possível, uma sequência de expressões regulares são implementadas. Assim, elas podem apontar para o programa que o usuário fez o uso de caracteres inválidos e exibir uma mensagem de erros. A expressão normalmente é moldada da seguinte maneira:

^\w*(\.\w*)[email protected]\w*\.[a-z]+(\.[a-z]+)?$

Vamos ver o que cada elemento significa?

  • a expressão ^ aponta para o sistema que uma nova linha ou string iniciou;
  • \w* filtra caracteres alfanuméricos, como já apontamos. O asterisco é utilizado para garantir que todos os caracteres compatíveis com essa regra sejam apontados;
  • (\.\w*)? os parenteses indicam o início e o fim de um agrupamento. A expressão \. é adotada para apontar a detecção de um ponto final. Já o \w* detecta caracteres alfanuméricos;
  • `.[a-z] aponta a existência de um ponto seguido de letras minúsculas (isso ajuda a identificar se o usuário digitou algo como .com, .org ou .net);
  • @ limita apenas a endereços com o símbolo @;
  • + indica que todos os itens que estiverem imediatamente após esse símbolo devem aparecer uma ou mais vezes no dado inserido pelo usuário;
  • (\.[a-z]+) aponta que a letras minúsculas seguidas de um ponto final devem aparecer pelo menos uma vez após o símbolo @;
  • ? indica que a regra que vier imediatamente antes do interrogação deve aparecer na expressão nenhuma ou apenas uma vez;
  • $ finaliza o fim da regra.

Inserido no seu código, essa expressão regular consegue filtrar qualquer endereço compatível que não esteja dentro do padrão utilizado pelos provedores de e-mail. Opções como “[]@[].org” ou “@[email protected]” serão apontadas como inválidas. Assim, o seu formulário terá apenas respostas válidas.

Expressões regulares são um grande ativo para quem trabalha com tecnologia. Elas auxiliam profissionais a serem mais eficazes e ágeis na sua rotina de trabalho. Além disso, evitam erros na filtragem de conteúdos.

Portanto, ao criar sistemas, sempre apoie-se nas expressões regulares. Com elas, você pode diminuir o tempo necessário para lidar com expressões, modificar o código com mais rapidez e até mesmo garantir que formulários sejam preenchidos corretamente. Ou seja, focar no que for realmente prioritário e evitar atividades muito repetitivas nunca será uma dificuldade.

Gostou da nossa dica? Então não deixe de conferir um glossário completo com termos de tecnologia.

0 Shares:
Você também pode gostar