É muito provável que a maioria dos sites e livros indiquem que o primeiro computador da história foi o ENIAC – Computador e Integrador Numérico Eletrônico, em português. No entanto, isso pode variar de acordo com a origem e o modo de uso da máquina. Por isso, ao dividirmos os computadores em três categorias distintas — mecânicos, eletromecânicos e eletrônicos — podemos concluir que mais de um modelo pode ser considerado o “primeiro computador”.

Em 1837, Charles Babbage criou o projeto da Máquina Analítica, o que fez com ele fosse conhecido como pai do computador. Para Babbage, o maquinário seria capaz de fazer operações complexas, sendo esse o computador mecânico que mais se aproxima dos que utilizamos hoje. Contudo, Ada Lovelace, sua colega de pesquisa, descobriu que a máquina poderia ser utilizada para processar símbolos também.

Quanto aos computadores eletromecânicos, tem-se como precursor o Multiplicador Criptoanalítico, criado e desenvolvido pelo grande matemático Alan Turing. Os conhecimentos desse estudioso foram usados na construção de uma máquina capaz de decodificar mensagens durante a Segunda Guerra Mundial. Sem a criação de Turing, acredita-se que a guerra teria terminado dois anos depois.

Já, quando falamos de computador eletrônico, não há dúvidas de que o primeiro foi o ENIAC. É sobre a criação e o funcionamento dele que falaremos neste post. Para isso, preparamos os seguintes tópicos:

Vamos lá? Boa leitura!

Qual foi o primeiro computador do mundo?

Em junho de 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, o exército norte-americano assinou o contrato de construção do ENIAC. Na época, ele custou por volta de 500 mil dólares, o que hoje equivaleria a mais de 10 milhões de dólares. Essa máquina tinha como principal função calcular as trajetórias balísticas do lançamento de mísseis — tarefa muito trabalhosa até então, pois era feita à mão.

Depois de um tempo em funcionamento, o ENIAC foi utilizado também para realizar os cálculos da construção da primeira bomba de hidrogênio, com a supervisão do matemático John Von Neumann.

Pesando 30 toneladas e ocupando uma área de 167 m², o computador era considerado um monstro e representou um importante avanço para a tecnologia e computação. Além disso, ele consumia 200 mil watts de energia e contava com mais de 17 000 válvulas, 70 mil resistores, 10 mil capacitores, 6 mil switches manuais, 1 500 relés (interruptor eletromecânico) e 5 milhões de conexões soldadas.

Quem criou o primeiro computador?

O ENIAC foi produzido em segredo pela Universidade da Pensilvânia e projetado pelos estudiosos John Mauchly e John Eckert. O que poucos sabem é que a máquina foi programada por um grupo de seis mulheres: Kathleen McNulty, Ruth Teitelbaum, Jean Bartik, Frances Holber, Marlyn Meltzer, Mauchly Antonelli e Frances Spence, as quais foram selecionadas para serem responsáveis pela função. Com o trabalho delas, o primeiro computador do mundo pôde funcionar.

Quando a construção do ENIAC foi finalizada, em 1946, o apresentaram para a mídia e ele foi chamado de “gigante do cérebro”. Entretanto, o ENIAC só foi ligado em julho de 1947 e não demorou muito para ser superado pelo UNIVAC I e o EDVAC, os quais também foram projetados por Eckert e Mauchly. Os seus sucessores tinham maior capacidade computacional, ocupavam um espaço menor — cerca de 10% do tamanho do ENIAC — e gastavam menos energia, portanto eram mais vantajosos.

Contudo, o pouco tempo de funcionamento do ENIAC — dez anos — não impediu que ele fosse capaz de fazer mais cálculos do que a humanidade em toda a história anterior até aquele momento.

Como funcionava o primeiro computador?

Agora que você já sabe a história por trás do primeiro computador eletrônico do mundo, é hora de entender como ele funcionava. Confira a seguir!

Programação

Programar o ENIAC não era uma tarefa fácil: sua programação era feita através de 6 000 chaves manuais. Entretanto, quando comparada ao trabalho de fazer os cálculos à mão, era uma tarefa que valia a pena. Além disso, a entrada de dados era realizada por meio de cartões perfurados, que arquivavam poucas operações cada um.

Três equipes ficavam responsáveis por funções essenciais para o funcionamento do computador: a primeira fazia os cartões com as operações que deveriam ser realizadas; o segundo grupo era responsável pela troca dos cartões no leitor da máquina; e a terceira equipe interpretava os resultados obtidos que apareciam nos cartões, assim que os cálculos eram finalizados.

Quanto à capacidade de processamento da máquina, pode-se dizer que ela era mínima se comparada com os computadores atuais. O ENIAC era capaz de processar 5 000 adições, 357 multiplicações ou 38 divisões por segundo. Para que você entenda o que isso significa, podemos contrapor a capacidade de processamento desse computador com uma calculadora de bolso, a qual é bem mais eficiente do que o ENIAC. No entanto, para a época, ela representou uma diminuição significativa no tempo de execução de cálculos.

Vale ressaltar que uma grande falha já havia sido prevista pelas pessoas envolvidas em seu desenvolvimento antes mesmo de entrar em funcionamento. Segundo especialistas, as falhas nos tubos de vácuo aconteceriam com tanta frequência que o ENIAC não funcionaria. Como solução, decidiu-se manter a máquina ligada constantemente, uma vez que os tubos falhavam mais quando passavam por resfriamento ou aquecimento.

Memória

No momento em que o ENIAC foi criado, o conceito de armazenamento não existia. Portanto, um de seus principais problemas era a memória, já que a máquina não tinha capacidade de armazenamento. Esse fator se mostrou fundamental dez anos depois, quando a IBM lançou seu primeiro computador com armazenamento em disco — o RAMAC 305. Essa máquina era capaz de arquivar apenas 5 megabytes, um valor insignificante diante da capacidade de armazenamento dos computadores atuais.

Para quem tem curiosidade de visualizar um pouco do que foi o ENIAC, é possível encontrar várias de suas peças expostas em museus de todo o mundo. Afinal, sua criação fez a diferença na história da tecnologia!

Agora que você já sabe a história do primeiro computador do mundo, aproveite a visita em nosso blog para descobrir como escolher o computador certo para programar!

0 Shares:
Você também pode gostar