Com o aumento da aplicação do Scrum nas empresas, a função de Product Owner e sua importância para o sucesso dos projetos passou a ganhar cada vez mais destaque. Mas você sabe quais são as responsabilidades da pessoa que assume esse papel?

Podemos adiantar que, de certa forma, Product Owner atua como uma ponte entre dois mundos: o mundo de clientes e pessoas usuárias do produto, e o mundo da equipe responsável pelo desenvolvimento. Ou seja, essa pessoa é responsável por alinhar ambas as partes, garantindo que todas tenham uma visão clara do produto e de suas necessidades.

Para que você entenda mais sobre o assunto, vamos responder às seguintes questões neste artigo:

Confira o post e tenha uma boa leitura!

O que é Product Owner (PO)?

Product Owner é o que podemos chamar de pessoa Dona do Produto. Trata-se de uma integrante do Team Scrum que tem a responsabilidade de definir o escopo do produto e direcionar o projeto, garantindo que as necessidades do negócio sejam atendidas.

Para isso, a pessoa que assume esse papel precisa ter desenvoltura suficiente para lidar tanto com a equipe de desenvolvimento quanto com as partes que encomendaram o sistema. Dessa forma, a pessoa Product Owner deve ter boas habilidades de comunicação, além de possuir domínio técnico em tecnologias de desenvolvimento, como linguagens de programação e frameworks.

Idealmente, um (a) Product Owner também deve entender o produto do ponto de vista do negócio, pois só assim será possível alinhar as expectativas das pessoas contratantes à realidade da equipe de desenvolvimento.

O que é Scrum?

Como foi dito, Product Owner é uma das pessoas que fazem parte do Team Scrum. Nesse caso, então, o que é Scrum?

Assim como a metodologia Lean e a Extreme Programming, o Scrum faz parte de um conjunto de técnicas denominadas como metodologias ágeis. Esses métodos surgiram a partir da criação do Manifesto Ágil e têm o objetivo de tornar os processos de desenvolvimento de software mais rápidos, simples e eficazes.

Dentro desse cenário, o Scrum foi elaborado para facilitar o trabalho em equipe por meio de um processo de desenvolvimento em ciclos — as famosas sprints — o que melhora o aproveitamento do tempo, reduz a necessidade de refações e garante entregas em conformidade com as necessidades do negócio.

Product Owner é um papel ou um cargo?

Apesar de ser uma concepção comum, receber a função de Product Owner não é o mesmo que apenas assumir um cargo. Na verdade, a pessoa que recebe esse papel está aceitando uma espécie de missão e, muitas vezes, ela pode exercer essa e outras funções simultaneamente.

Isso porque, como dissemos, quem assume a função de Product Owner deve ter habilidades comunicativas para lidar com diferentes pessoas de vários setores, além de reter conhecimento sobre o mercado e sobre os problemas que precisam ser resolvidos. Ou seja, trata-se de uma pessoa profissional multidisciplinar, que precisa ter a capacidade de manter a harmonia entre as diferentes partes envolvidas no projeto.

O que faz um (a) Product Owner?

Em geral, as responsabilidades de PO podem variar de acordo com o projeto, mas existem algumas atividades essenciais que são desempenhadas por essa pessoa. Abaixo, listamos quais são elas. Veja!

Cria e refina o backlog

A criação do backlog do produto é uma das responsabilidades mais importantes de PO. Isso porque é no backlog que são definidas as funcionalidades e necessidades do software, além das melhorias e correções de bugs. Esse artefato é utilizado ao longo de todo o processo de desenvolvimento, sendo refinado constantemente de acordo com a necessidade do negócio e o valor que cada função agrega comparado ao seu custo.

Planeja as sprints

Product Owner é uma pessoa que tem papel ativo durante todas as etapas de planejamento, incluindo a organização das sprints. Nessa etapa, sua principal responsabilidade é fornecer informações detalhadas sobre as histórias de usuário e indicar quais são prioridade para o próximo ciclo, além de estipular o tempo da sprint e o objetivo da equipe de desenvolvimento.

Elabora as histórias de usuário

As histórias de usuário são uma estratégia muito importante no desenvolvimento de software, pois elas facilitam o entendimento dos itens presentes no backlog do produto. Por isso, a pessoa PO tem a responsabilidade de garantir que a elaboração de histórias ocorra da maneira certa, além de ser a única pessoa do time que pode validar a finalização de uma história e atestar a qualidade da implementação de acordo com os critérios de aceitação estabelecidos.

Fora os pontos citados, as responsabilidades de Product Owner também envolvem:

  • metrificar resultados;
  • definir estratégias para o produto;
  • fornecer feedback para o time;
  • maximizar o valor gerado pelo produto;
  • cancelar sprints caso o objetivo não faça mais sentido;
  • levantar hipóteses de solução junto com a equipe;
  • fazer pesquisas de mercado;
  • motivar a equipe;
  • entender qual é o problema que o software precisa resolver.

O que um (a) Product Owner não faz?

Agora você já sabe quais são as responsabilidades de Product Owner. No entanto, para que não haja confusões, é importante esclarecer o que não faz parte do seu escopo de trabalho e alguns erros que a pessoa que assume esse papel não pode cometer. Veja!

  • fazer microgerenciamento;
  • criar documentações exageradamente extensas;
  • pressionar a equipe;
  • fazer a priorização de histórias sem métricas definidas;
  • contratar ou demitir membros da equipe;
  • omitir problemas do projeto;
  • priorizar atividades que não agregam valor para o produto;
  • fazer a gestão do time;
  • ignorar eventos importantes da equipe, como as reuniões de planejamento e de review.

Assim, a pessoa que assume o papel Product Owner retêm grandes responsabilidades dentro do ciclo de desenvolvimento. Afinal, ela é responsável por tomar decisões que beneficiem o trabalho da equipe de desenvolvimento e, ao mesmo tempo, agreguem o máximo valor para o produto que está sendo desenvolvido.

E aí, conseguimos tirar suas dúvidas sobre a função de Product Owner? Então, se quiser saber mais sobre temas relacionados, confira nosso próximo artigo e descubra como funciona a metodologia Scrum!

0 Shares:
Você também pode gostar