Muitos profissionais querem aproveitar as oportunidades do mercado de tecnologia, especialmente na área de programação, cada vez mais requisitada pelas empresas.

Por isso, muita gente quer saber: precisa de quanto tempo para aprender a programar?

Saber como desenvolver códigos e criar softwares na área de tecnologia é um conhecimento valioso. Requer muito estudo e dedicação para ter sucesso no mercado, principalmente porque a concorrência é cada vez maior, já que muitas pessoas querem construir sua carreira em TI. Portanto, aprender a programar não é uma tarefa simples e rápida.

Mas, se você quer iniciar na área de um curso de programação e acelerar seu aprendizado em desenvolvimento web, temos algumas dicas aqui que vão te ajudar. Siga conosco neste artigo para saber quanto tempo você precisa para aprender a programar.

O que é aprender a programar? Entenda o que isso significa para quem quer trabalhar com programação

Aprender a programar pode ser simplesmente conhecer uma linguagem, criar uns códigos e desenvolver programas. Não significa necessariamente que você precisa trabalhar com isso. Qualquer pessoa pode aprender e aplicar no que quiser.

Mas o cenário muda quando você quer aprender programação para trabalhar com isso. Se o seu objetivo é construir uma carreira como pessoa programadora e se destacar no mercado, aprender a programar significa muito mais que aprender uma linguagem.

Aprender a programar é reunir um conjunto de habilidades para aplicar linguagens de programação em projetos reais, a fim de cumprir determinados objetivos, resolver determinados problemas e entregar as melhores experiências aos usuários.

Para isso, você precisa aprender as linguagens, mas também ciência da computação, arquitetura de sistemas, algoritmos e estruturas de dados, lógica e matemática, testagem de software, além de soft skills como capacidade de comunicação, visão de negócio e resolução de problemas.

Todas essas habilidades em programação se tornam ferramentas de trabalho para desenvolver as melhores soluções de negócio.

Antes de prosseguir, veja mais detalhes da formação em Desenvolvimento Web da Trybe. A empresa é uma das melhores alternativas para uma carreira em tecnologia no mercado.

Banner com a pergunta: Deseja Estudar Programação. Há desenho ao lado que remete uma pessoa programando

Leva quanto tempo para aprender a programar?

Não existe um tempo certo para aprender a programar. Mas podemos garantir uma coisa: esse aprendizado exige esforço, dedicação e muita prática. Portanto, não espere aprender de um dia para o outro.

Podemos dizer que, pelo menos, em dois meses de estudo intensivo você pode aprender os conceitos básicos. Talvez em seis meses você já possa escrever seus primeiros códigos e desenvolver um programa simples.

Mas não se frustre se você não conseguir cumprir esse tempo. O ritmo de aprendizado varia de acordo com cada pessoa, os seus hábitos de estudo, o tempo que dedica a cada, os métodos que utiliza para aprender, entre outros fatores.

Além disso, entenda que programação é um aprendizado contínuo: você vai precisar sempre se atualizar sobre novas linguagens, metodologias e ferramentas para acompanhar o mercado.

Quais variáveis influenciam o tempo para aprender a programar?

Como falamos antes, vários fatores podem influenciar o tempo de aprendizado, que vão desde questões individuais até as metodologias de ensino. Vamos ver agora quais são as principais variáveis que impactam no tempo para aprender a programar.

As pessoas são diferentes

O primeiro fator que citamos pode parecer óbvio, mas é importante pontuar: as pessoas são diferentes. Uma pessoa pode ter mais auto motivação para aprender, enquanto outra pode ter mais facilidade com lógica, por exemplo. Então, aqui entram variáveis psicológicas e cognitivas que influenciam no tempo para aprender a programar.

Conhecimento prévio em programação

Se você tem um conhecimento prévio em programação, provavelmente vai ter mais facilidade em aprender novos conceitos e linguagens. Quem está partindo do zero ainda precisa passar por uma longa curva de aprendizado até entender como funcionam as linguagens de programação e desenvolver suas habilidades.

Objetivos para aprender a programar

Quais são seus objetivos para aprender a programar? Talvez você já esteja em uma empresa e precise aprender programação o quanto antes para aprimorar o seu trabalho. Talvez você ainda esteja escolhendo uma carreira e quer experimentar as linguagens de programação. Perceba que cada objetivo exige um tempo de aprendizado diferente.

Tempo disponível para estudar diariamente

Se você pode dedicar várias horas do seu dia para aprender a programar, certamente deve ter um aprendizado mais rápido. Por outro lado, se você já trabalha, estuda ou tem outra ocupação, provavelmente vai precisar de um período mais extenso para desenvolver suas habilidades.

Método de estudo

O método de estudo também é determinante para o tempo de aprender a programar. Não queremos dizer que um ou outro método de estudo é o certo, porque qualquer um deles pode proporcionar um bom aprendizado. Mas considere o tempo que pode levar:

Estudar sozinho

Estudar por conta própria é uma opção para quem não quer investir em um curso e tem facilidade como autodidata. Porém, pode levar mais tempo, já que o aprendizado não é estruturado como em um curso ou faculdade — é a própria pessoa que precisa organizar o seu programa de estudos.

Fazer uma faculdade

Uma faculdade oferece uma base sólida de conhecimento em programação. Porém, elas podem levar de 2 anos (cursos de tecnólogo) a 4/5 anos (cursos de bacharelado). Além disso, se você deseja se especializar em uma área da tecnologia, provavelmente ainda vai precisar de um curso de especialização.

Fazer um curso online

Curso online geralmente oferecem uma formação mais rápida e concisa, focada em determinadas áreas da programação, como front-end ou Python especificamente. Então, você pode buscar uma formação na área que você deseja desenvolver e aprender a programar em menos tempo.

Esse é o caso da Formação em Desenvolvimento Web da Trybe. Nossos alunos aprendem a programar nos 12 meses de curso, com aulas de segunda a sexta das 14h às 20h, sem necessidade de conhecimento prévio. Para saber mais, baixe o Programa de Formação e inscreva-se na próxima turma.

5 erros para evitar ao aprender a programar rápido

Sim, ninguém quer perder tempo. Quanto mais rápido aprender a programar, melhor. Porém, não dá para perder de vista a qualidade do processo de aprendizado. Por isso, vamos ver agora alguns erros que você deve evitar quando quer aprender programação com mais rapidez.

1. Pular etapas

A ansiedade de aprender logo a desenvolver grandes softwares é grande. Porém, você não vai chegar lá se não der atenção aos conceitos iniciais, que são a base do conhecimento em programação. Por isso, é preciso começar do começo, sem pular etapas de aprendizado.

2. Ter pressa

Assim como não é recomendável pular etapas, também não se deve passar por elas com pressa. Cada etapa de aprendizado em programação tem o seu tempo, e você deve dedicar a devida atenção a elas. Lembre-se de não abrir mão da qualidade do aprendizado em detrimento da rapidez.

3. Ficar só na teoria

Ninguém aprende a programar sem escrever códigos. A teoria é essencial para embasar os seus conhecimentos, mas as habilidades em programação só são desenvolvidas com muita prática. Então, é importante mesclar teoria e prática nos seus estudos.

4. Aprender sozinha/o

Tire dúvidas com outras pessoas programadoras, compartilhe seus aprendizados e converse com quem também está aprendendo. Não se isole: o aprendizado em programação não precisa nem deve ser solitário. Existem vários fóruns e comunidades em que você pode aprender coletivamente.

5. Não estruturar o estudo

É importante também estruturar os seus estudos para ter um melhor aprendizado. Antes de começar a estudar, planeje o que você quer aprender, defina um roteiro de estudos e as suas rotinas. Assim, você vai ter um aprendizado mais proveitoso.

Qual a melhor linguagem para aprender a programar?

A melhor linguagem para aprender a programar é aquela que vai atender aos seus objetivos. Dito isso, é interessante saber também quais são as linguagens mais usadas, que podem abrir mais portas no mercado, e quais são as mais favoráveis para iniciantes.

Algumas linguagens que se encaixam nesses critérios são JavaScript, HTML/CSS, Python, Java e C++. Entre elas, destacamos o JavaScript:

·        Uma das linguagens mais utilizadas no desenvolvimento web;

·        Apresenta grande versatilidade e diversos recursos de desenvolvimento;

·        Tem uma comunidade ativa que mantém a linguagem sempre em evolução.

Então, você pode aprender JavaScript com muitos conteúdos disponíveis na internet, com a ajuda de outras pessoas programadoras e aproveitar muitas oportunidades no mercado.

Existe idade para aprender a programar?

A programação é uma área de conhecimento aberta a todas as idades. Não existe um momento certo na vida para aprender a programar — de crianças a idosos, cada vez mais pessoas se interessam em desenvolver códigos e programas.

Atualmente existem escolas de programação para jovens, adolescentes e crianças, geralmente a partir de 7 anos. Dessa forma, os alunos já vão se apropriando dos conceitos iniciais da programação e desenvolvendo sua criatividade na área.

Além disso, pessoas mais velhas também encontram espaço na área de programação. Elas podem ser aposentadas em busca de novos desafios ou conhecimentos ou ainda ativas no mercado de trabalho, atrás de novas colocações e oportunidades. Portanto, nunca é tarde para aprender a programar.

5 dicas para aprender a programar com foco no mercado de trabalho

Agora, vamos ver algumas dicas para aprender a programar pensando em uma colocação no mercado de trabalho. Acompanhe:

1. Defina os seus objetivos

Com foco no mercado de trabalho, é importante aprender a programar tendo um objetivo em mente. Entenda em qual área você quer atuar, qual remuneração você quer atingir, em qual empresa quer trabalhar. Dessa forma, você pode direcionar o aprendizado para o que deseja alcançar.

2. Pratique em projetos reais

Que a prática é essencial no aprendizado da programação, isso já sabemos. Mas é importante também desenvolver códigos e programas para projetos reais, não apenas em exercícios. Dessa forma, você lida com problemas reais e ainda começa a construir seu portfólio, que ajuda na busca por oportunidades de trabalho.

3. Estude as linguagens em alta

Entenda quais linguagens de programação estão em alta no mercado, tanto em número de vagas quanto em valorização salarial. Dessa forma, você pode focar os estudos em linguagens que oferecem melhores oportunidades de trabalho. Mas é importante considerar também as suas afinidades com as linguagens e a área em que você deseja se desenvolver.

4. Junte-se a uma comunidade

Interagir com comunidades de pessoas desenvolvedoras ajuda no seu aprendizado. Você pode aprender com outras pessoas, tirar dúvidas e compartilhar seus aprendizados. Dessa forma, você também faz networking, que é importante para abrir portas no mercado de trabalho.

5. Desenvolva soft skills

Aprender a programar está no campo das hard skills, ou seja, das habilidades técnicas dos profissionais da área. Porém, uma pessoa programadora também precisa desenvolver soft skills, que são as habilidades sociais, emocionais e comportamentais. Elas podem ser o seu diferencial em um mercado tão competitivo como a área de TI.

Por fim, entenda que não existe um tempo certo para aprender a programar. Procure não se comparar a outras pessoas, pois cada um tem o seu ritmo. O importante é ter qualidade no aprendizado, que prepare você para o mercado de trabalho.

Mas, com as dicas que demos acima, você pode ganhar agilidade e reduzir o tempo para aprender a programar. Defina os seus objetivos, escolha os seus métodos, estabeleça as suas rotinas e aprenda a programar mais rapidamente.

Então, gostou de saber quanto tempo para aprender a programar você precisa? Agora, leia também o nosso passo a passo para começar a programar!

Você também pode gostar