Vivemos em um período histórico único, em que o acesso ágil às informações, contribui para que grandes mudanças e avanços ocorram em velocidades cada vez maiores. Nesse cenário, atividades que atuem administrando e protegendo dados, como a profissão de DBA, estão se tornando cada vez mais importantes.

Essa é uma mudança natural, pois são justamente essas pessoas as grandes responsáveis por lidar, de uma maneira adequada, com o armazenamento e o acesso às informações, que hoje em dia são indispensáveis para a operação de negócios e até mesmo para a manutenção de nosso padrão de vida!

A grande questão é que, embora a profissão de DBA seja tão importante, ainda existe uma enorme quantidade de dúvidas a seu respeito. Essa situação se torna uma barreira para que mais pessoas se especializem nessa área.

Pensando nesse problema, decidimos preparar este conteúdo apontando as principais características dessa carreira promissora! No decorrer do texto você terá acesso aos seguintes conhecimentos:

  • O que é DBA e o que faz a pessoa que atua nessa área?
  • Como se tornar um DBA: perfil e características!
  • Qual é o salário médio dessa profissão?
  • Como é o mercado de trabalho?

Boa leitura!

O que é DBA e o que faz a pessoa que atua nessa área?

A sigla DBA significa Database Administrator, em Português, Administrador de Banco de Dados. Mas no que essa atividade consiste na prática?

De um modo simples, podemos afirmar que essa atividade consiste na elaboração e na implementação de estratégias que visam garantir a integridade dos dados armazenados por uma empresa ou instituição, e também que as pessoas, com as devidas autorizações, sejam capazes de acessá-los.

Levando esse fato em consideração, é fácil chegar à conclusão de que a profissão de Database Administrator exige a realização de uma série de procedimentos de segurança e otimização de banco de dados. Dentre eles, podemos citar as seguintes como exemplos:

  • monitorar de perto o desempenho do banco de dados;
  • verificar a integridade das informações armazenadas para garantir sua segurança;
  • garantir o acesso de pessoas autorizadas às informações;
  • implementar soluções em backup e prevenção de ataques;
  • recuperar dados corrompidos ou perdidos, quando isso se fizer necessário.

Como se tornar um DBA: perfil e características!

Se levarmos em consideração a gama de atividades realizadas por profissionais de DBA, podemos perceber que as pessoas que atuam nessa profissão devem ser altamente especializadas. Via de regra, são graduadas em cursos relacionados à Tecnologia da Informação, como o de Engenharia da Computação.

Dadas as demandas do mercado, e a necessidade cada vez maior de especialização, muitas pessoas têm optado por formações mais voltadas para a administração de bancos de dados, como os cursos de DBA, o que lhes permite entrar mais rapidamente no mercado de trabalho.

Perfil profissional

Uma característica marcante da profissão de DBA é que ela costuma colocar muita pressão sobre as pessoas que a exercem. Na verdade, isso é bastante esperado, considerando a importância das informações e os riscos e prejuízos que falhas de segurança podem acarretar.

Portanto, quem deseja trabalhar com a administração de bancos de dados precisa ser capaz de assumir responsabilidades e de lidar com a cobrança para entregar sempre um serviço de alta qualidade.

Habilidades requeridas

Para exercer a função de DBA, é necessário que a pessoa tenha uma compreensão a respeito dos softwares e das soluções utilizadas na atividade. Além disso, outra exigência da profissão é que, obviamente, ela seja especializada em programação e na operação de um banco de dados, como o Oracle ou Hadoop.

Outro ponto importante é que boa parte dos conteúdos e notícias, relacionados ao universo da tecnologia e das suas inovações, costuma sair primeiro em inglês, de modo que o mercado exige a fluência no idioma.

Por fim, é válido ressaltar que, em um mercado competitivo, soft skills são encaradas como diferenciais importantes! Entre as mais relevantes, podemos dar os seguintes exemplos:

  • habilidades de organização;
  • capacidade de encarar problemas de um modo crítico para solucioná-los;
  • proatividade e dinamismo;
  • habilidades de comunicação e facilidade para desenvolver projetos em equipe.

Qual é o salário médio dessa profissão?

Quando uma pessoa decide trabalhar como Database Administrator, além do interesse pela área de tecnologia da informação e da vontade de vivenciar uma carreira dinâmica, o salário é um dos fatores mais importantes. Isso é natural, uma vez que cargos de destaque em TI costumam oferecer rendimentos elevados e boas condições.

Nesse contexto, porém, é importante levar em consideração que os retornos de DBA tendem a mudar de acordo com a região em que a pessoa se encontra e com seus níveis de formação e experiência, uma realidade que se aplica a todas as profissões.

No entanto, segundo uma pesquisa realizada pela plataforma Glassdoor, o salário médio de DBA gira em torno dos R$ 6.028. É válido ressaltar que pessoas que trabalham por conta própria podem ter retornos ainda mais elevados.

Como é o mercado de trabalho?

Antes de decidir se especializar para entrar em determinado mercado de trabalho, é importante conhecer a fundo as perspectivas que ele oferece e os níveis de exigência e concorrência aos quais os seus participantes estão sujeitos. O DBA não é uma exceção a essa regra.

Como as empresas precisam lidar com um volume cada vez maior de dados, que obviamente precisam ser bem-administrados e protegidos, as perspectivas para a profissão de Database Administrator são muito boas.

É importante considerar, porém, que a atividade exige capacitação e competência. Desse modo, para atender as expectativas do mercado, é importante que a pessoa interessada em trabalhar como DBA desenvolva as habilidades requeridas, o que torna indispensável uma formação de qualidade.

Além disso, como já foi citado, fluência em inglês, capacidade para solucionar problemas e trabalhar em equipe são fundamentais para quem deseja ser bem-sucedido e se destacar na profissão.

Com o avanço da tecnologia e da sociedade, é natural que surjam novas profissões, criando oportunidades e perspectivas para as pessoas. A atividade de DBA não é uma exceção a essa regra, afinal, ela nasceu da necessidade das empresas obterem um controle mais aprimorado de dados importantes.

Nesse contexto, não é um exagero alegar que o passar do tempo, o aumento da demanda pela administração de dados e a evolução da tecnologia vão levar as pessoas que entrarem nesse mercado a construir uma carreira bem-sucedida!

Para atingir esse resultado, porém, as pessoas que optam pelo DBAs devem se manter atualizadas e atentas às novas demandas do mercado!

Agora que você entende como funciona a carreira de DBA, que tal aprender mais a respeito da administração de bancos de dados? Continue a leitura e conheça a linguagem SQL, indispensável quando falamos sobre esse tema!  

0 Shares:
Você também pode gostar