Assim como um rito de passagem, para entrar no mercado de trabalho geralmente é necessário passar previamente por uma primeira entrevista de emprego. Esse marco pode ser um pouco desesperador, afinal, é comum cometermos erros e nos atrapalharmos pela falta de experiência no assunto. 

Adicionalmente, ainda existe o peso de competir com pessoas que já estão no mercado de trabalho há mais tempo e possuem experiência profissional. Afinal, se é nossa primeira entrevista de emprego, ainda não conseguimos comprovar nossa experiência profissional no currículo e não teremos referências de experiências prévias para nos indicar. 

Dessa forma, como é possível conseguir competir no mercado de trabalho por uma vaga sem experiência profissional? Pensando nisso, fizemos esse pequeno guia para ajudar você que está entrando no mundo do trabalho agora e precisa passar pela sua primeira entrevista de emprego. 

Assim, confira só o conteúdo que preparamos para você:

Boa leitura!

Como funciona uma entrevista de emprego?

Não é possível afirmar com certeza como funciona uma entrevista de emprego, afinal não existe um modelo único a ser seguido. Cada empresa define como será seu processo seletivo e, por consequência, como se dará sua entrevista de emprego. Ela vai variar a partir de como a empresa se posiciona no mercado, de qual tipo de pessoa colaboradora ela está buscando e de suas particularidades. 

Porém, algumas coisas são geralmente fixas. Primeiramente, uma entrevista de emprego é apenas uma etapa de um processo seletivo. O processo de seleção para determinada vaga começa no momento em que você toma conhecimento dela e decide se candidatar, enviando seu currículo. 

Caso seja adequado, a empresa entrará em contato com os seguintes passos. Geralmente há alguns testes prévios para serem realizados — por vezes, tais testes podem ser cobrados inclusive no momento de candidatura. 

Após algumas etapas variáveis do processo de seleção, você é convidado ou convidada a se apresentar para uma entrevista de emprego, que pode ser conduzida por uma pessoa especializada no assunto, ou até mesmo pela própria liderança do time da empresa. Essa entrevista pode ser presencial ou virtual. 

Durante a entrevista, a pessoa entrevistadora terá por objetivo obter o máximo de informação acerca da maneira como você trabalha, de suas experiências e de sua personalidade. Por isso, quanto mais você mostrar para ela sobre você, mais refinada será a impressão que ela poderá ter. 

A pessoa entrevistadora pode questionar você acerca de alguns pontos de seu currículo e de sua trajetória acadêmica e profissional — se houver. Posteriormente, poderá haver mais etapas, como uma redação para entrevista de emprego e uma dinâmica em grupo

Antes de prosseguir, aproveite e faça o download do checklist de currículo para aprender o passo a passo para fazer um currículo completo e atraente para as empresas.

banner para download de checklist. imagem como botão escrito "baixar"

Após a entrevista de emprego você deverá receber uma devolutiva — ou feedback — acerca de seu desempenho e se você foi selecionado ou selecionada para determinada vaga. De qualquer forma, o importante é sempre aprender com esse retorno para que a próxima tentativa seja mais efetiva. 

É possível conseguir uma entrevista de emprego mesmo sem experiência?

Sim. É possível. No entanto, isso não significa que será uma tarefa fácil. Muitas empresas atualmente não têm disposição ou recursos para treinar e ensinar as pessoas colaboradoras, optando por contratar quem já tenha experiência no assunto. Dessa forma, é necessário bastante persistência e resiliência na hora de tentar conseguir uma entrevista de emprego. 

Por conta dessa dificuldade, ao conseguir uma entrevista de emprego, é pertinente preparar-se e estudar bem cada etapa do processo seletivo para não haver surpresas. Mesmo se não houver experiência profissional, ainda é possível impressionar as pessoas entrevistadoras com entusiasmo, vontade de aprender e demonstrando que houve uma preparação para estar ali. 

No entanto, para conseguir uma entrevista de emprego, é importante que você tenha noção de que deve procurar pelas vagas certas. Por exemplo, vagas denominadas Pleno e Sênior são aquelas que têm um grau de complexidade maior e exigem bastante experiência na área. Portanto, dificilmente uma vaga assim selecionará uma pessoa sem experiência profissional. 

Vagas como Júnior exigem, geralmente, experiências como estágio e outras que normalmente se desenvolvem no ambiente acadêmico. Assim, se é seu caso, você pode aplicar para vagas com esse título. Caso contrário, é importante começar com contratos mais curtos e informais, como estágios, ou até mesmo trabalhar como freelancer por um tempo, até conseguir experiência. 

O que colocar no meu currículo se não tenho experiência profissional?

Caso nunca tenha tido uma experiência profissional ou nunca tenha desempenhado um trabalho formal, você pode ter dúvidas acerca de como estruturar seu currículo. Afinal, pode parecer que não haverá informação suficiente para completá-lo. 

No entanto, o intuito de um currículo não é ser uma estante de prêmios, em que você exibe a quantidade de experiência que teve. Ao contrário, o currículo é sobre o quão você vende e demonstra suas habilidades profissionais e competências

Para fazer isso, você não precisa trazer exatamente uma situação de trabalho. Você pode demonstrá-las por meio de outras ocasiões e experiências na sua vida. 

Um exemplo: vamos supor que você tenha atuado em um grupo de teatro por grande parte de sua infância e adolescência, e possui certificados e outros documentos que comprovam que você fez parte desse grupo. Isso pode entrar no seu currículo como forma de salientar sua flexibilidade e boa comunicação. 

Logo, você pode incluir em seu resumo:

  • Nível de educação formal (caso tenha um diploma ou certificado);
  • Habilidades que aprendeu na escola ou universidade;
  • Atividades extracurriculares que desempenhou na universidade, escola ou independentemente;
  • Cursos técnicos, oficinas, workshops — ou qualquer coisa que você puder comprovar com certificado!
  • Certificados de provas de proficiência em língua estrangeira;
  • Projetos pessoais ou acadêmicos;
  • Trabalho voluntário;
  • Prêmios e outras participações em atividades acadêmicas.

O que fazer antes da primeira entrevista de emprego? Como se preparar?

Caso você tenha conseguido sua primeira entrevista de emprego, meus parabéns! Porém, ainda não é o momento de comemorar! Você ainda terá bastante trabalho pela frente, então vamos lá!

Agora que você recebeu o convite da empresa para uma entrevista de emprego, você precisará estudar bastante. 

1-Comece estudando a empresa

Muito provavelmente a empresa para qual você se candidatou tem uma página na internet com informações sobre ela e um trabalho em mídias sociais em redes como Facebook, Instagram, etc. 

Logo, pegue um bloco de notas e anote tudo que você puder sobre a empresa. Dentre as informações, procure destacar:

  • Quando foi fundada;
  • Sua história;
  • Motivações;
  • Posicionamento na mídia;
  • O que as pessoas estão falando sobre;
  • Como é a relação da empresa com o público;
  • Qual imagem ela quer passar (seriedade x descontração);

Quanto mais informações você obter, melhor será sua preparação.

2-Estude a vaga

Após conhecer bem a empresa, leia novamente a descrição da vaga para qual aplicou. Tente extrair o máximo de informações acerca de qual é a pessoa candidata ideal para a empresa. 

Liste uma série de habilidades que você acredita que serão importantes para a pessoa que deseja preencher a vaga. Depois, liste suas habilidades principais e veja quais delas são compatíveis com a vaga. Serão essas habilidades as quais você terá que pautar sua entrevista de emprego posteriormente para responder às perguntas. 

3-Pratique responder a perguntas

Mais adiante você encontrará uma lista de algumas perguntas para a primeira entrevista de emprego. Pratique suas respostas para elas e para outras que você acredita que possam surgir. 

Lembre-se de ter em mente algumas histórias para embasar suas habilidades. Pode ser qualquer história que demonstre que você precisou utilizar ativamente aquela determinada habilidade em uma situação-problema, seja na escola, universidade ou vida pessoal. 

Lembre-se de incluir o máximo possível de informações suas em perspectiva com a visão da empresa. Quanto mais você conseguir mesclar esses pontos de vista, melhores serão suas respostas.

4- Planeje a sua rota 

Já fique bem explícito neste momento que atrasos em entrevistas de emprego, além de causarem uma péssima impressão, geralmente não são tolerados. Dessa forma, reserve um tempo para decidir como chegará até o local da entrevista. Tente antever o máximo de obstáculos e situações que possam fazer com que você se atrase e calcule quanto tempo antes deverá sair de casa considerando o modo de locomoção.

O ideal é que você consiga chegar ao local com bastante tempo de antecedência para conseguir se ajustar e tirar as dúvidas necessárias antes de entrar para realizar a entrevista. Faça com que esse período de tempo seja superior a 15 minutos até o começo da entrevista. 

E se a entrevista for online? A preparação é diferente?

Caso sua entrevista seja por meio de ferramentas de videoconferência, você poderá realizá-la do conforto de seu lar. No entanto, isso não significa que será muito diferente. Na verdade, há outros pontos em que você precisará ter atenção. 

A parte da preparação e prática de perguntas, estudar a empresa e a vaga permanece igual. Você não precisará mais planejar seu deslocamento, mas você certamente precisará organizar seu horário para estar na sala de reunião virtual com pelo menos 10 minutos de antecedência. 

Para além dos pontos básicos de preparação para uma entrevista de emprego, a modalidade online ainda exige alguns requisitos específicos:

  • Você precisará testar sua internet para ter certeza de que ela não falhará no meio da entrevista de emprego;
  • Garanta que o local em que está tem boa iluminação e que está organizado.
  • Verifique se sua webcam e microfone estão devidamente configurados e funcionando.
  • Vista-se adequadamente, mesmo para uma entrevista em casa. 
  • Fique em um cômodo em que não haja muito barulho ou interferências. 

Você pode convidar uma pessoa conhecida para fazer uma simulação antes da entrevista real. Assim, você poderá testar todas as funcionalidades necessárias

Quais termos são necessários saber para uma entrevista de emprego?

Como essa será sua primeira entrevista de emprego, é importante ter em mente algumas palavras que fazem parte do vocabulário empresarial. Afinal, você não quer ter que fazer a pessoa entrevistadora explicar um conceito que ela acredita que você já deveria saber para ocupar a vaga, certo? 

Logo, preparamos um pequeno glossário com palavras importantes para se saber:

  • CEO — Essa palavra tem origem na língua inglesa e é uma sigla para Chief Executive Officer. Caso alguém diga isso, você precisará saber que está se referindo a uma das pessoas mais importantes da empresa, afinal, ela ocupa um cargo equivalente a presidente, superintendente ou diretor executivo. A pronúncia também é em inglês (Ci-i-ou).
  • Clima organizacional — É o ambiente de trabalho e sua atmosfera. Se refere à satisfação da pessoa colaboradora, motivações, possibilidades de crescimento, etc.
  • Cultura organizacional — Conjunto de valores, que incluem missão, visão e comportamento, que guiam as normas e posicionamentos da empresa, tanto no ambiente interno quanto externo. Essa cultura é algo que deverá ser vivida, experienciada e reproduzida por todas as pessoas colaboradoras no ambiente de trabalho.  
  • Feedback — Se uma pessoa perguntar o quão você aceita feedbacks, estará se referindo a como você consegue lidar com críticas construtivas ou “toques” em relação ao seu trabalho. Atualmente, diversas empresas estruturam suas relações de trabalho em uma cultura de feedbacks. 
  • Missão — A missão da empresa é o propósito pelo qual ela foi criada, geralmente a razão além do sucesso financeiro. Ela conecta empresa e pessoas colaboradoras — que geralmente compartilham dessa mesma missão — e ajuda a criar uma marca pessoal e uma identidade para a marca. 
  • Pitch — Palestra, discurso ou apresentação bem curta e dinâmica que serve para vender um produto ou ideia. Algumas vezes, em entrevistas de emprego, podem pedir para que você faça um pitch de si ou de outra coisa para conhecerem suas habilidades persuasivas e de negociação.
  • PortfólioDocumento semelhante ao currículo, porém que demonstra de maneira direta trabalhos realizados anteriormente — geralmente quando há a criação de algum serviço ou recurso que seja visual, como fotos, imagens, textos, códigos, etc. Caso você tenha trabalhado como Freelancer, talvez seja interessante criar um antes da entrevista de emprego. 
  • Skills — Uma forma de se referir a habilidades ou competências. As soft skills são habilidades que se dão no relacionamento interpessoal, e as hard skills são pautadas em conhecimento técnico.
  • Valores — Conjunto de princípios que guiará a posição da empresa e da marca rumo ao seu objetivo. 
  • Visão — Série de objetivos e metas, de curto e longo prazo, que estão atreladas a onde a empresa quer chegar e o que espera do futuro. 

Como se vestir para uma entrevista de emprego?

Sendo sua primeira entrevista de emprego, é essencial que você saiba uma coisa: a roupa será a primeira impressão que terão de você. Assim, você não poderá aparecer com suas habituais roupas ou como você se arruma para passear no shopping, por exemplo. Não, isso demandará um pouco mais de planejamento, a depender de quão tradicional for a empresa. 

HOMENS

  • Para ambientes e empresas tradicionais, é importante investir em uma roupa bastante social. Se a empresa for muito tradicional, utilize inclusive paletó e gravata. Cubra qualquer tatuagem e retire os piercings. Não exagere no perfume, corte o cabelo e a barba e limpe bem as unhas. 
  • Se a empresa for formal, mas nem tanto, você poderá deixar o paletó e a gravata de lado. Continue utilizando sapatos sociais e calças formais, mas agora somente uma camisa social de cor clara estará adequada. Continue cobrindo tatuagens e retire piercings. Cabelo, barba e unha devem estar bem cuidados. Cuidado com perfume. 
  • Mesmo que a empresa tenha um tom bastante informal e descontraído, isso ainda não significará que você poderá aparecer de bermudas, por exemplo. Invista em uma calça Jeans e uma camisa de botão um pouco mais informal. Tome cuidado com tatuagens e piercings. Deixe à mostra somente se a empresa deixar bem explícito que isso é algo que não interfere na cultura organizacional. Ainda assim, cuidado com perfume e arrume cabelo e barba. 

MULHERES

  • Para ambientes e empresas tradicionais, decotes e roupas curtas não são adequados. Por isso, invista em ternos formais e saias abaixo do joelho. Não exagere no tamanho do salto. O cabelo deve estar preso. Cubra qualquer tatuagem e retire os piercings. A maquiagem, se houver, deve ser bem natural. Não exagere no perfume, mantenha as unhas limpas. Evite acessórios, como brincos e pulseiras.
  • Caso a empresa seja um pouco mais informal, porém ainda manter certo nível de formalidade, você pode apostar em um vestido básico na altura do joelho. Nesse caso, você pode usar tanto salto médio quanto sapatilhas. Continue cobrindo tatuagens, retirando piercings e não exagerando na quantidade de perfume. A depender, o cabelo pode estar solto, porém, garanta que ele estará bastante arrumado. 
  • Para empresas que se consideram mais modernas, descontraídas e informais, você pode apostar em uma calça Jeans e camisa com mangas. Você pode escolher entre um tênis um pouco mais formal e sapatilhas. Somente deixe à vista tatuagens e piercings se você tiver certeza que isso não será um fator determinante na entrevista de emprego. Cuidado com perfume. Seu cabelo pode estar solto, mas deve estar bastante arrumado. 

O que levar na primeira entrevista de emprego?

No dia da entrevista de emprego, qualquer coisa pode acontecer. Por isso, é melhor preparar-se adequadamente para tudo! A seguir, você encontrará uma lista de coisas que deverá levar em sua pasta, mochila ou bolsa, no dia da entrevista:

LISTA DE ITENS:

  • Cópia do currículo;
  • Documentos pessoais;
  • Portfólio (se necessário);
  • Dinheiro trocado;
  • Remédios para mal-estares comuns, como dor de cabeça, enjôo e dor de barriga;
  • Bloco de anotação;
  • Caneta;
  • Álcool em gel;
  • Escova e pasta de dente;
  • Desodorante;
  • Guarda-chuva;
  • Lenços de papel. 

Como ir bem na primeira entrevista de emprego sem experiência prévia? 8 Dicas!

DICA 1: Respire!

Pode parecer uma dica estranha, mas acredite: a pressão de uma primeira entrevista de emprego pode ser enorme e fazer com que paralisemos e até tenhamos o famoso “branco” na cabeça. Por isso, enquanto espera para que a pessoa lhe chame, faça exercícios de respiração. Isso fará com que você se acalme, oxigene o cérebro e consiga pensar com maior nitidez. 

DICA 2: Preste atenção na sua linguagem corporal

Ao entrar na sala de entrevista, você deverá estar exalando entusiasmo, energia e confiança (mesmo que internamente você tenha outros sentimentos mistos). Por isso, não deixe de sentar-se com a postura reta ocupando todo o espaço da carreira, sorrir, apresentar-se e agradecer pela oportunidade. Isso fará toda a diferença. 

Faça bastante contato visual e evite tocar o rosto, nariz e cabelo enquanto responde às perguntas. Não cruze o braço. 

DICA 3: Venda suas habilidades

Você não terá experiência profissional e também não terá referências prévias. Logo, você deverá apostar bastante nas suas próprias habilidades e em como elas serão úteis para a empresa. Tenha uma série de histórias e relatos para contar acerca de como essas habilidades foram úteis em diversos contextos da vida (escola, universidade, intercâmbio, trabalho voluntário…). 

DICA 4: Mostre que você se conhece

O autoconhecimento é uma habilidade muito importante que até mesmo pessoas muito experientes no mercado profissional podem não ter desenvolvido adequadamente. Por isso, demonstrar que você é uma pessoa que tem pleno conhecimento das suas habilidades, conquistas e capacidades será um ponto muito positivo para a pessoa entrevistadora. 

DICA 5: Sempre incorpore o que você aprendeu sobre a companhia em suas respostas

Lembra quando sugerimos que você se preparasse para a entrevista estudando sobre a empresa? Esse é o momento de usar essas informações! Quando responder algo sobre suas habilidades, tente conectar isso com o motivo pelo qual isso será útil para aquela empresa especificamente. Demonstrar que você estudou e que conhece a empresa para qual está se candidatando é outro ponto positivo. 

DICA 6: Permita-se ser conhecida(o)

O intuito principal da pessoa entrevistadora não é fazer com que você se desespere ou colocar você em uma situação desagradável. Ao contrário, seu objetivo é conseguir coletar o máximo de informações sobre você e criar uma visão sobre como você seria dentro do ambiente de trabalho. Dessa forma, demonstrar ser acessível e flexível permitirá que a pessoa entrevistadora crie um maior vínculo com você e isso aumentará suas chances de conseguir a vaga.  

DICA 7: Não seja humilde (mas também não seja arrogante!)

Um dos pontos difíceis acerca de falar sobre você e “vender” suas habilidades é que você precisará estar confiante acerca delas, mas sem parecer que a imagem que você está transmitindo não condiz com a realidade. Dessa forma, a sinceridade é o melhor caminho. Escolha as melhores palavras e demonstre que você acredita no seu potencial e nas suas habilidades. Porém, evite cruzar a linha e fazer com que essa confiança se torne arrogância. 

DICA 8: Faça perguntas

Prepare de antemão algumas perguntas sobre a empresa e sobre a vaga. Ao final, quando houver espaço, peça para fazer algumas perguntas e tire suas dúvidas. Isso é importante pois demonstrará que você tem interesse genuíno na vaga e na empresa. 

3 possíveis perguntas para uma primeira entrevista de emprego e como respondê-las!

Vamos conferir algumas possíveis perguntas que poderão surgir em um caso de primeira entrevista de emprego. Em outra ocasião, já preparamos uma lista de perguntas e respostas para entrevistas de emprego no geral, que podem ser conferidas posteriormente.

1. Como sua trajetória acadêmica direcionou você para essa vaga?

Com essa pergunta, as pessoas entrevistadoras querem saber como o que você estudou na universidade e na escola influenciaram na decisão de aplicar para essa vaga em específico.

Para responder a essa pergunta, você pode se valer de uma característica que você acredita ser relevante para a empresa e para a vaga, e contar uma história de como ela ajudou você em um momento da universidade. Se você conseguir atrelar isso a escolha do seu curso, será uma resposta ainda mais completa.

2. Descreva um momento em que você teve dificuldades com um professor ou colega de estudos.

A pessoa entrevistadora quer ver quão bem você lida com conflitos que podem surgir em um ambiente de trabalho em grupo. 

O ideal é contar uma história em que você consiga tirar uma lição e demonstrar que conseguiu melhorar a partir dela. Por exemplo, você pode ter tido uma discussão com um professor ou professora que você tinha certeza que dava notas mais baixas que você merecia. Ao conversar com ele, você descobriu quais eram suas expectativas e a outra pessoa pode compreender seu lado. Depois, o conflito se resolveu e você aprendeu que é possível dialogar e compartilhar expectativas.  

3. Como você se vê daqui há 5 anos?

Essa pergunta pode surgir, especialmente porque provavelmente você é uma pessoa jovem. Uma empresa geralmente gasta bastante recurso com treinamento de novas pessoas colaboradoras, logo, as pessoas entrevistadoras têm interesse em saber se a posição é temporária ou se você tem pretensão de ficar por bastante tempo na empresa. 

Sua resposta deverá ser inclinada a sua trajetória profissional e você deverá incluir a empresa em questão. Uma resposta bastante comum e efetiva é dizer que você planeja crescer dentro da empresa, passando para cargos mais altos conforme você tenha mais experiência e aprenda a lidar com processos mais complexos. 

O que não fazer na primeira entrevista de emprego?

Existem alguns comportamentos que certamente poderão fazer com que a pessoa entrevistadora não tenha uma boa impressão e isso pode acabar custando a vaga. Portanto, segue uma lista de comportamentos que não são adequados durante uma entrevista de emprego:

  • Não se atrase
  • Não minta em relação a nada.
  • Não fale mal de outras pessoas;
  • Não interrompa ou fale por cima da pessoa entrevistadora;
  • Não faça pedidos — como algo para beber ou permissão para fumar;
  • Não fique segurando sua pasta ou bolsa, coloque-a no chão. 
  • Não fique no celular. Desligue-o assim que chegar na empresa.
  • Evite demonstrar sinais de nervosismos, como mexer mãos, pés e cabeça.

O que fazer após a primeira entrevista de emprego?

Dentro das próximas 48 horas, caso haja espaço e troca de contato, mande uma nota de agradecimento personalizada para todas as pessoas que estiveram presentes na sala de reunião na hora da entrevista de emprego. Isso fará toda a diferença.

Caso a devolutiva seja negativa, não tem problema! Você conseguiu bastante experiência e agora sabe como funciona na prática uma entrevista de emprego. Por isso, faça uma análise em retrocesso sobre o que aconteceu e identifique os pontos em que você poderia ter ido melhor.

Depois, veja o que você pode fazer nas próximas entrevistas para fazer melhor e não desista! Resiliência e persistência são os atributos mais importantes ao procurar por emprego. No tempo certo, você conquistará a vaga que tanto deseja!

A primeira entrevista de emprego pode ser uma experiência amedrontadora, especialmente pois falta experiência e não há referências sobre o assunto, ainda mais se não houver experiências profissionais prévias. Desse modo, procure seguir as dicas e praticar com bastante atenção, uma por vez. 

Agora que você terminou de aprender tudo necessário para sua entrevista de emprego, que tal você aprender como você pode começar uma carreira em tecnologia sem ter experiência prévia?

Você também pode gostar