A carreira dos sonhos na área de tecnologia pode levar para muitas diferentes áreas. Pode ser que seja desejo de alguém ser uma pessoa desenvolvedora ou então uma cientista da computação. Apesar das inúmeras possibilidades, todas elas têm em comum o fato de que precisam começar de algum lugar.

Essa fase pode causar um pouco de ansiedade e nervosismo. Como posso começar a trabalhar com tecnologia se ainda não tenho nenhuma experiência profissional na área? É a partir desse questionamento que vamos lhe ajudar. Confira:

O que é carreira? 

A expressão carreira pode significar uma infinidade de coisas, das quais duas se destacam. Primeiro, carreira pode ser apontada como uma profissão, ocupação ou vocação profissional. Logo, ter uma carreira pode significar ser uma pessoa advogada, médica, veterinária, desenvolvedora, professora, cabeleireira, entre outros. 

Entretanto, a definição mais completa é a que faz referência ao progresso e ações tomadas através de anos de trabalho, especialmente em uma área específica. É composta de diferentes atividades e títulos conquistados ao longo da trajetória profissional de alguém. 

Qual a diferença entre carreira e trabalho? 

Como contamos anteriormente, você pode ter uma carreira composta de diferentes trabalhos. Entretanto, pode ser que mesmo tendo trabalhado em muitas posições e lugares não tenha uma carreira. Isso porque trabalho e carreira não significam a mesma coisa.

Uma carreira vai muito além de uma ocupação. Construir uma carreira significa, acima de tudo, perseguir um objetivo. Se você trabalha em diversos lugares e cargos porém pensando em um plano ou trajetória específica, então você está trabalhando na construção da sua carreira. Trabalho, portanto, é qualquer cargo ou posição que não necessariamente está dentro do seu objetivo profissional. 

Como eu posso mostrar minhas habilidades?

Por mais que muitas pessoas imaginem o contrário, não é necessário estar trabalhando para desenvolver suas habilidades e divulgar isso ao mundo e, principalmente, ao mercado. Existem formas práticas de você mostrar seu conhecimento, capacidade técnica e soft skills. Conheça 5 dicas para desenvolver sua carreira sem experiência profissional

Crie um portfólio

A expressão “Show me the code” não ficou conhecida à toa, não é mesmo?

Criar um portfólio é, sem dúvidas, um dos primeiros passos para começar a desenvolver sua carreira em tecnologia. De modo geral, um portfólio é um compilado dos seus trabalhos e serviços realizados. Eles são expostos de maneira mais visual para que a pessoa recrutadora tenha acesso ao que você produziu. 

No universo da tecnologia, um dos sites mais conhecidos e usados como portfólio é o Github. Lá, você pode concentrar seus projetos e contribuições caso seja, por exemplo, uma pessoa desenvolvedora. Inclusive, há pessoas recrutadoras da área de tecnologia que sempre estão vasculhando o Github em busca de profissionais.

Além disso, ter seu código aberto nesses sites pode auxiliar outras pessoas a construírem seus projetos. Sendo também uma via de mão dupla, já que alguém pode lhe ajudar com melhorias no seu código. 

Participação em eventos e meetups 

Um meetup é caracterizado por um evento pequeno, quase informal, entre profissionais de uma área – aqui, especificamente, tecnologia. Geralmente, um meetup tem de 10 a 50 pessoas e é organizado por comunidades locais que focam um assunto ou tecnologia específica, por exemplo, um meetup de Node.js organizado pela comunidade oficial de Node.js do Brasil, a NodeBR.

Todos os meetups surgem com o mesmo objetivo: unir uma comunidade de pessoas que utilizam ou são entusiastas de um mesmo assunto, e essa natureza informal facilita a troca de informações e também o networking entre as pessoas presentes em seus eventos. A grande parte dos meetups possui uma grade de conteúdo bastante definida, começando após o expediente e tendo de uma a três palestras (de 20 a 40 minutos) sobre temas relacionados ao assunto daquele meetup em questão. Há também pausas chamadas de coffee breaks para que as pessoas interajam, encorajando ainda mais o networking.

LinkedIn

O LinkedIn tornou-se uma ferramenta essencial de networking e contratação nos últimos anos. Ele é importante em todos os setores, não apenas no de tecnologia. Por isso, é imperativo que você tenha um perfil bem construído que passe a melhor imagem para possíveis empregadores e colegas.

Ele é o principal canal utilizado por empresas que desejam encontrar e contratar pessoas. Com mais de 600 milhões de pessoas usuárias no mundo e mais de 30 milhões de perfis de empresas, estar presente nessa rede social é fundamental para quem procura oportunidades de trabalho em desenvolvimento de software web. 

Diferente de um currículo, você não tem uma limitação de páginas, ou seja, aproveite a oportunidade para incluir todas as informações e detalhes relevantes da sua vida profissional e educacional.

Lembre-se que as pessoas recrutadoras têm uma forma diferente de visualizar os componentes do LinkedIn, utilizando filtros diversos para encontrar o perfil mais adequado para as vagas em aberto. Então, quanto mais completo for o seu perfil, maior a probabilidade de encontrarem você.

Contribuição em projetos open source

As contribuições em projetos open source são muito ricas do ponto de vista do networking, mas seus benefícios não param por aí. Ao auxiliar alguém em um projeto, você expõe ao mundo suas soft skills atreladas à colaboração, comunicação e atitude. Além de mostrar suas habilidades técnicas naquele assunto, ponto muito bem-visto por pessoas recrutadoras. 

Crie um blog pessoal

Criar um blog pessoal é um excelente diferencial quando pensamos em construção de carreira. Além de contar como um portfólio para os seus conteúdos, ele se destaca do github por demonstrar também a sua habilidade em comunicação, uma das soft skills mais importantes para o mercado

Quando uma pessoa recrutadora está em busca de alguém para uma vaga, ela certamente estará acostumada a receber projetos com milhares e milhares de trabalhos, mas não é tão comum receber conteúdos sobre outras experiências pessoais. É aí que o blog pode agir como diferencial. Além disso, pode ser que uma pessoa encontre seus conteúdos ao navegar pela internet. Isso contribui para seu personal branding e também posiciona você como referência nos assuntos que escreve. 

Algumas das plataformas mais conhecidas para a criação de blog são o Medium e o WordPress. As duas possuem templates e são de fácil usabilidade. 

Como vimos, há muitas maneiras de desenvolver sua carreira sem estar ativamente trabalhando em uma companhia ou por conta própria. Nos dias atuais, as atividades de colaboração e comunicação são muito bem vistas pelo mercado de trabalho, sendo um grande diferencial para pessoas da área de tecnologia. 

Se você gostou desse conteúdo, não deixe de conferir nosso texto sobre como manter a motivação no trabalho em alta!

0 Shares:
Você também pode gostar