Por muito tempo, o nível de instrução e as experiências profissionais eram os quesitos mais importantes na hora de montar um currículo que agradasse as pessoas avaliadoras e as empresas. Hoje, esses fatores continuam sendo valorizados, mas não bastam para conquistar o emprego dos sonhos.

As habilidades profissionais são qualidades cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho e em uma entrevista de emprego. Elas fazem com que você se destaque da concorrência e podem te auxiliar a conquistar seus objetivos profissionais!

Uma vez que essas habilidades são requisitos profissionais relativamente novos, você pode ter dúvidas sobre o tema. Por isso, preparamos este post para te explicar o que são essas habilidades e quais delas são essenciais para a sua vida profissional. Confira os tópicos que serão abordados a seguir:

Vamos lá? Boa leitura!

O que é habilidade?

Antes de falarmos sobre habilidade, é interessante que você compreenda o significado de competência. Pode-se dizer que competência é saber agir de forma correta. Por isso, quando consideramos uma pessoa competente, significa que acreditamos que ela seja capaz de tomar uma atitude adequada sobre determinada questão.

É por esse motivo que competência e habilidade estão interligadas, uma vez que habilidade é a aptidão para realizar uma tarefa. Ou seja, trata-se de uma pessoa com a capacidade de agir. Por exemplo, uma pessoa que tem a habilidade de comunicação pode ter a competência necessária para se comunicar de forma objetiva e simples com as demais pessoas de sua equipe.

Vale lembrar que as habilidades são mutáveis e podem ser trabalhadas. Sendo assim, aprimorá-las é uma das maneiras de estimular as competências.

O que são habilidades profissionais?

Como já abordamos anteriormente, as habilidades profissionais são qualidades que se tornaram indispensáveis para se alcançar uma carreira de sucesso. Cursos de qualificação, conhecimento em uma língua estrangeira e experiência na área são fatores importantes para conquistar o emprego desejado — mas não são os únicos.

Ser capaz de introduzir suas habilidades — criatividade, flexibilidade, atitude etc. — no ambiente de trabalho faz com que você assuma um papel de destaque. Para isso, você pode usufruir de habilidades que já fazem parte de suas características e aplicá-las no mundo corporativo.

O ideal é analisar quais habilidades profissionais são fundamentais para a área em que trabalha. Caso elas ainda não façam parte de suas qualidades pessoais, é importante desenvolvê-las.

Quais os tipos de habilidades profissionais?

As habilidades profissionais podem ser divididas em dois blocos distintos:

  • Técnicas: essas são as mais fáceis de serem aprendidas, mas requerem dedicação e tempo. Elas podem ser desenvolvidas a partir de capacitações, como cursos, graduação, escolas preparatórias, palestras, videoaulas, etc;
  • Comportamentais: podem ser chamadas de soft skills. Elas estão ligadas às questões socioemocionais e às relações interpessoais. Geralmente, elas já fazem parte das características pessoais, mas podem ser conquistadas. Para isso, é essencial trabalhar outras características ligadas a elas. Por exemplo, para que a pessoa consiga desenvolver a habilidade de empatia é fundamental ser uma boa ouvinte e se colocar no lugar da outra pessoa.

Quais as 10 habilidades profissionais indispensáveis para seu currículo?

Agora que você já sabe o que são as habilidades profissionais comportamentais, é hora de descobrir quais delas precisam estar presentes no seu currículo para que você se sobressaia das demais pessoas em sua carreira. A seguir, confira quais são elas:

Boa comunicação

Saber se comunicar talvez seja a habilidade profissional mais importante para algumas áreas. A pessoa com uma boa comunicação consegue se relacionar melhor com as demais pessoas da equipe e é capaz de propagar suas ideias de forma simples e compreensível.

Essa soft skill é valorizada desde a entrevista de emprego. A pessoa profissional que consegue transmitir quais são seus objetivos e suas qualidades às pessoas recrutadoras, sem que haja ruídos e dificuldades, se sobressai da concorrência.

Além disso, ela consegue fazer com que as demais pessoas colaboradoras se dediquem às metas em prol do negócio, uma vez que colegas de equipe consequem compreender com facilidade os objetivos e enxergam a importância de conquistá-los.

Criatividade

Uma pessoa criativa consegue observar as situações e trazer ideias e soluções inovadoras. Com ela, novos projetos de inovação podem surgir na empresa, o que permite que essa pessoa avance no mercado. Vale lembrar que existem diversos tipos de criatividade e que cada uma delas pode beneficiar tanto a pessoa que desenvolve essa habilidade, quanto a empresa onde ela trabalha.

Empatia

Praticar a empatia na empresa torna o ambiente de trabalho amigável e menos cansativo. A pessoa que introduz essa habilidade na rotina profissional consegue estabelecer uma relação saudável e harmônica com as pessoas de convívio. Isso porque ela deixa de analisar um situação pelo ponto de vista individual e passa a considerar a opinião da outra pessoa sobre o assunto.

Ao se tornar uma referência de pessoa empática na empresa, as demais pessoas profissionais recorrem a você com ideias e feedbacks, uma vez que elas se sentem seguras em dividi-los com você. Saber ouvi-las pode fazer com que novos projetos surjam, o que permite que a empresa progrida e conquiste metas.

Capacidade de trabalhar em equipe

O trabalho em equipe é uma atividade estressante e conflituosa para muitas pessoas. No entanto, para que você seja bem-sucedido é essencial que consiga realizar essa tarefa. Trabalhar em equipe é saber ouvir a ideia da outra pessoa, delegar tarefas e deixar de lado o egoísmo, uma vez que o grupo precisa estar em harmonia para que os objetivos sejam alcançados. Lembre-se, discussões frequentes e a tentativa de impôr ideais inviabiliza o progresso.

Adaptabilidade

Ser flexível às mudanças no cenário de empresa e aos desafios do mercado de trabalho é uma habilidade profissional fundamental para currículo. A pessoa profissional que consegue enfrentar as dificuldades que surgem na carreira e encará-las com resiliência são valorizadas. Para colocar em prática essa soft skill é importante saber receber feedbacks e desenvolver novas estratégias que podem lhe auxiliar na conquista de metas.

Liderança

Essa habilidade é indispensável àquelas pessoas que ocupam cargos de destaque — CEO, por exemplo. Uma boa liderança deve ter a capacidade de escutar o que as pessoas colaboradoras têm a dizer, saber dar feedbacks sem ser autoritária e valorizar cada talento presente na empresa. Como consequência de uma boa liderança, tem-se uma equipe produtiva, satisfeita com a empresa e disposta a conquistar metas em prol do negócio.

Proatividade

Todas as empresas buscam pessoas profissionais que sejam capazes de realizar suas funções sem dependência de um líder ordenando as atividades que devem ser feitas e as lembrando a todo momento quais são as demandas. Por isso, proatividade é uma habilidade valorizada pelas organizações.

Além disso, a pessoa que pratica essa habilidade está sempre em busca de novos conhecimentos, disposta a desenvolver suas competências e a experimentar funções diferentes das que já realiza. Vale lembrar que, apesar da pessoa proativa agir com independência, ela pensa com prudência antes de tomar qualquer atitude e propõe ideias viáveis. Caso você queira introduzir essa soft skill no seu dia a dia, a organização e o autodesenvolvimento serão seus grandes aliados.

Inteligência emocional

A inteligência emocional está bastante relacionada com a empatia, uma vez que ela não consiste apenas na habilidade de compreender e gerenciar as próprias emoções, como também saber lidar com as das pessoas a sua volta. Isso vale tanto para sentimentos ruins, como raiva e angústia, como para os que são positivos.

A pessoa que possui essa habilidade consegue trabalhar melhor sob pressão, compreender as dificuldades e alegrias das demais pessoas da equipe e consegue encontrar aspectos positivos mesmo em uma situação ruim.

Autogestão

É comum pensar que as pessoas profissionais que desenvolvem essa habilidade não precisam de alguém na liderança para auxiliá-las. No entanto, autogestão não é somente sobre saber gerenciar seu tempo e suas atividades.

A pessoa que coloca em prática essa soft skill precisa saber se comunicar e estar em harmonia com as demais pessoas da equipe para que elas trabalhem de forma sistêmica. Além disso, as pessoas organizadas e que evitam procrastinações têm mais facilidade em aplicar a autogestão em seu cotidiano, uma vez que essas são características são primordiais àquelas que buscam exercer essa habilidade.

Colaboração

A colaboração talvez seja a habilidade mais importante nas empresas em que a forma principal de trabalho é em equipe. Pessoas funcionárias que não sabem dividir as tarefas e priorizam o progresso individual ao invés de alcançar as metas do grupo impedem que empresa conquiste seus objetivos.

Por isso, as pessoas que demonstram capacidade de ouvir, aprender e se integrar com as demais se destacam no mercado de trabalho. Com a colaboração, as pessoas profissionais são mais produtivas e compartilham conhecimentos que podem auxiliar na criação de novos projetos e, consequentemente, no crescimento da empresa.

Viu só como as habilidades profissionais são essenciais para o seu currículo? O importante é descobrir quais delas combinam com o seu perfil e podem te ajudar a se destacar no mercado em que atua. Em seguida, basta desenvolvê-las e praticá-las!

Agora que você já conferiu o que são habilidades profissionais, aproveite a visita em nosso blog para aprender o que é síndrome do impostor!

0 Shares:
Você também pode gostar