Se você chegou até aqui, é bastante provável que você tenha considerado começar ou mudar de carreira para TI, afinal de contas, é evidente que essa é uma área que está em alta. 

No entanto, é compreensível que você esteja em dúvidas se essa área é para você, se você terá sucesso ou se gostará de trabalhar com tecnologia. Seja qual for sua dúvida, não é necessário se preocupar mais!

Nós reunimos muitas informações para que você seja capaz de tomar essa decisão de maneira consciente e assertiva. Abaixo, vamos elencar alguns dados, razões e mostrar um pouquinho sobre o fascinante mundo da Tecnologia da Informação. Confira:

Bora lá!

Por que agora é o momento para mudar de carreira para TI?

Duas mulheres em uma sala com equipamentos robóticos mudar de carreira para TI

A resposta para essa pergunta é simples: pois tem muita empresa precisando de pessoas competentes na área, então a demanda é alta, assim como os salários oferecidos para isso

Por volta de 20 anos atrás, no Brasil, a internet ainda era um serviço vinculado às linhas telefônicas. A transmissão de dados era lenta e carregar uma única página na internet poderia custar longos minutos de vida (o que dirá fazer um download!).

Atualmente, temos internet veloz inclusive em dispositivos móveis. Os componentes foram ficando cada vez menores, a internet foi sendo explorada, suas funções ampliadas até que, nos dias de hoje, dependemos dela para absolutamente qualquer coisa, desde simples compras até para nossos trabalhos. 

Há quem diga que essa evolução aconteceu muito rápido, afinal de contas, 20 anos é pouca coisa sob a ótica da evolução tecnológica. Com isso, o mercado de trabalho não foi capaz de se atualizar tão rapidamente. As pessoas ainda estão sendo formadas para ocupar vagas em setores majoritários, enquanto outros segmentos mais inovadores, como inteligência artificial, por exemplo, enfrentam escassez de especialistas. 

Cada empresa, cada negócio por menor que seja, precisa se atualizar para conseguir sobreviver à revolução tecnológica. São necessários sites, aplicativos, redes sociais, conteúdo, gestão de dados, análises, etc. E tudo isso está dentro da área de TI. 

O que queremos dizer com tudo isso? O mercado precisa de pessoas profissionais de TI mais do que nunca, logo, há muito espaço para construir uma carreira de sucesso nessa área caso você decida mudar de carreira para TI.

Quais os principais segmentos da área de TI?

A área de TI é muito ampla e engloba muitas atividades que podem ser inclusive completamente diferentes umas das outras, o que pode ser um pouco confuso para quem está se questionando sobre mudar de carreira para TI. Por isso, vamos conhecer abaixo os setores que a área de TI englobou e como elas atuam. Confira:

1. Desenvolvimento de Software

  • O que é: Um dos segmentos majoritários da área de TI é o desenvolvimento de Software. Software é um programa que serve para realizar ações pré-determinadas em aparelhos e dispositivos. Por exemplo, o Windows é um software que permite que possamos usar nossos computadores. A área de desenvolvimento de software pressupõe a idealização, construção, desenvolvimento, testagem e disponibilização desses programas. 
  • Trabalha com o quê?: A pessoa que trabalha com desenvolvimento de Software trabalha com códigos e linguagens de programação, como JavaScript, C, Java, etc.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Pessoa desenvolvedora Full Stack;
    • Pessoa desenvolvedora mobile;
    • Pessoa desenvolvedora front-end;
    • Pessoa desenvolvedora back-end;

2. Big Data

  • O que é: Big Data é a área responsável pela gestão, armazenamento e análise da grande quantidade de dados que são gerados diariamente por meio de dispositivos tecnológicos. Como muitos desses dados não são estruturados (não podem ser colocados em tabelas ou em planilhas), eles precisam de um tratamento especial. 
  • Trabalha com o quê?: Dados de todos os tipos, seja para armazená-los, gerenciá-los ou extrair informações úteis.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Cientista de Dados;
    • Analista de Dados;
    • Detetive de Dados;

3. Segurança da Informação

  • O que é: Segurança da informação (ou cibersegurança) é uma área que visa a proteção de dados e informações sensíveis, seja de pessoas usuárias ou organizações. Em outras palavras, sua função é garantir que pessoas ou arquivos maliciosos roubem informações ou invadam redes privadas. 
  • Trabalha com o quê?: Criptografia, senhas, Firewall, proteção de redes internas e privadas, testes de invasão, infraestrutura.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Analista de Segurança;
    • Gerente de Segurança;
    • Pessoa arquiteta de Segurança;
    • Pessoa Engenheira de Segurança.

4. Aprendizado de Máquina

  • O que é: Aprendizado de máquina (ou Machine Learning) é a área da Tecnologia da Informação que visa ensinar máquinas e dispositivos a aprenderem a partir de uma certa quantidade de informações para conseguirem desempenhar uma certa tarefa independentemente. 
  • Trabalha com o quê?: Dados, linguagens de programação como R e Python, robótica.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Cientista de Dados;
    • Pessoa Engenheira de ML/MLOps.

5. Inteligência Artificial

  • O que é: Inteligência artificial é a área de pesquisa e desenvolvimento que busca construir uma inteligência para máquinas que possam mimetizar o raciocínio humano. Ela normalmente trabalha em conjunto com Machine Learning, já que é necessária para que a máquina possa aprender e se desenvolver.  
  • Trabalha com o quê?: Redes neurais artificiais, chatbots, processamento de linguagem natural, robótica, etc.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Cientista de Dados;
    • Pessoa Engenheira de Software.

6. Internet das Coisas

  • O que é: Internet das coisas (IoT) é uma área muito recente que visa explorar a utilização de diferentes dispositivos à rede. Estamos falando daqueles que normalmente não estavam integrados anteriormente, como geladeiras, televisores, sistemas de iluminação residencial, climatização, etc. Essa nova rede começou a transmitir e receber dados e, portanto, necessitou de uma área específica de pesquisa e desenvolvimento.
  • Trabalha com o quê?: Conectividade, Internet 5G, reconhecimento de fala, processamento de linguagem natural, inteligência artificial e machine learning. 
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Especialista em IoT;
    • Pessoa técnica em IoT;
    • Pessoa desenvolvedora de Software (com especialização em IoT).

7. Computação em Nuvem

  • O que é: Computação em Nuvem é a área de TI que pensa em estratégias de como é possível desenvolver soluções para armazenamento e compartilhamento de arquivos a partir da própria internet, ou seja, é possível acessá-los a qualquer momento a partir de um navegador, sem precisar instalar um software em seu computador para isso. 
  • Trabalha com o quê?: Armazenamento, base de dados,  Infraestrutura, modelos de serviço, servidores e hospedagem.
  • Quais são os principais cargos da área?
    • Especialista em Cloud Computing;
    • Pessoa arquiteta de Cloud.

10 razões para mudar de carreira para TI agora mesmo!

Se até então você tinha se interessado pela área de TI, confira agora então razões imperdíveis pelas quais você não deve ficar de fora dessa revolução tecnológica!

RAZÃO #1: Tem espaço de sobra!

De acordo com pesquisas realizadas nos últimos anos por diversas fontes, não vamos conseguir formar pessoas competentes na área de TI para dar conta da crescente demanda do mercado. A Softex conclui em uma de suas pesquisas que o déficit atualmente é por volta de 400 mil vagas! Logo, essa é uma área em que seguramente estará sempre precisando de pessoas para ocupar seus cargos!

RAZÃO #2: A Transformação Digital está acontecendo mais rápido do que esperávamos

De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o isolamento social impulsionado pela pandemia deixou diversas marcas. Uma delas foi a corrida para empresas se digitalizarem. Atualmente, no Brasil, temos mais de 2 dispositivos digitais por habitante (447 milhões), e esse número não indica que vai retroceder. 

Com toda essa transformação, a indústria de TI precisará cada vez mais de pessoas competentes para lidar com essa quantidade de dados e informações sendo produzidas diariamente. Isso significa que a digitalização chegou para ficar!

RAZÃO #3: Você não precisa ser especialista em Matemática

Muitas pessoas têm uma visão bastante limitada sobre a área de TI. Toda a questão computacional e técnica conversa bastante com as matérias apresentadas como Exatas, como Matemática e Estatística. Enquanto é verdade que um conhecimento nessas áreas é útil, a realidade é que a Área de TI é muito mais multidisciplinar do que parece

Conhecimento técnico tem esse nome por uma razão: ele é técnico, ou seja, ele pode ser aprendido, quantificado e aperfeiçoado. No entanto, é necessário saber trabalhar em equipe, comunicar-se e organizar seu próprio tempo, habilidades que não são tão facilmente aprendidas em qualquer lugar. 

RAZÃO #4: O Salário é muito bom

Como já dissemos diversas vezes, há uma competição entre empresas por quem fica com as melhores pessoas profissionais da área. Quanto mais especializado e competente for o seu trabalho, mais as empresas vão querer recompensar você por escolher trabalhar com elas

No Brasil, vamos pegar um salário inicial de uma pessoa que acabou de começar a programar, ou seja, uma pessoa programadora Júnior, sem especializações. De acordo com sites como Glassdoor, o salário inicial de uma dessas pessoas profissionais é de R$3.000,00. Obviamente, com especializações, experiência e maiores conhecimentos, esse valor se torna cada vez maior.

RAZÃO #5: Um dia nunca é igual ao outro

Trabalhar na área de TI é estar desbravando o mar tecnológico em busca de novos conhecimentos e informações. É um campo completamente amplo, novo e em constante inovação. Com isso, os desafios serão constantes e completamente específicos. 

Isso traz como característica da área uma alta dinamicidade, deixando que um emprego dificilmente se torne entediante. Consequentemente, uma característica que é fortemente apreciada é a capacidade de adaptação. 

RAZÃO #6: Trabalhar na área de TI não significa necessariamente trabalhar em uma empresa de TI

Muitas pessoas ficam relutantes ao mudar para a área de TI pois pensam que devem estar em escritórios o tempo todo dentro de empresas de TI. Enquanto essa também é uma possibilidade, a verdade é que todas as áreas do mercado atualmente se beneficiam da tecnologia

Vamos tomar um exemplo: a área médica precisa de pessoas desenvolvedoras ou que entendam como a tecnologia funciona para desenvolver novas tecnologias que facilitem cirurgias complexas e delicadas. Ainda, é possível trabalhar em laboratórios usando tecnologia, inteligência artificial e machine learning para desenvolver membros artificiais. Essas são somente poucas aplicações da área de TI em outras áreas. 

RAZÃO #7: Permite encontrar equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Para pessoas que trabalham com tecnologia, foi descoberto que a produtividade delas não está diretamente ligada ao fato de que precisam trabalhar 8 horas por dia de segunda a sexta. Então, com o regime home office e híbrido, as empresas passaram a adotar outros tipos de organização do trabalho. Muitas delas passaram a colocar tarefas e seus respectivos prazos.

Com isso, a pessoa pode decidir se quer acordar mais cedo e trabalhar, ou começar mais tarde e trabalhar durante a noite… Essa flexibilidade permite que cada pessoa possa decidir como trabalhar e como se organizar individualmente. Isso facilita na busca pelo equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal. 

RAZÃO #8: É uma carreira bastante motivacional

Trabalhar com tecnologia significa colocar as mãos em algum produto ou serviço que vai facilitar ou viabilizar alguma tarefa, ajudando na vida cotidiana das pessoas. Logo, muitas vezes é possível ver um impacto direto do seu trabalho na vida das pessoas. Isso é muito útil para nos manter motivados nos nossos trabalhos. 

RAZÃO #9: Permite o desenvolvimento da criatividade

Como a tecnologia está lado a lado com a inovação, a criatividade é uma habilidade indispensável. Graças à amplitude da carreira e da área, você poderá ter maior espaço para usar a criatividade em situações cotidianas no trabalho e apresentar soluções inovadoras. 

RAZÃO #10: Não há limite para o crescimento

Por conta da pluralidade de áreas dentro de TI, você pode continuar sempre estudando e se desenvolvendo em alguma especialidade. E, adicionalmente, caso não esteja sendo mais tão satisfatório sua atual linha de atuação, você pode simplesmente mudar para outra! Diversos conhecimentos podem ser usados em mais de uma frente na indústria tecnológica. 

Quais são as hard skills necessárias para a área de TI?

Hard Skill” é um termo bastante usado para habilidades técnicas. Tais habilidades são aquelas que necessitam de um treinamento e aprendizado prévio. Por ser algo completamente adquirido, é fácil quantificar e avaliar as competências por trás delas. Para a área de TI, as principais hard skills são:

1. Programação: Diversos trabalhos dentro da área de TI dialogam diretamente com as habilidades de programação. Logo, saber a linguagem adequada para sua área e a lógica para utilizá-la pode ser fundamental.

2. Algoritmos: Algoritmo é o nome que se dá para uma série de instruções dadas a uma máquina para que ela produza um resultado final. Ter o conhecimento, tanto teórico quanto prático, de como os algoritmos funcionam é necessário para essa área também. 

3. Língua inglesa: O mundo da tecnologia é, de certa forma, responsável pela globalização. Por conta disso, o inglês é muito utilizado nesse meio. Diversos materiais, oportunidades de emprego e informações estarão disponíveis somente em inglês. Por isso, é importante desenvolver essa hard skill o quanto antes!

4. Noções gerais de rede, sistema e hardware: Grande parte do universo TI é comandado por máquinas, sistemas e redes. Então, com o intuito de mudar de carreira para TI, é importante ter um conhecimento adequado sobre como funciona a rede, a internet, servidores, sistemas operacionais, etc. Adicionalmente, saber como os componentes físicos do computador (hardware) funcionam, é essencial para uma compreensão mais ampla sobre a tecnologia como um todo. 

5. Dados: Como a troca de informação é um pilar importantíssimo da Tecnologia da Informação, é relevante compreender o que são dados, sua estrutura, como são organizados, como são armazenados, etc. Mesmo que você não vá para uma área de dados, é possível que você esbarre com esse conhecimento em algum momento. 

Posteriormente a esses, cada área exigirá um conjunto específico de hard skills. É importante sempre pesquisar e buscar especializações que atendam à carreira que você deseja seguir. 

Quais são as soft skills necessárias para a área de TI?

Se as hard skills são aquelas que conseguimos certificar por meio de uma avaliação, por exemplo, as soft skills só se demonstram no dia a dia de trabalho. Essas habilidades são interpessoais, ou seja, elas se dão a partir da sua relação com as outras pessoas no ambiente de trabalho. 

Da mesma forma que uma andorinha só não faz verão, uma pessoa desenvolvedora não faz todas as etapas de um sistema ou software. Logo, é bem provável que você terá que lidar com mais pessoas ao longo de sua trajetória profissional caso decida mudar de carreira para TI. Logo, as soft skills são uma outra parte essencial dessa jornada. COnfira as mais indicada a se praticar abaixo:

1. Comunicação: Essa é mais do que essencial na vida de uma pessoa da área de TI. Muitas vezes, você precisará se comunicar com pessoas colegas e supervisoras da mesma área e de outras, traduzindo os termos técnicos do que está acontecendo para que todas as pessoas presentes possam compreender. Logo, ter boas habilidades de comunicação tanto orais quanto escritas é imprescindível para a área.

2. Tomada de Decisão: A área de TI é bastante desafiadora e proporciona situações completamente inesperadas. Por vezes, você deverá ter a habilidade de conseguir enxergar, em meio a uma situação difícil, qual é a melhor decisão a ser tomada. Quanto melhor e mais efetiva for sua tomada de decisão, maior sucesso você conseguirá trazer para a empresa e equipe. 

3. Raciocínio Lógico: Máquinas são completamente lógicas, e, com elas, não há espaço para duplo sentido. Se você não se expressar direito, pode ser que elas não compreendam exatamente o que você deseja. Por isso, pensar como elas é primordial. Um raciocínio lógico ajudará na resolução de problemas e fará com que você consiga saber exatamente como resolver uma situação. 

4. Organização: Diversas vezes, a vida de pessoas que trabalham na área de TI é mais autônoma. Elas decidem como trabalhar e o que fazer. Com essa responsabilidade adicional, vem a necessidade de uma organização impecável. Do contrário, você poderá acabar acumulando funções e tarefas, transformando tudo em uma grande bola de neve, o que prejudicará sua equipe. 

5. Criatividade: Trabalhar com TI envolve muitas soluções criativas. Muitas vezes, precisamos pensar fora da caixa para resolver uma questão que, dentro do que pensamos anteriormente, parece simplesmente impossível. Logo, a criatividade é essa habilidade que fará você conseguir trazer soluções inesperadas para problemas específicos. 

Assim como as hard skills, as soft skills podem variar a depender de qual carreira em específico você decida trilhar. Essas são mais gerais e serão muito bem reconhecidas em qualquer ambiente de trabalho que envolva Tecnologia da Informação. 

Como mudar de carreira para TI? Passo a passo!

Vamos conferir agora uma sugestão de como mudar de carreira para TI de uma forma efetiva e tranquila!

PASSO 1 – Identificando o que você gosta

O primeiro passo é conhecer bem as carreiras da área de TI, assim você pode ir definindo um plano de carreira para você. Comece a considerar quais áreas você tem interesse e, dentre essas, quais você tem facilidade. 

Pode ser que você não queira ficar desenvolvendo softwares e prefira trabalhar com ferramentas de análises de dados. Ou, talvez, você se identifique mais com a área de Manutenção de banco de dados. 

Quanto maior for a quantidade de carreiras que você conhecer, mais assertiva poderá ser sua decisão.

Decidi minha carreira. Preciso fazer faculdade?

Não necessariamente! É evidente que um curso de quatro anos lhe dará conhecimento e um diploma que será bastante reconhecido. Mas, caso você não tenha esse tempo, você pode simplesmente partir para outras opções! 

Algumas delas são:

  • Estudar por conta a partir de materiais gratuitos disponibilizados na internet;
  • Comprar cursos rápidos;
  • Participar de bootcamps de programação ou eventos;
  • Inscrever-se em escolas de programação (A Trybe é uma que se destaca nessa posição! Em 12 meses, já é possível estar disponível para inserção no mercado de trabalho!)

PASSO 2 – Converse com pessoas que tenham o cargo que você pretende ter

Com a ajuda de ferramentas e redes sociais, como LinkedIn, é possível buscar e encontrar pessoas que já tenham passado por todo esse desafio de mudar de carreira para TI e já se estabilizaram no cargo que você escolheu. Muitas delas, inclusive, adorariam ajudar e dar dicas de como você pode estudar e começar sua carreira. 

É muito importante começar a interagir e expandir seu networking nesses casos. Serão essas pessoas que, em um futuro próximo, poderão lhe ajudar a conseguir um emprego, seja com recomendações ou indicações diretas. 

PASSO 3 – Identifique lacunas de habilidades

Agora que você já tem algumas informações e um plano de qual carreira perseguir, você deve começar a se preparar para isso. Logo, chegou a hora de estudar! Busque por requisitos necessários e veja quantos deles você já tem e quais você ainda precisará.

Baseado nisso, crie um roteiro de estudos a partir de materiais, para que você possa aprender e desenvolver tais habilidades. 

PASSO 4 – Consiga qualquer experiência

Muitas pessoas pedem por experiência antes de contratar para alguma vaga, mas não é fácil conseguir experiência quando a maioria dos lugares têm isso como um dos requisitos. Logo, você deverá buscar qualquer tipo de experiência. Pode ser um projeto voluntário, atividades freelancers na área, qualquer coisa conta!

Caso você não se sinta confiante a esse ponto ainda, você pode criar projetos fictícios e usá-los para integrar um portfólio. Muitas vezes, isso pode acabar contando como experiência. 

PASSO 5 – Tenha persistência e paciência

Mudar de carreira para TI não é uma tarefa fácil. Na verdade, ela pode demandar bastante em alguns momentos. Por isso, não espere os primeiros resultados logo de cara e, acima de tudo, não desista. Mesmo que demore um pouco, logo você será capaz de acompanhar seu progresso. 

Não tente aprender todas as habilidades de uma vez, por exemplo, ou você pode acabar se sobrecarregando, prejudicando sua aprendizagem e desanimando do processo. 

Quais os principais desafios da transição de carreira para TI?

Falamos bastante dos lados positivos dessa área, mas é evidente que nem tudo é tão simples. Com toda certeza, mudar de carreira para TI também apresenta algumas dificuldades. Vamos conferir quais são elas abaixo:

  • Dificuldade em encontrar um foco

Você pode perceber que a área de TI é muito ampla e sua aplicação é ilimitada. Portanto, pode ser difícil enxergar de primeira uma área para onde seguir. Com isso, em meio a tantas tecnologias, frameworks e linguagens de programação, a transição pode acabar se tornando um pouco assustadora.

O que fazer: encontre uma pessoa que já passou por isso. Essa pessoa poderá lhe dar dicas e um posicionamento mais nítido sobre o que estudar e como passar por esse processo todo. 

  • Formação técnica exigente

Outro ponto de dificuldade são os altos requisitos. Cada empresa tem um Stack tecnológico (ferramentas com as quais trabalha) diferente e isso exige que você tenha conhecimentos em todas elas especificamente. Pode ser complicado lidar com as demandas do mercado. 

O que fazer: ao entrar em uma área estude todas as ferramentas que são relevantes, mesmo que elas não sejam diretamente para isso. Por exemplo, mesmo que você decida ser somente uma pessoa desenvolvedora front-end (que precisa saber bem, basicamente, JavaScript, HTML e CSS), procure conhecer um pouco do Back-end e linguagens como PHP.

  • Constantes mudanças e atualizações

A maioria das ferramentas e tecnologias estão em movimento. Isso significa que, de tempos em tempos, uma nova versão é lançada. Algumas, inclusive, caem em desuso quando surge uma que seja mais eficaz na mesma tarefa. Por isso, por vezes é complicado manter-se em constante atualização.  

O que fazer: mantenha sempre uma rede de fontes confiáveis e atualizadas disponível e cheque regularmente. Participar de grandes eventos de tecnologia disruptiva pode ajudar a prever um pouco o que está acontecendo no mundo da tecnologia internacionalmente. Leia notícias e blogs estrangeiros sobre os assuntos com o qual trabalha. 

16 conceitos importantes para aprender antes de mudar para a área de TI!

Com a decisão de mudar de carreira para TI, vem a necessidade também de ampliar seu vocabulário. Abaixo, você encontrará uma tabela com 20 conceitos que são importantíssimos conhecer, pois podem surgir em qualquer momento de sua jornada de aprendizagem. Confira:

#1AplicaçãoUm programa feito para algum propósito específico.
#2AutenticaçãoProcesso de verificação para garantir que você é a pessoa que está acessando uma determinada conta. Há vários métodos de autenticação, como dois fatores, username e senha, sms, etc.
#3Business Intelligence (BI)Área de análise de dados para predição de tendências que sejam interessantes para uma determinada operação ou empresa.  
#4BitDígito Binário (0 ou 1). É a menor unidade básica de dados reconhecida e processada pelos computadores.
#5ByteInformação processada pelo computador formada por 8 bits. Geralmente faz referência a um carácter.
#6Banco de dadosUma coletânea de informações organizadas para facilitar o acesso a elas pelo computador. 
#7ClientePessoa ou programa que acessa um servidor para requisitar informações dela. 
#8CompressãoAto de fazer arquivos ocuparem menos espaço no disco e poderem ser transferidos mais rapidamente, ou seja, ficarem menores. 
#9DiretórioUma área em um disco rígido que contém arquivos ou outras divisões chamadas “sub diretórios” ou “pastas”. Serve para manter arquivos organizados.
#10DNSSignifica Domain Name System, ou Sistema de nomes de domínio. Serve para acessar um computador em uma rede sem usar o endereço de IP.
#11IPEndereço IP é um protocolo de Internet. Um número único que cada computador recebe ao acessar a internet. 
#12LinuxSistema operacional de código aberto (disponível para modificações e atualizações da comunidade) gratuito muito utilizado por pessoas desenvolvedoras. Funciona como o Windows. Tem diversas distribuições que servem para diferentes razões.
#13MalwarePrograma feito com intenções maliciosas, como causar danos ou viabilizar ataques. Comumente conhecido como vírus.
#14RAMMemória RAM significa “Memória de Acesso Aleatório”, é a quantidade de memória de um computador destinada para o uso de aplicações. 
#15ServidorUm computador que serve para responder a requisições de um Cliente. 
#16WWWSignifica “World Wide Web” ou “Rede mundial de computadores”. É um conjunto de páginas que são interligadas, comumente conhecida como “internet”. Para acessá-la, você precisa de um navegador.

Esses são somente alguns conceitos para despertar sua curiosidade. É importante que você estude cada vez mais para compreender em uma maior totalidade o mundo da tecnologia!

Faça o quiz e descubra qual carreira da área de TI é a certa para você!

Se você decidiu que quer mudar de carreira para TI mas ainda não tem certeza para qual área ir, preparamos um teste para você fazer e descobrir qual carreira é mais indicada para você!

Responda às perguntas com sinceridade e, ao final, confira suas respostas.

1. Se você pudesse escolher uma das atividades abaixo para fazer, qual você preferiria?

a. Resolver problemas

b. Analisar informações e conduzir pesquisas

c. Usar a criatividade

d. Organizar arquivos

e. Criar projetos e executar tarefas

2. Antes de uma apresentação importante, é mais capaz que você esteja…

a. Assegurando que sua solução é funcional;

b. Revisando sua apresentação procurando por erros

c. Adicionando ideias que você teve no último instante

d. Praticando em voz alta para si

e. Preparando-se psicologicamente

3. Se você recebeu muitas tarefas nessa semana, você…

a. Decide quais tarefas são mais rápidas de se realizar e começa daí

b. Decide qual é a mais importante e começa daí

c. Usa soluções criativas para diminuir a carga de trabalho

d. Começa de cima e vai descendo

e. Delega parte das tarefas a outras pessoas

4. Você foi colocado para trabalhar com diversos outros departamentos em um projeto. Qual sua função seria?

a. Antecipar reações e perguntas, buscando preparação para qualquer situação;

b. Apresentar, já que você não tem problema em falar em público

c. Estratégica, você tem as grandes ideias, basta a equipe colocá-las em prática;

d. Colocar os slides em ordem e organizá-los.

e. Garantir que todas as pessoas tenham recebido uma tarefa e estão dentro do prazo

5. Para você, a pior atividade do mundo seria:

a. Lidar com apresentações e falar em público.

b. Qualquer coisa que envolva criar algo novo

c. Pular de reunião em reunião

d. Criar estratégias

e. Conduzir uma pesquisa

  • Se você respondeu mais a letra A: Você é uma pessoa bastante lógica e gosta de resolver problemas. Trabalho em equipe e falar não é muito forte. Você se daria bem desenvolvendo softwares e sistemas.
  • Se você respondeu mais a letra B: Você é uma pessoa que se interessa em analisar e ver tendências, e não tem problemas em apresentar seus achados em uma sala de reunião. Você se daria bem como Analista ou Cientista de Dados!
  • Se você respondeu mais a letra C: Para você, a criatividade é quem manda! Se você puder ter boas ideias e conseguir tirá-las do papel, você pode revolucionar seu local de trabalho! Você se daria bem em uma área disruptiva, como Machine Learning ou Inteligência Artificial.
  • Se você respondeu mais a letra D: Você é uma pessoa que gosta de tudo muito bem organizado. Por conta disso, seu papel ideal seria gerenciar bancos de dados como Analista de Banco de Dados!
  • Se você respondeu mais a letra E: Sua paixão está na organização pessoal e na criação de tarefas. Você gosta de ver seu time trabalhando bem e entregando tudo dentro do prazo. Você seria uma excelente pessoa Product Manager ou Scrum Master!

E então? Depois disso tudo, qual a chance de você mudar de carreira para TI? Caso você tenha sentido como essa área é fascinante, nós aconselhamos que você continue estudando sobre a área e trabalhando nessa ideia. 

Para motivar você ainda mais, você pode conferir algumas profissões que estarão presentes no futuro, em nosso post sobre o assunto! Boa leitura!

Você também pode gostar