Não é novidade que o comércio virtual revolucionou a maneira de se fazer compras e o impacto das lojas e-commerce na vida cotidiana é inegável. Hoje, 74% das pessoas brasileiras preferem fazer compras online e 37% dessas pessoas costumam comprar com uma regularidade mensal de acordo com um levantamento daNZN Intelligence.

Dentre as lojas e-commerce, uma que vem alcançando popularidade e ganhando espaço no mercado digital do país é a Amazon. Desde 2012, a Amazon comercializa livros em solo nacional, mas foi em 2019 que a empresa deu um boom no mercado brasileiro, colocando à disposição de clientes o catálogo próprio de produtos, ou seja, que seriam vendidos e entregues diretamente pela Amazon. 

Achou interessante e quer conhecer mais sobre a Amazon? Então, confira os tópicos deste conteúdo que trouxemos especialmente para você:

Boa leitura!

O que é a Amazon?

A Amazon é a maior loja virtual varejista do mundo. No início da carreira, seu foco era vender livros, porém logo seu catálogo de produtos expandiu para uma variedade maior de mercadorias e serviços de mídia digitais, consolidando a loja como uma potência. Além disso, a empresa é uma potente provedora de serviços de computação em nuveme oferece diversos serviços de infraestrutura para o mundo todo.

A Amazon também desenvolveu sua própria linha de produtos eletrônicos, como o leitor de e-books Kindle, que revolucionou o mercado de livros, oferecendo uma alternativa mais prática e econômica para a leitura. A Fire TV e a linha de caixas de som Amazon Echo, que conta com uma assistente de voz inteligente chamada Alexa, também são destaques da empresa.

A sede da Amazon se encontra atualmente em Seattle, no estado de Washington, Estados Unidos. Entretanto, a companhia possui websites individuais, centros de desenvolvimento de software, centros de serviço e atendimento ao cliente e centros de distribuição em países ao redor do globo.

História da Amazon: da ascensão à empresa mais valiosa do mundo!

Acompanhe agora a história de como a Amazon chegou a ser a colossal empresa que ela é hoje, passando pelos principais marcos de sua vida:

1984: A epifania

Jeff Bezos, idealizador e criador da Amazon, queria apenas construir uma carreira em física ou matemática em Princeton quando teve que lidar com uma equação que parecia impossível. Depois de três horas tentando resolvê-la, um colega conseguiu achar a solução de uma maneira simples e rápida. Por conta disso, Bezos reavaliou toda sua trajetória e decidiumudar de carreira, e se formou em ciências da computação e engenharia elétrica. É somente por conta dessa epifania que a Amazon existe atualmente!

1994: Fundação e Nome

Como dito anteriormente, a Amazon começou como uma livraria virtual, tendo Seattle como sede — uma escolha estratégica devido a ausência de taxas de venda no estado. Bezos e sua esposa na época, MacKenzie, operaram inicialmente a Amazon da garagem de uma casa alugada junto a uma pequena equipe. 

Originalmente, Bezos queria um nome que soasse mágico para seu negócio, como “Cadabra”, mas desistiu rapidamente da ideia ao perceber que poderia haver uma confusão com a palavra “cadáver.” 

Outro nome considerado foi Relentless, que significa algo implacável, constante, que não se abala. Isso porque seu negócio não foi recebido com muito entusiasmo quando lançado, muitos inclusive consideraram que fracassaria. O domínio relentless.com até os dias de hoje pertence à Amazon e se você colocá-lo na barra de endereços, a página será direcionada para o site oficial da empresa. 

Depois de mais pesquisa, Bezos finalmente chegou no nome “Amazon”, que representa nosso rio Amazonas, o maior rio do mundo, ao procurar em um dicionário por palavras que iniciavam com a letra A — ele acreditava que conseguiria algum destaque em listas alfabéticas dessa forma. Como seu objetivo era ser a maior livraria do mundo na época, Bezos achou que este seria um nome adequado para seu negócio. 

1997: Indo a público

A Amazon começou a crescer e ganhar notoriedade no mercado, tornando-se alvo da competição. Barnes & Noble, tradicional livraria que também estava iniciando seus serviços online, e o Walmart processaram a marca assim que ela se tornou pública

1999: A expansão

Neste ano, a Amazon iniciou a mudar os rumos e a expandir as áreas de atuação, permitindo que empresas terceiras vendessem seus produtos por meio do website. O motivo para isso foi originalmente para ajudar pessoas consumidoras a encontrar produtos raros, incomuns ou especializados, mas acabou se tornando mais do que isso. Nos primeiros quatro meses após o lançamento da novidade, mais de 250,000 pessoas já haviam comprado de uma empresa terceira pelo site da Amazon

2005: Amazon Prime

Jeff Bezos anunciou um programa de fidelidade por 79 dólares ao ano, cujo benefício maior seria uma entrega gratuita de no máximo dois dias. O programa foi um sucesso e, atualmente, conta com mais de 112 milhões de membros no mundo todo

2007 a 2015: Lançamento de produtos próprios

Ainda pensando nas origens de livraria virtual, em 2007 a Amazon lançou o leitor de livros virtuais, o Kindle, que liderou o setor no mercado mundial. Em 2015, a Amazon lançou a linha de alto falantes Echo, equipados com a Alexa, inteligência artificial que é uma assistente de voz capaz de realizar tarefas para ajudar nas tarefas do cotidiano. 

Quais as áreas de atuação da Amazon?

Como você viu, o que começou como uma livraria virtual hoje é a maior varejista online do mundo. E não é só isso: a Amazon nunca cessa sua necessidade por expansão. Além das áreas já abrangidas pela multinacional, outras podem ser violentamente balançadas pelo seu impacto, como a farmacêutica, por exemplo. Vamos conhecer algumas das áreas em que atualmente a Amazon atua?

Alimentação

Por incrível que pareça, a Amazon não atua somente na venda de objetos e eletrônicos. Em 2017, a empresa anunciou o lançamento da Amazon Fresh para quem assina o serviço Amazon Prime. Ela consiste em um serviço de venda de alimentos perecíveis e não-perecíveis que podem ser comprados online. A pessoa que encomendou os alimentos reserva data e horário para retirar a mercadoria em uma das lojas disponíveis e efetua a compra sem ter de ir ao supermercado. 

O serviço está atualmente em funcionamento nas maiores cidades dos Estados Unidos, Berlim, Hamburgo, Londres, Munique, Tóquio, Cingapura e Índia. 

Serviços Web

A Amazon Web Services (AWS) é uma das áreas de atuação da Amazon que providencia plataformas de computação em nuvem sob demanda, além de APIs para governos, empresas e pessoas individuais. Esses serviços consistem em um conjunto de infraestrutura técnica, ferramentas e blocos para distribuição de aplicações computacionais para pessoas desenvolvedoras.

Tecnologia

A Alexa e o Kindle são os dois exemplos mais conhecidos atualmente de tecnologias desenvolvidas pela Amazon, que se lançou mais recentemente para a criação de dispositivos eletrônicos e tecnológicos muito úteis para o dia a dia. Já falamos um pouco sobre eles anteriormente, mas vale a pena conferir os detalhes sobre esses dispositivos!

Kindle

Os Amazon Kindles são uma série de leitores de livros virtuais lançados pela Amazon. Esses dispositivos permitem a conexão com a internet e com a Kindle Store — loja de livros da Amazon — onde é possível baixar e comprar em diversos formatos de mídia digital. Os Kindles são dotados de uma tecnologia chamada de papel eletrônico, uma tela que mimetiza o aspecto de um papel ou de tinta impressa para melhorar a experiência da pessoa leitora.

Echo, Alexa e Amazon Lex

Os Echos são uma marca de alto-falantes inteligentes desenvolvidos pela Amazon. Eles são considerados inteligentes pois têm integrado a Alexa, uma assistente virtual por voz que responde ao ser chamada pelo nome. Ela pode cumprir com uma série de funções como reproduzir multimídia, criar notas e lembretes, programar alarmes, responder perguntas, entre outras. 

Uma das tecnologias que compõem a Alexa é o Amazon Lex. Essa tecnologia faz parte da AWS e é uma ferramenta de criação de interface de conversas por voz e texto. É por meio dela que a Alexa consegue compreender, reconhecer e responder à voz humana. Suas matrizes envolvem o uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina.

O interesse acerca do Amazon Lex é que esse serviço está disponível para qualquer pessoa desenvolvedora interessada em criar bots conversacionais ou utilizar inteligência artificial para otimizar a produtividade automatizando tarefas simples e repetitivas. 

Para chegar até a colossal multinacional que conhecemos hoje, a Amazon precisou trilhar um longo caminho. Hoje, a empresa atua em diversos ramos, atendendo a uma variedade de países no mundo todo e levando seus serviços de varejo e venda para o próximo nível. Além do mais, a Amazon ainda produziu uma série de tecnologias que movimentam o mercado de Tecnologia da Informação atualmente e é responsável por prover serviços de nuvem para milhares de empresas. 

Gostou de aprender sobre a história da Amazon? Que tal aproveitar a visita ao nosso blog para conhecer um pouco sobre a LGPD, ou a Lei Geral de Proteção de Dados, que entrou em vigência recentemente?

0 Shares:
Você também pode gostar