Se você é uma pessoa que trabalha na área de TI ou gosta de se informar sobre o assunto, já deve ter ouvido falar no Vale do Silício; afinal, ele é a casa de algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo. Além disso, é o Vale do Silício que dita as tendências para a área da tecnologia em todo o globo

Entretanto, não é comum que saibamos como é exatamente o dia a dia de uma empresa no Vale do Silício. Pensando nisso, a HBO decidiu mostrar com bom humor como de fato funciona a rotina das empresas e startups de lá, com a série Silicon Valley! Se interessou pelo assunto? Então, acompanhe este post para saber mais sobre:

Boa leitura, e vamos lá!

O que é Silicon Valley?

“Silicon Valley” é um seriado de comédia criado e produzido pela HBO. A série estreou no Brasil no dia 7 de abril de 2014, lançando a sua sexta — e até então última — temporada em 2019. Os episódios são curtos, com aproximadamente 30 minutos de duração, e cada temporada tem de 7 a 10 episódios, totalizando 53. 

Silicon Valley foi tão bem sucedida em sua proposta que até Bill Gates disse que você deveria assisti-la se realmente quer entender como o Vale do Silício trabalha. Além disso, a série foi aclamada pela crítica desde seu lançamento, com elogios para roteiro e humor, e nominada cinco vezes consecutivas para a categoria “série de comédia excepcional” do prêmio Primetime Emmy. 

Resumo do enredo

O protagonista Richard — interpretado por Thomas Middleditch — é umprogramador que encarna as características de figuras como Mark Zuckerberg e Bill Gates, sendo genial em seu trabalho, porém com péssimas habilidades sociais e de comunicação. Porém ele descobre um algoritmo de compressão perfeito que economiza tempo e dinheiro, o que faz com que ele desponte como um dos destaques dentre os estudantes da Califórnia, na região do Vale do Silício. 

Para conseguir fazer com que sua ideia dê certo, ele vive em uma empresa “incubadora”, que serve para auxiliar startups a começarem a se desenvolver. Juntamente a uma equipe escolhida a dedo e um investimento milionário para começar sua empresa, Richard monta a “Pied Piper”, nome escolhido para sua startup. 

O que a série Silicon Valley pode nos contar sobre o verdadeiro Vale do Silício?

De acordo com várias opiniões famosas, incluindo a que já citamos anteriormente, de Bill Gates, a série representa exatamente o que é a vida real. Mas será mesmo?

Assim como em “Silicon Valley”, o Vale do Silício é repleto de pessoas que querem mudar o mundo e trabalham dia e noite para tal, demonstrando ambição e determinação. Jovens CEOs assim como o protagonista Richard, estão por todas as partes. Entretanto, também encontramos por lá CEOs mais velhos, como o personagem Gavin na série — e que, como ele, já têm seu sucesso e estão vivendo o auge de sua carreira

Na série, todas as pessoas estão atrás de sucesso por meio do empreendedorismo, assim como na vida real. Algumas procuram o caminho mais fácil, usando de mentiras e manipulações, enquanto outras constroem seu caminho da forma mais difícil, alinhadas ao código moral. Não existe certo e errado no Vale do Silício, o que faz com que seja um desafio ter sucesso profissional

Os negócios apresentados na série também tem inspiração direta e quase copiam a vida real. A Hooli, em Silicon Valley, representa grandes corporações que têm uma fórmula quase perfeita e estão na liderança do mercado. Essas corporações fazem qualquer coisa para afastar as novas para manterem sua posição. Inclusive, a Hooli tem uma semelhança incrível com a Microsoft nos anos 90, conhecida por acabar com a competição de maneira mais agressiva. 

Já a Pied Piper, empreendimento do protagonista da série, representa qualquer startup que está começando com uma boa ideia, um produto inovador e uma visão de tentar mudar o mundo, sofrendo ataques das grandes corporações que estão no topo, como a Hooli. Atualmente, todas as grandes empresas, como Amazon, Google e Netflix, começaram como a Pied Piper. 

Portanto, Sillicon Valley é um fiel retrato de como é o funcionamento do Vale do Silício atualmente, em todos os aspectos possíveis. 

3 curiosidades sobre Silicon Valley!

Confira agora uma sequência de fatos curiosos sobre a série Silicon Valley da HBO!

Os produtores do show fizeram sua tarefa de casa

Os produtores de Silicon Valley consultaram mais de 250 pessoas que trabalham no Vale do Silício, perguntando o que melhor representa o Vale para elas, tudo isso para conseguir um perfeito recorte de como ele funciona!

Algumas pessoas profissionais acham doloroso assistir a Silicon Valley

O motivo para isso é a exatidão com a qual a série retrata a indústria tecnológica do Vale do Silício. Como muitas das pessoas que trabalham lá passaram pelas mesmas situações que a série traz, nem todas estão dispostas a reviver suas experiências no momento de lazer. 

A maioria do elenco queria o papel de Erlich Bachman

Erlich é o investidor dono da incubadora da Pied Piper, e ele explora o protagonista Richard de todas as maneiras possíveis. Quase todos os atores fizeram o teste para esse papel, entretanto foi T.J. Miller que acabou ficando com ele. 

Por que toda pessoa que trabalha com tecnologia deve assistir Silicon Valley?

Silicon Valley pode ser muito útil para aquelas pessoas que querem ou já têm uma carreira na tecnologia. Isso porque a série traz muitas informações sobre como funciona um negócio ou startup. A dinâmica das áreas de uma empresa é fielmente representada, assim como as estratégias adotadas e os riscos que se corre ao apostar em um produto, mesmo que ele seja o melhor disponível no mercado. 

E aí, gostou de conhecer a série Silicon Valley? Que tal dar uma olhada em outra produção sobre TI, o documentário The Social Dilemma, da Netflix?

1 Shares:
Você também pode gostar